Plataforma blockchain se destaca em evento brasileiro

Evento escolhe, entre 24 startups, empresa que usa blockchain como candidata a receber investimentos.

Siga no
Blockchain-mundo
Blockchain-mundo

O setor das criptomoedas floresceu nos últimos anos e revelou novas tecnologias, como a blockchain, por exemplo. E em um evento no Brasil, uma plataforma que usa a tecnologia blockchain foi considerada a mais atrativa para investimentos.

O evento “Feira do Conhecimento” foi promovido pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (SECITECE) do estado do Ceará. Na última sexta-feira (11), aconteceu o Demoday, na própria feira virtual, que colocou a Arqué no topo do pódio de inovação.

A solução trabalha com o registro de obras na tecnologia blockchain. Ao garantir a confiança dos dados, a blockchain tem sido alvo de muitas empresas no setor.

A startup de Fortaleza criou uma solução com base no disposto na Lei n.º 9.609/98 (Lei de Direito Autoral). Dessa forma, a plataforma blockchain para registro autoral foi considerada a mais atrativa para investimento no evento.

“No topo do pódio, a Arqué, plataforma para registro de obras autorais em blockchain, constituindo prova robusta de autoria e anterioridade, que atende ao disposto na Lei 9.610/98, oferecendo uma alternativa simples, rápida e barata para proteção dos direitos do autor e do intérprete.”, declarou a SECITECE

A Arqué também criou um marketplace para negociação de uso, licenciamento e cessão dos direitos autorais patrimoniais. Desde maio de 2020, a empresa é parceira da Secretaria de Cultura do estado do Ceará. O time da startup hoje é composto por quatro pessoas.

Por fim, a Arqué foi destaque no evento que começou em fevereiro de 2020 e tinha 24 startups no início. A proposta com blockchain se mostra atrativa para investimentos e deve impactar o setor notarial do Brasil.

Outros usos da tecnologia blockchain no Brasil começam a chamar atenção

Recentemente, como anunciado pelo Livecoins, a Câmara Brasileira do Livro começou a usar a blockchain. A intenção da CBL é registrar contratos e direitos autorais com sua solução. Este mercado tende a crescer e promete inovações no país.

Na última semana, a blockchain foi considerada uma das principais tendências para 2021 na tecnologia. A tecnologia chegou a ser citada na Carta Brasileira para Cidades Inteligentes, mostrando que a adoção no Brasil deve ser impulsionada nos próximos anos.

O Brasil de fato ainda sofre com burocracia em muitos serviços, públicos e privados. Com a blockchain ajudando a manter a segurança dos dados, a inovação tende a caminhar com mais segurança.

Essa é a primeira tecnologia já criada que garante a confiança e imutabilidade dos dados. Ou seja, desde o lançamento do Bitcoin, a blockchain deixou de ser apenas um sonho, tornando uma realidade. Apesar de a sua criação ser pelas criptomoedas, hoje ela ganhou mais funcionalidades.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Deputado Estadual Gustavo Gouveia, em Pernambuco regular criptomoedas

Mais um estado brasileiro quer regular as criptomoedas com Projeto de Lei

Após um PL ser apresentado na Paraíba, mais um estado brasileiro quer regular as empresas de criptomoedas para prestar informações. Nos últimos dias, a Assembleia...
Jack Dorsey, CEO do Twitter e fã do Bitcoin

Empresa de CEO do Twitter quer minerar Bitcoin

A Square, empresa de Jack Dorsey listada na NYSE, quer minerar Bitcoin como estratégia de negócio. A informação foi compartilhada por Dorsey em seu Twitter,...
Pedro-Bial-Hashdex

Pedro Bial testemunha o poder transformador das criptomoedas em campanha da Hashdex

A Hashdex surgiu para democratizar os investimentos em criptomoedas, oferecendo produtos seguros e regulados para todos os investidores. Atuando como ponte entre o mercado...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias