Plataforma blockchain se destaca em evento brasileiro

Evento escolhe, entre 24 startups, empresa que usa blockchain como candidata a receber investimentos.

Siga no
Blockchain-mundo
Blockchain-mundo

O setor das criptomoedas floresceu nos últimos anos e revelou novas tecnologias, como a blockchain, por exemplo. E em um evento no Brasil, uma plataforma que usa a tecnologia blockchain foi considerada a mais atrativa para investimentos.

O evento “Feira do Conhecimento” foi promovido pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (SECITECE) do estado do Ceará. Na última sexta-feira (11), aconteceu o Demoday, na própria feira virtual, que colocou a Arqué no topo do pódio de inovação.

A solução trabalha com o registro de obras na tecnologia blockchain. Ao garantir a confiança dos dados, a blockchain tem sido alvo de muitas empresas no setor.

A startup de Fortaleza criou uma solução com base no disposto na Lei n.º 9.609/98 (Lei de Direito Autoral). Dessa forma, a plataforma blockchain para registro autoral foi considerada a mais atrativa para investimento no evento.

“No topo do pódio, a Arqué, plataforma para registro de obras autorais em blockchain, constituindo prova robusta de autoria e anterioridade, que atende ao disposto na Lei 9.610/98, oferecendo uma alternativa simples, rápida e barata para proteção dos direitos do autor e do intérprete.”, declarou a SECITECE

A Arqué também criou um marketplace para negociação de uso, licenciamento e cessão dos direitos autorais patrimoniais. Desde maio de 2020, a empresa é parceira da Secretaria de Cultura do estado do Ceará. O time da startup hoje é composto por quatro pessoas.

Por fim, a Arqué foi destaque no evento que começou em fevereiro de 2020 e tinha 24 startups no início. A proposta com blockchain se mostra atrativa para investimentos e deve impactar o setor notarial do Brasil.

Outros usos da tecnologia blockchain no Brasil começam a chamar atenção

Recentemente, como anunciado pelo Livecoins, a Câmara Brasileira do Livro começou a usar a blockchain. A intenção da CBL é registrar contratos e direitos autorais com sua solução. Este mercado tende a crescer e promete inovações no país.

Na última semana, a blockchain foi considerada uma das principais tendências para 2021 na tecnologia. A tecnologia chegou a ser citada na Carta Brasileira para Cidades Inteligentes, mostrando que a adoção no Brasil deve ser impulsionada nos próximos anos.

O Brasil de fato ainda sofre com burocracia em muitos serviços, públicos e privados. Com a blockchain ajudando a manter a segurança dos dados, a inovação tende a caminhar com mais segurança.

Essa é a primeira tecnologia já criada que garante a confiança e imutabilidade dos dados. Ou seja, desde o lançamento do Bitcoin, a blockchain deixou de ser apenas um sonho, tornando uma realidade. Apesar de a sua criação ser pelas criptomoedas, hoje ela ganhou mais funcionalidades.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Imagem: Crosstower

O que é Staking em criptomoedas?

Obter renda passiva é um dos objetivos de muitos investidores com foco no longo prazo, o que agora também se tornou possível no mercado...

Ex-presidente do banco central da China faz alerta sobre DeFi

O ex-presidente do banco central da China fez um alerta sobre as finanças descentralizadas (DeFi) e sobre as criptomoedas. De acordo com o site...

Índice de medo e ganância do bitcoin de volta à ganância pela primeira vez...

O índice do Bitcoin de medo e ganância, que monitora o sentimento geral dos investidores sobre o mercado, entrou em um estado de ganância...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias