Procon-SP pede que Polícia Civil investigue empresa de criptomoedas

Possível esquema de pirâmide com atrasos de pagamentos está na mira das autoridades.

Veículos do Procon-SP de fiscalização ao consumidor
Veículos do Procon-SP de fiscalização ao consumidor. Foto: Governo do Estado de SP

O Procon-SP chamou a Polícia Civil de São Paulo para investigar uma empresa de criptomoedas que está sendo acusada de operar um golpe contra investidores no estado.

Chamada MSK Invest, a empresa é acusada de ter captado R$ 700 milhões de investidores, com a promessa de rendimentos de 5% ao mês. Com essas promessas associadas a ganhos com supostas negociações de criptomoedas, muitos clientes confiaram seu patrimônio.

Contudo, nos últimos meses há uma agonia desses clientes que não conseguem reaver seus investimentos. Essa empresa faz parte de um grupo que tem uma loja de colchões também, a MSKonforto, que já foi citada em processos movidos por clientes.

Polícia Civil deverá investigar empresa de criptomoedas em São Paulo

O Procon-SP enviou ao Livecoins um comunicado onde narra ter chamado a Polícia Civil do estado para investigar a conduta da MSK Invest, empresa que prometia rendimentos com criptomoedas. O ofício foi enviado na última sexta-feira (18), para o Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC).

Como clientes estão acusando a empresa de operar um esquema de pirâmide financeira, o Procon-SP havia celebrado um termo de pagamento com a MSK, que iria começar agora em março de 2022. Contudo, o número de reclamações explodiu agora em janeiro e fevereiro.

“Em dezembro do ano passado, o Procon-SP recebeu 39 registros contra a empresa; em janeiro deste ano, foram 172 casos e no mês de fevereiro — só até o dia 17 — foram 337 queixas. As denúncias estão sendo encaminhadas à Polícia Civil para apuração criminal.”

No acordo prévio com o Procon-SP, a empresa também afirmou que iria reforçar sua equipe de atendimento e devolver o valor integral dos investimentos aos clientes, o que ainda não aconteceu.

Em nota, o “Procon-SP decidiu não esperar esse prazo considerando o aumento expressivo no número de reclamações registradas e a necessidade de preservar os direitos dos consumidores“.

Processos na justiça

A MSK Invest tem enfrentado inúmeros processos na justiça e até bloqueios de bens, inclusive de seus dois sócios, que também estavam associados ao possível golpe de investimentos.

A polícia civil ainda não se manifestou publicamente, mas deverá avaliar agora o pedido do Procon-SP para instaurar um inquérito contra a empresa, podendo ter até operações contra o negócio caso seja importante para elucidação do caso.

Além de denúncias na polícia civil, a empresa já foi denunciada ao Ministério Público Federal, que atualmente investiga o Grupo Bitcoin Banco e GAS Consultoria, outras empresas que prometiam rendimentos com criptomoedas no Brasil.

Vale notar que esse caso tem repercutido em 2022, após operações da PF nos últimos meses encerrarem esquemas com criptomoedas. Para investidores interessados neste setor, é importante estudar os fundamentos do Bitcoin e ignorar promessas de lucros fáceis e rápidas, que certamente são golpes.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias