PewDiePie vai doar US $ 50 mil em criptomoedas

Youtuber vai passar a fazer lives em plataforma Blockchain

Siga no
PewDiePie

PewDiePie, o maior youtuber do mundo anunciou um evento especial, mas como o Livecoins já noticiou, o astro não fará a transmissão em seu canal do YouTube.

Em vez disso, ele usará um serviço de streaming baseado em blockchain – o DLIVE – e vai distribuir o equivalente a R$ 193 mil para ajudar a promover a rede.

No dia 14 de abril, próximo domingo, PewDiePie doará US $ 50.000 a 100 usuários em uma transmissão ao vivo no DLive. O DLive é um dapp descentralizado implantado em uma rede de teste na blockchain LINO.

Como produtor de conteúdo, os usuários do DLive podem receber doações via PayPal, mas todos os fundos são imediatamente convertidos para criptomoeda LINO a uma taxa de conversação de R$ 0,0046 por token.

A rede Lino ganhou manchetes no ano passado após arrecardar US $ 20 milhões por meio de uma venda simbólica privada para financiar o desenvolvimento de um “YouTube descentralizado”, o Dlive.

O dapp promete ser uma alternativa mais justa às principais plataformas de vídeo, como o YouTube, que mantém mais de 45% da receita obtida pelos youtubers por meio de anúncios e doações.

“90,1% de todas as doações e assinaturas pagas feitas com a blockchain Lino serão pagas por algoritmos diretamente aos criadores de conteúdo, e os 9,9% restantes serão mantidos em reserva pelo protocolo blockchain e distribuídos para todos os detentores da LINO”, diz a documentação da plataforma blockchain.

A blockchain da LINO usa o método de consenso Proof-of-Stake baseado em BFT da Tendermint. Isso significa que os detentores de tokens podem usar seus saldos para votar em questões de governança, como atualizações de sistema e outras alterações de protocolo, assim como acontece com a Politeia, da Decred. Os criadores de conteúdo só podem transmitir e enviar vídeos se eles executarem nós LINO.

Ele também emprega um algoritmo “interessante” chamado “Prova de Valor de Conteúdo” (PoCV), uma métrica supostamente justa embutida na blockchain LINO que mede a receita gerada pelo conteúdo. Ela promete impedir que bots manipulem o sistema.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org
Glaidson dos Santos em pronunciamento feito pela Gas Consultoria antes de Operação da PF Faraó dos Bitcoins

Justiça bloqueia mais de meio milhão do “Faraó dos Bitcoins” em apenas quatro horas

A justiça brasileira determinou o bloqueio de mais de meio milhão de reais das contas do Faraó dos Bitcoins em menos de quatro horas. Essa...
Homem com algemas segurando Bitcoin criptomoedas sequestro prisão

Polícia desarticula quadrilha que iria sequestrar investidor de criptomoedas em Campinas

A polícia militar de São Paulo, por meio de seu Batalhão de Ações Especiais (BAEP), ajudou o Gaeco a desarticular uma quadrilha que planejava...
Imagem de enterro do Bitcoin após morte

Quantas vezes o Bitcoin morreu? 37 só este ano

Segundo estatísticas do site 99Bitcoins, o Bitcoin já foi declarado "morto" 37 vezes apenas em 2021, quase três vezes mais do que todo o...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias