Presidente da SEC critica mercado de criptomoedas e coloca ETFs de Bitcoin em cheque: “cheio de fraudes”

Gensler também comparou os mercados de criptomoedas e de ações, notando que a NYSE e a Nasdaq não negociam contra seus clientes e que não misturam os fundos de seus usuários. A última parte é, provavelmente, uma indireta à corretora Binance, acusada de manter saldos de perações distintas em uma mesma carteira.

Gary Gensler, presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), voltou a criticar a indústria de criptomoedas nesta quinta-feira (27). Em conversa com a Bloomberg, Gensler afirmou que embora existam pessoas de boa-fé no setor, elas parecem ser a minoria.

Além de processar diversas corretoras e até mesmo projetos de criptomoedas nos últimos anos, a SEC também é a agência responsável pela aprovação ou rejeição dos pedidos de ETF nos EUA.

Desde 2013, a Comissão não aprovou nenhum ETF de Bitcoin à vista. No entanto, Gensler não foi o único responsável por isso. Antes dele, Mary Jo White e Jay Clayton passaram pela cadeira presidencial.

Presidente da SEC critica indústria de criptomoedas

Para Gary Gensler, embora existam boas pessoas na indústria de criptomoedas, elas são poucas. Em conversa com a Bloomberg, o presidente da SEC foi áspero em suas declarações.

“Os investidores não estão recebendo uma divulgação completa, justa e verdadeira de que as plataformas, os intermediários, estão fazendo coisas que nunca permitiríamos”, comentou Gensler, notando que a situação está fora de seu controle.

“Este é um campo repleto de fraudes, repleto de vendedores ambulantes. E também existem atores de boa-fé, mas muitos não são.”

Gensler também comparou os mercados de criptomoedas e de ações, notando que a NYSE e a Nasdaq não negociam contra seus clientes e que não misturam os fundos de seus usuários. A última parte é, provavelmente, uma indireta à corretora Binance, acusada de manter saldos de perações distintas em uma mesma carteira.

Em outro trecho, Gensler também destaca que a SEC não está pronta para controlar o setor de criptomoedas. Novamente, o presidente da SEC. “Atualmente [as corretoras] não são necessariamente compatíveis com essas proteções testadas pelo tempo contra fraude e manipulação”, concluiu.

Por fim, suas declarações podem dar uma pista sobre o pensamento da Comissão sobre os novos pedidos de ETF de Bitcoin à vista, incluindo da BlackRock. No entanto, o Bitcoin não apresentou queda após as falas de Gensler, ainda estático na casa dos US$ 29.400.

Presidente da SEC também falou sobre caso da Ripple

Há duas semanas, a SEC perdeu um processo contra a criptomoeda Ripple (XRP) após uma longa batalha nos tribunais americanos. Na data, tanto a XRP quanto outras criptomoedas dispararam.

Questionado se a SEC apelará à decisão, Gensler classificou a pergunta como “excelente”, mas preferiu não dar uma resposta, mas fez novas declarações generalizadas.

“As leis mobiliárias são claras”, disse Gensler sobre criptomoedas em geral. “Se o público estiver investindo em seu produto porque estão antecipando lucros baseados nos esforços do projeto ou seus empreendedores…”

Por fim, a Comissão ainda parece contrária tanto às criptomoedas quanto às corretoras que permitem a negociação das mesmas, e há pouca chance disso mudar em um futuro próximo.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias