Programa de certificação da Bitmain será expandido

Antes, apenas os mineradores da China conseguiam acesso a essa certificação!

Siga no
Máquinas de mineração de Bitcoin da Bitmain
Máquinas de mineração de Bitcoin da Bitmain - Reprodução

A mineração de Bitcoin é uma atividade essencial da rede, que garante o funcionamento da rede e segurança. Uma das principais empresa do mercado de mineração hoje, a Bitmain afirmou que irá expandir seu programa de certificação para outros países.

Quem desejar ser um profissional certificado em equipamentos de mineração de Bitcoin hoje, deve ir até à China. País natal da Bitmain, e de onde é feita a maior parte da mineração no mundo, a Bitmain já certifica os profissionais responsáveis pelas máquinas ASICs.

Contudo, a Bitmain afirmou que seu projeto “Ant Training Academy“, que certifica profissionais na manutenção de equipamentos, será expandido. De início, a novidade chega na América do Norte, primeira região após a China a receber o treinamento.

Empresa Bitmain é uma das principais a construir máquinas de mineração de Bitcoin
Empresa Bitmain é uma das principais a construir máquinas de mineração de Bitcoin – Reprodução

Programa de certificação da Bitmain será expandido para países fora da China

Para garantir a segurança da rede Bitcoin e tornar uma transação válida na rede, a mineração é parte necessária do ecossistema. Atualmente, essa atividade é desempenhada em vários países, sendo a China um dos destaques. Mesmo assim, nos EUA e Europa também há fazendas de mineração que buscam seu espaço no mercado.

Referência em mineração de Bitcoin, as máquinas produzidas pela Bitmain são as mais famosas do mercado. Entretanto, quando uma ASIC (placa gráfica para mineração de Bitcoin) dá problema, não é fácil encontrar alguém com habilidades para fazer os reparos, sendo as únicas certificações disponíveis na China.

Na última quinta (28) a Bitmain lançou uma novidade que irá corrigir essa falha. Em parceria com a Core Scientific, empresa que já atua no mercado blockchain dos EUA, a Bitmain anunciou que irá capacitar profissionais nos EUA. O anúncio foi comemorado pela comunidade Bitcoin nos EUA, uma vez que torna o país mais uma referência no assunto.

Os treinamentos serão feitos na cidade de Dalton, no estado da Geórgia, com 33 mil moradores. Os cursos serão os mesmos que atualmente estão disponíveis apenas na China, com previsão de início no outono dos EUA, que começa em setembro e vai até novembro.

Máquina de mineração de Bitcoin
Máquina de mineração de Bitcoin – Reprodução

Qual valor da capacitação para recuperar equipamentos da Bitmain?

A certificação da Bitmain foi criada ainda em 2017, como uma forma de mostrar quais profissionais são capacitados em recuperar com confiança suas máquinas. As mineradoras de Bitcoin são equipamentos sofisticados, logo sua manutenção depende de alta capacitação.

O CEO da Core Scientific, Jeff Taylor afirmou que será muito positivo ao mercado ter essa certificação da Bitmain na América do Norte.

Estamos muito empolgados em fazer parceria com a Bitmain para trazer a Ant Training Academy da Bitmain de classe mundial para a América do Norte

Na China, a capacitação custa até U$ 2500 por pessoa (R$ 13300), para um curso de duas semanas. São pelo menos dois níveis de capacitação, que incluem a parte teórica e prática de como dar manutenções em equipamentos da Bitmain. Nos EUA, ainda não foi informado quanto irá custar a certificação.

Saber qual peça precisa de reparo é fundamental para fazendas de mineração de Bitcoin, podendo trazer mais ganhos aos donos desses locais, que possuem altos custos. Uma troca de uma peça quebrada pode demorar até três horas, quando a garantia da Bitmain pede até 3 meses de prazo. De fato, alguns lotes de mineradoras da Bitmain tiveram até 30% de falha.

Nos EUA surgiram muitas empresas de mineração e a novidade é importante para descentralizar o processo de manutenção em escala global, declarou Nathaniel Yu, gerente de marketing da Bitmain. A empresa foi fundada em 2013 e é uma das mais importantes para a segurança do Bitcoin nos últimos anos. Por fim, não está claro se há planos da certificação chegar em outros países por enquanto.

Qual a certificação no mercado de Bitcoin mais importante hoje?

A certificação é uma maneira de apresentar profissionalmente os conhecimentos para conferir autoridade sobre um assunto. Como o Bitcoin é uma área nova, é difícil encontrar alguém com propriedade técnica para explicar sobre o assunto, principalmente quando há necessidade de empresas desses profissionais.

Contudo, a certificação em Bitcoin mais famosa do mundo a ser considerada é CryptoCurrency Certification Consortium (C4). Feita com padrões de conhecimento de vários analistas, como Vitalik Buterin e Andreas Antonopoulos, a C4 garante certificações para os interessados no assunto.

CryptoCurrency Certification Consortium (C4) é a maior certificação em Bitcoin do mundo atualmente
CryptoCurrency Certification Consortium (C4) é a maior certificação em Bitcoin do mundo atualmente – Reprodução

Com envolvimento de várias empresas do setor, as certificações da C4 podem certamente ser consideradas como a mais importante. As certificações em Bitcoin, entretanto, estão disponíveis apenas em inglês para os interessados. O custo para se tornar um profissional certificado em Bitcoin pela C4 é de 39 dólares canadenses, ou cerca de R$ 150.

No Brasil algumas associações já começaram a discutir o tema de certificações para os profissionais do setor. Ainda hoje, ainda não há uma certificação famosa no país, mas caso conheça alguma interessante, deixe nos comentários abaixo.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Guggenheim

Gigante de Wall Street pede aprovação da SEC para investir até R$ 2.6 bi...

A gigante americana de serviços financeiros Guggenheim Partners entrou com um pedido na Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC) para investir até $ 500...

Guru de “A grande aposta” compara bitcoin com Tesla: “bolha”

Michael Burry - o famoso investidor interpretado por Christian Bale no filme "A grande aposta" - comparou a Tesla com o bitcoin, chamando ambos...

Produtora do Big Brother, Master Chef e The Voice é atacada por ransomware e...

Uma gigante da televisão está enfrentando um cenário assustador. O grupo francês Banijay informou na quinta-feira (26) que sofreu um ataque cibernético que afetou...

Últimas notícias

Guru de “A grande aposta” compara bitcoin com Tesla: “bolha”

Michael Burry - o famoso investidor interpretado por Christian Bale no filme "A grande aposta" - comparou a Tesla com o bitcoin, chamando ambos...

Produtora do Big Brother, Master Chef e The Voice é atacada por ransomware e tem dados vazados

Uma gigante da televisão está enfrentando um cenário assustador. O grupo francês Banijay informou na quinta-feira (26) que sofreu um ataque cibernético que afetou...

Hackers invadem site do governo da Argentina e ameaçam vazar 50GB de dados

Vários países da América Latina seguem perseguidos por ataques cibernéticos, principalmente com os chamados ransomwares. O novo caso de ataque seria uma invasão ao...