Polícia de SP prende dupla por golpe com criptomoedas que captou R$ 70 milhões

Clientes da MSK Invest foram surpreendidos por reportagem que disse que são seus líderes os presos, mas empresa negou qualquer relação com operação.

Viaturas da Polícia Civil de São Paulo em calçada prende
Viaturas da Polícia Civil de São Paulo em calçada /Divulgação

A polícia civil de São Paulo prendeu uma dupla que estava prometendo rendimentos com supostas operações com criptomoedas, tendo captado até R$ 70 milhões com sua prática de pirâmide financeira.

A operação policial ocorreu na última segunda-feira (21), quando a PCSP identificou os endereços dos líderes do esquema e foram até suas casas em cumprimento de mandados judiciais.

O nome das empresas ainda não foi revelado, mas ao que tudo indica os líderes eram conhecidos por abrir várias empresas para praticar o golpe contra investidores. A investigação apura que 400 vítimas tenham caído no golpe.

Polícia de SP prende dupla por golpes com criptomoedas que captou R$ 70 milhões

A Polícia Civil de São Paulo efetuou mais uma operação contra uma possível pirâmide de criptomoedas atuando em São Paulo, que deixou um prejuízo estimado em R$ 70 milhões para 400 vítimas.

No cumprimento dos mandados, foram apreendidos cinco veículos de luxo avaliados em R$ 2 milhões, US$ 8 mil e mais € 4 mil em espécie, além de vários outros bens, como relógios, que poderão ser utilizados pela justiça para ressarcir futuramente clientes afetados pelo golpe.

“A ação ocorreu nesta segunda-feira (21), na Barra Funda, na zona oeste de São Paulo. Estima-se que os delitos causaram prejuízo de aproximadamente R$ 70 milhões e fizeram cerca de 400 vítimas. Os trabalhos policiais foram realizados por integrantes da 6.ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (Disccpat), durante investigações a uma associação criminosa envolvida com lavagem de dinheiro.”

A polícia civil informou que o caso envolve a abertura e fechamento de empresas para golpes com criptomoedas e veículos, o que já vinha chamando atenção no mercado. Procurada pelo Livecoins, a PC-SP ainda não se manifestou sobre quem são essas pessoas e qual nome da empresa alvo de buscas.

MSK Invest negou que homens presos sejam seus sócios

Uma empresa que tem atrasado pagamentos em São Paulo e também teve um pedido de investigação protocolado pelo Procon-SP para a Polícia Civil é a MSK Invest, que atua em São Paulo, tem dois sócios e vem sendo acusada por clientes de operar um esquema de pirâmide.

Contudo, segundo a empresa, após ser relacionada em uma reportagem pelo SBT como suposto alvo da operação, desmentiu qualquer vínculo e negou que seus líderes estejam presos, conforme nota pública emitida.

Na última segunda-feira, dia 21 de fevereiro de 2022, o programa jornalístico SBT News veiculou matéria que cita, caluniosamente, a MSK Invest (Disponível em <https://www.sbt.com.br/jornalismo/portal-sbt-news/noticia/198016-envolvidos-em-golpe-com-criptomoedas-sao-presos-em-sao-paulo>. Acesso em: 21 fev. 2022).

Ao contrário do que foi dito, tanto em matéria do telejornal quanto em texto do website, as duas pessoas presas por suposto crime financeiro não são nem nunca foram sócias da MSK Invest (informação que pode ser consultada, publicamente, via JUCESP).

A reportagem não cita o nome dos acusados, o que gerou ainda mais confusão e desconforto entre os clientes da MSK Invest. Ao final da matéria, é citado o nome da empresa a qual os acusados são proprietários, bem como os bens apreendidos e demais informações referentes ao caso.

A equipe de assessoria de imprensa da MSK Invest procurou a emissora para esclarecimento dos fatos e entender o motivo por trás da citação errônea, bem como pedido de retratação. Até o presente momento, não houve resposta.”

Ainda não está claro de qualquer forma qual foi a empresa alvo de operações. Procurada pela reportagem, a Polícia Civil não comentou o caso até o fechamento dessa.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias