Policiais fazem curso sobre criptomoedas, realizado pelo Ministério da Justiça

Agentes que atuam nas regiões Nordeste e Centro-Oeste do Brasil.

Siga no
Sede do Ministério da Justiça e Segurança Pública em Brasília
Sede do Ministério da Justiça e Segurança Pública em Brasília /Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

Vários policiais brasileiros que atuam na região Nordeste e Centro-Oeste participaram de um curso inédito sobre criptomoedas.

Essa iniciativa foi pioneira em reunir oficiais de várias jurisdições estaduais para compartilharem conhecimentos sobre vários assuntos de combate ao crime organizado no Brasil.

Um dos assuntos então acabou sendo o das criptomoedas, que já foi alvo de vários cursos em ministérios públicos do país recentemente. Com a criminalidade associada a esta tecnologia chamando a atenção, autoridades seguem buscando se capacitar sobre o assunto.

Policiais fazem curso sobre criptomoedas para combater organizações criminosas

De acordo com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o 1.º Curso de Enfrentamento às Organizações Criminosas, que aconteceu em Recife (PE), reuniu 40 agentes.

Atuando nas regiões do Nordeste e Centro-Oeste, os policiais presentes puderam aprender mais sobre criptomoedas, lavagem de dinheiro e rastreabilidade, análise fiscal e bancária, gestão e recuperação de ativos no âmbito das polícias judiciárias.

O delegado da Polícia Civil do Mato Grosso Vitor Hugo Bruzulato Teixeira destacou que “além do conhecimento, essa interação entre os colegas que atuam na área é fundamental para o avanço das investigações“.

Curso para policiais sobre criptomoedas organizado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no Brasil
Curso para policiais sobre criptomoedas organizado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no Brasil /Divulgação: Ministério da Justiça e Segurança

Já o delegado da polícia civil do Estado da Bahia, José Alves Bezerra Junior, lembrou que “não há como realizar o enfrentamento ao crime organizado se os estados não agirem em rede. O compartilhamento de boas práticas e a troca de conhecimentos das realidades específicas enfrentadas é essencial para a eficiência do trabalho“.

Este curso inédito tem como intenção aprimorar o combate aos crimes organizados.

Primeiro curso no âmbito do “projeto M.O.S.A.I.C.O.”

Em nota sobre a realização deste curso, o Ministério da Justiça e Segurança Pública lembrou que este foi o primeiro curso de um projeto para apoiar investigações contra o crime organizado. Assim, é importante que as polícias brasileiras atuem em rede, compartilhando conhecimentos e com funcionamento integrado.

“Esse foi o primeiro curso realizado no âmbito do projeto M.O.S.A.I.C.O., que tem como proposta principal apoiar investigações do crime organizado, bem como a atuação em rede e integrada dos profissionais com essa atribuição. O projeto é desenvolvido pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi) e da Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (Segen), com o apoio da Secretaria de Defesa Social, da Polícia Civil e da Escola da Magistratura do estado de Pernambuco.”

No mês de junho, um servidor do Ministério Público Federal divulgou artigo sobre Bitcoin, mostrando que não se pode criminalizar a tecnologia, visto que ela não está prevista na legislação brasileira, dando a entender que “não há crime sem lei anterior que o defina”.

Ou seja, não está claro o porquê do Ministério da Justiça e Segurança Pública envolver o assunto em um evento sobre combate a crimes e o caso certamente chama atenção.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Jack Dorsey abandona Twitter e agora pode se dedicar ao Bitcoin

Jack Dorsey, criador do Twitter, abandonou o cargo de diretor executivo da empresa nesta segunda-feira (29). Seu cargo será ocupado por Parag Agrawal que...

Iate virtual é vendido por R$ 3,7 milhões no Metaverso

O setor do Metaverso parece estar ganhando cada vez mais tração nos últimos dias, após a venda de um terreno por R$ 14 milhões...
Pessoa com óculos de metaverso e encostando em bloco

Banco Inter destaca potencial do Metaverso com criptomoedas

O Banco Inter publicou um novo relatório no qual destaca o potencial do Metaverso com as criptomoedas. Este é apenas mais um relatório publicado...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias