Polícia investiga roubo de 80 bitcoins por funcionário da Terra (LUNA)

Moedas de bitcoin ao lado de algemas.
Moedas de bitcoin ao lado de algemas.

A Polícia de Seul, na Coreia do Sul, está investigando um suposto roubo de 80 bitcoins por um funcionário da Terra (LUNA). De acordo com fontes locais, esta pessoa teria desviado o montante dos 80.394 bitcoins da empresa.

Os 80 mil bitcoins, hoje avaliados em cerca de R$ 12 bilhões, seriam utilizados como lastro da stablecoin TerraUSD (UST). Entretanto, a Luna Foundation Guard precisou vendê-los pouco tempo após a compra, para defender o preço do UST.

Além disso, a Comissão de Valores Mobiliários ainda segue intimidando Do Kwon, fundador da LUNA. Tal intimação foi feita a Kwon antes mesmo do colapso de suas duas moedas, durante uma conferência.

Funcionário acusado de roubar 80 bitcoins da Terra (LUNA)

Fontes locais apontam que um funcionário da Terra (LUNA), criptomoeda que colapsou no mês passado, supostamente roubou 80 bitcoins da Luna Guarda Foundation. Tal montante fazia parte de uma carteira de 80.394 BTC mantida para dar lastro à stablecoin TerraUSD (UST).

Atualmente estes 80 BTC valem cerca de 12 milhões de reais. Além disso, a polícia de Seul, na Coreia do Sul, já está investigando o caso.

“A polícia recebeu essa informação e iniciou uma investigação no dia 18 do mês passado e solicitou que uma exchange local congelasse os fundos relacionados,” aponta o portal Yonhap News.

Seguindo, o portal coreano cita que a polícia ainda não sabe Do Kwon, fundador da Terra, possui ligação com o desvio destes bilhões.

CVM americana quer ouvir fundador da Terra

Apesar disso, a vida de Do Kwon parece um pesadelo. Além de um investidor frustrado invadir a sua casa no mês passado, a CVM americana também está atrás do criador da Terra.

Embora a SEC já tivesse intimado Do Kwon antes mesmo do colapso de suas duas moedas, LUNA e UST, por conta do Mirror Protocol, Kwon não colaborou com as autoridades e agora estas seguem tentando falar com o desenvolvedor.

Além disso, outras fontes apontam que a CVM americana está investigando uma suposta lavagem de dinheiro por Do Kwon e sua equipe, envolvendo montantes que ultrapassam R$ 390 milhões mensais.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias