População da Venezuela larga Petro e vê Dólar ocupar espaços

-

Anúncio

A situação da economia venezuelana não está fácil nos últimos anos, principalmente com a alta inflação. Por lá, a população da Venezuela tem abandonado a criptomoeda do governo, a Petro, passando a aceitar o Dólar em seu lugar.

Dessa forma, a dolarização da economia do país tem sido vista e sentida em todos os lugares. Até em transportes como, por exemplo, moto táxi, o Dólar tem sido aceito como meio de pagamento.

Isso é fruto de políticas governamentais que não deram resultados, somado a alta inflação vivida no país. Um bolívar soberano tem tido cada vez mais desvalorização, principalmente em relação ao próprio Dólar (USD). O analista Rhythm lembrou que em 2017 um copo de café custava 0,2 Bolívares, contudo, em 2019 passou a custar 30 mil VEF.

Dólar tem sido mais utilizado que a Petro, moeda que foi criada pelo governo da Venezuela

De acordo com reportagem de Michele de Mello, a moeda dos EUA tem sido bastante utilizada na Venezuela. Isso porque, no comércio e até no transporte, o Dólar tem sido cada vez mais visto como meio de pagamento, por mais irônico que isso possa parecer.

De fato, ainda que os governos dos EUA não tenha uma boa relação diplomática com o da Venezuela, a população deste último entende que o Dólar é uma moeda mais segura que o bolívar soberano, ou até a Petro. Esta última, que é a criptomoeda criada pelo governo para controlar a população, também não emplacou.

Em tempos de hiperinflação fica claro que a procura por dinheiro de confiança é essencial para sobreviver. A população da Venezuela, inclusive, é uma das que mais se atentou para as criptomoedas até hoje. Até por isso, além de criar a Petro, o governo venezuelano aceita o pagamento de impostos em qualquer criptomoeda, até mesmo em Bitcoin (BTC).

Segundo informações de Michele, no comércio o Dólar tem sido a moeda preferida desde 2018. Para um vendedor de 22 anos, o Bolívar é uma moeda que só perde valor.

Desde outubro do ano passado já anunciamos em dólar, porque a Venezuela está dolarizada, o Bolívar já não serve. Com o dólar você ainda guarda algo, com o Bolívar, se você guarda, desvaloriza cada dia mais

Por lá, a Petro tem sido incentivada pelo governo de Nicolás Maduro, mesmo com ressalvas da população. No fim de 2019, até um bônus em Petro foi oferecido para aposentados, e trabalhadores receberam o décimo terceiro nessa moeda.

Dólar é uma moeda de difícil adoção no país por conta dos salários dos trabalhadores

O problema da dolarização, entretanto, está na conversibilidade entre as moedas. A população da Venezuela recebe seus salários em Petro ou Bolívar, logo teriam que comprar Dólar para pode gastar nessa moeda.

Essa conversão, segundo apurou Michele, é complicada para a população. Mesmo assim, há em circulação por toda a Venezuela três vezes mais dólares do que bolívares. O Real Brasileiro também tem sido bastante utilizado pela população mais ao sul do país. As principais portas de entrada de moedas estrangeiras têm sido via remessa bancária ou por atividades turísticas.

Por lá, já há o risco do desaparecimento do Bolívar, que se torna cada vez mais escasso na medida em que perde valor. Os efeitos da dolarização na economia venezuelana já fazem a população ficar de olho na cotação da moeda diariamente. Caso o Dólar valorize, os produtos e serviços são reajustados para evitar perdas.

A economia deste país é altamente dependente do petróleo, que não é mais o foco dos países investir no local. Na América Latina, por exemplo, o país mais atraente para investimentos no setor de petróleo e gás é o Brasil, seguido pela Colômbia, Argentina e México. Fica claro que a Venezuela perdeu sua vantagem estratégica no seu principal ativo, o que acirra a crise de sua moeda nacional.

A dolarização não é maior porque os salários ainda são pagos em bolívar, ou seja, há ainda a necessidade da moeda local. Mesmo assim, outras moedas ganham espaço na Venezuela, sendo atualmente um local estratégico para adoção das criptomoedas.

---------------------------------------------- BitcoinTrade: 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos! Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! www.bitcointrade.com.br
Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Saiba tudo sobre:
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertolucci
Entusiasta de Bitcoin, formado em Análise de Dados e BI.
Anúncios

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Bitcoin é um dinheiro digital

Fenômeno tem sido visto em corretoras de Bitcoin

Um fenômeno foi percebido nos últimos dias, envolvendo algumas corretoras de Bitcoin. O Bitcoin (BTC) é o primeiro dinheiro digital a operar sem instituições...
Criptomoedas: Bitcoin e Altcoins

Preço estável do Bitcoin pode abrir espaço para altcoins

O preço do Bitcoin tem sido considerado estável, com queda na volatilidade, em um cenário que pode ser bom para as altcoins. Com menos...
Campeonato de Trade na Binance

Campeonato de trade na Binance dará até U$ 1 milhão

A corretora Binance resolveu agitar o criptomercado, lançando um campeonato de trade avançado para seus usuários. Os prêmios poderão chegar até U$ 1 milhão...
Gráfico do Bitcoin Imagem Cortesia do PikRepo

O Bitcoin não é a bolha da economia, aponta analista

O momento é crítico no mundo todo, com uma crise global da saúde e financeira agindo em conjunto. Para um analista, o Bitcoin agora...

pandemia do coronavírus provoca nova queda do Bitcoin

A última semana foi especialmente difícil para a economia global. Ao mesmo tempo em que os casos de coronavírus cresceram exponencialmente em todo o...