Polícia da China apreende R$ 22 bi em criptomoedas do maior golpe com Bitcoin

Valor não deverá ser devolvido aos investidores, mas poderá reforçar o tesouro nacional chinês.

Siga no
Polícia da China
Imagem de Gaston Laborde

A polícia da China apreendeu pelo menos $ 4 bilhões em criptomoedas. Do valor, foram apreendidos uma grande quantidade de bitcoins, cerca de 1% do suprimento total de moedas já criadas.

No final de 2019 um golpe chamado PlusToken foi considerado um dos maiores detentores de Ethereum. Com sede na China, o esquema de pirâmide teria captado pelo menos $ 3 bilhões durante o funcionamento.

Como todo esquema ponzi, o PlusToken então chegou ao fim e sumiu com o dinheiro dos investidores. Contudo, os líderes da pirâmide chinesa foram presos e a polícia segue investigando o golpe.

Apesar da gigantesca apreensão, o valor não deverá retornar aos investidores lesados pela PlusToken. Caso semelhante aconteceu recentemente no Brasil, com a Unick Forex.

Após fim de esquema ponzi, polícia da China apreende grande quantidade de criptomoedas

Em 2019 o esquema PlusToken foi apontado como responsável pela queda de preço do Bitcoin. Isso porque, após captar muitas criptomoedas para um golpe na China, os líderes do esquema passaram a despejar as moedas roubadas no mercado.

Nos últimos meses, os líderes foram presos e processados por um tribunal da China. A decisão do processo saiu em setembro de 2020, contudo, as informações ainda não haviam sido publicadas, pois, membros recorreram da sentença.

De acordo com o The Block, agora os dados se tornaram públicos e foi possível entender o caso. A polícia da China teria apreendido 1% de todos os Bitcoins já criados até hoje, que seriam 194,775 BTC.

Além disso, 0,73% de todo Ethereum também foram capturados pelas autoridades. Outras moedas que foram apreendidas do esquema de pirâmide, segundo o The Block, foram 1,4 milhão de LTC, 27,6 milhões de EOS, 74 mil DASH, 487 milhões de XRP, 6 bilhões de DOGE, 79 mil BCH e, por fim, 213 mil USDT.

O valor aprendido daria cerca de U$ 4 bilhões com a cotação das criptomoedas hoje. Essa seria uma das maiores apreensões de criptomoedas já registradas na história.

Dinheiro não deverá retornar para investidores, mas sim para reforçar tesouro nacional

Recentemente uma decisão na justiça brasileira envolvendo a Indeal chamou atenção. Investigada por crimes contra o sistema financeiro nacional, com a criação de uma pirâmide financeira, os valores apreendidos do esquema no exterior foram repassados ao Brasil.

E na China o caso será o mesmo em relação às criptomoedas apreendidas da PlusToken. O tribunal chinês teria decidido que o valor irá ser processado conforme leis, sendo que os rendimentos e moedas irão para o tesouro nacional.

Ou seja, “oficialmente”, a China agora terá criptomoedas em suas reservas, advindas de um golpe famoso no país. Não ficou claro como isso será conduzido ainda, mas a China se torna uma baleia de Bitcoin com o caso.

Por fim, o caso PlusToken deixou um imenso prejuízo para os investidores, com várias pessoas presas pela polícia da China no caso. Todos foram condenados com penas entre 2 e 11 anos, além de multas.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Neil Liversidge

Consultor financeiro faz petição para governo do Reino Unido banir o Bitcoin

Um consultor financeiro independente e co-fundador de uma empresa de investimentos tradicionais criou uma petição exigindo que o governo e o parlamento do Reino...
Bitcoin perdidos

Conselho de segurança do Reino Unido diz que US $ 140 bi em bitcoins...

Mais de quatro milhões de bitcoins, avaliados em US $ 140 bilhões, não foram movidos nos últimos cinco anos, de acordo com dados da...

DeFi dispara e bate novos recordes

O ecossistema Ethereum de Finanças Descentralizadas (DeFi) ultrapassou em muito seu recorde anterior. A capitalização de mercado de todos os tokens agora é de...

Cotações por TradingView

Últimas notícias

Conselho de segurança do Reino Unido diz que US $ 140 bi em bitcoins estão perdidos

Mais de quatro milhões de bitcoins, avaliados em US $ 140 bilhões, não foram movidos nos últimos cinco anos, de acordo com dados da...

DeFi dispara e bate novos recordes

O ecossistema Ethereum de Finanças Descentralizadas (DeFi) ultrapassou em muito seu recorde anterior. A capitalização de mercado de todos os tokens agora é de...

Miami pode ser a primeira cidade a ter reservas em Bitcoin

O prefeito de Miami, Francis Suarez, vem, desde dezembro de 2020, considerando apostar no Bitcoin para fazer parte das reservas da cidade. Segundo Suarez,...

Ações do PayPal podem valorizar 46% “graças ao Bitcoin”, diz analista

Por causa do Bitcoin, o PayPal pode alcançar uma incrível valorização no preço das suas ações. Um analista da Mizuho Securities elevou sua estimativa...

Irã sofre com apagões, governo culpa mineração de Bitcoin

O governo do Irã tem apontado que os recentes apagões ocorridos no país têm sido causados pelo alto consumo das fazendas de mineração de...