Clientes da Binary Bit protestam em frente a casa de sócio da empresa

Siga no
Protesto contra Binary Bit, Imagem: Bnews
Protesto contra Binary Bit, Imagem: Bnews

Pessoas que se setem lesadas pela suposta pirâmide financeira BinaryBit protestaram na última terça-feira (22) em frente a casa de Ricardo Toro, presidente da empresa.

Clientes alegam que já faz mais de 1 mês que a Binary Bit não paga. Assim, os manifestantes alegaram que nem satisfação estão recebendo dos sócios da empresa e que um deles já havia fugido do Brasil com todo o dinheiro.

A manifestação contou até com a presença de uma viatura da Polícia Militar do Estado da Bahia. O evento ocorreu em frente a um condomínio chamado Greenville.

Retornos ilusórios de até 30% ao mês

Segundo o site BNews, investidores estariam tomando empréstimo no banco para investir na promessa de obter 30% ao mês.

Uma das fontes ouvidas pelo BNews, afirmou que “tomou empréstimo de R$ 30 mil no banco” para investir. Levando em conta a taxa de juros de 8% ao mês, em uma operação de altíssimo risco e não aconselhada por nenhum especialista em finanças, a pessoa teria teoricamente 22% de lucro.

Promessas vazias e vídeo tentando acalmar investidores

Ricardo Toro teria feito ainda uma live tentando acalmar investidores. A controvérsia é que a live não permitia comentários. Então, os investidores não puderam se expressar ou protestar no vídeo contra as medidas tomadas pelo empresário.

Vale lembrar que a Binary Bit nunca provou de fato trabalhar e operar com criptomoedas e não se trata de uma exchange ou plataforma de bitcoin legítima, segundo especialistas do setor.

Assim, retornos de 30% ao mês garantidos, sem riscos, atraem pessoas desavisadas e crentes que se trata de algo possível. Nem mesmo os melhores gestores de consagrados fundos de investimentos conseguem obter tal performance e mesmo que obtenham podem apresentar grandes prejuízos por meses ou até anos consecutivos. O mercado de renda variável, de trading ou qualquer produto financeiro apresenta sempre risco envolvido.

CVM já estava de olho na BinaryBit

Vale lembrar que a CVM já havia acusado a BinaryBit por uso indevido de seu nome, sendo essa, uma forma de tentar dar legitimidade ao suposto esquema.

Em conclusão, vale lembrar que seguindo as práticas da educação financeira, não se deve de jeito algum aplicar dinheiro de empréstimo ou dinheiro de reserva de emergência em negócios de alto risco, muito menos ainda em negócios suspeitos.

Busque grupos especializados e criptomoedas e sempre busque informações sobre empresas antes de investir e nunca ouça a opinião de uma só pessoa.

AbraNetwork pede solução

A AbraNetwork (Associação Brasileira de Network Marketing), associação que diz atuar “no combate a pirâmides, e trabalhar pela regulamentação do setor” – mas que atualmente têm 4 empresas investigadas pela CVM em seu portfólio – pediu em um comunicado oficial solução por parte da Binary Bit.

No comunicado, a Associação diz que o presidente da Binary Bit deve apresentar um plano pra resolver o problema dos clientes. Veja a nota:

Levando em conta o processo associativo dessa empresa, que encontra-se documentalmente completo, porém ainda não finalizado, vez que ela ainda não é associada desta instituição, apenas pleiteia ser;

Tendo em vista a irrealização das liquidações objetivadas pela empresa para a data de ontem;

E sabendo-se que os pagamentos devidos pela empresa devem ser últimados com celeridade.

Convocou o Presidente desta instituição uma reunião extraordinária da diretoria executiva, que deliberou o seguinte:

1- A BINARY BIT deverá apresentar plano de pagamentos realista aos seus associados e cumpri-lo integralmente;

2- deverá também apresentar relação de garantias dos valores devidos a terceiros e colocá-los à disposição desses;

3- deverá submeter suas contas a uma auditoria independente e apresentar relatório dessa due dilligence a ABRANETWORK no prazo de 10 dias;

4- deverá apresentar novo plano de negócios e contrato com seus associados, retirando a bonificação de binários até então existente;

5- deverá implementar uma solução de pagamentos como o BINARY BANK, a fim de resolver definitivamente as questões de fluxo desses pagamentos;

6- e implementar uma forma garantidora, como um Fundo, para subtrair as dúvidas do mercado.
Até que se implementem essas decisões e sugestões, vez que são questões de gestão interna da empresa e não têm a ingerência desta instituição, a diretoria deliberou pela suspensão do processo de filiação ainda incompleto da BINARY BIT.

Rio de Janeiro, 22 de outubro de 2019

Leia mais sobre:

“Ninguém vai banir o Bitcoin”, diz diretor do Dep. do Tesouro dos EUA

Brian Brooks, o diretor do Gabinete Controlador da Moeda (em inglês, Office of the Comptroller of the Currency - OCC) comentou sobre os rumores de...
PayPal App

PayPal: “Criptomoedas precisam de regulação”

Para o CEO do PayPal, Dan Schulman, o mercado de criptomoedas precisa trabalhar em estreita colaboração com reguladores para ter uma "chance de sobrevivência"....
Blocos pirâmide financeira crimes financeiros

Crimes financeiros crescem no Brasil, diz CVM

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) apontou em um relatório que o número de crimes financeiros no país aumentou. Apenas em 2020, pelo menos...

Últimas notícias

PayPal: “Criptomoedas precisam de regulação”

Para o CEO do PayPal, Dan Schulman, o mercado de criptomoedas precisa trabalhar em estreita colaboração com reguladores para ter uma "chance de sobrevivência"....

Crimes financeiros crescem no Brasil, diz CVM

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) apontou em um relatório que o número de crimes financeiros no país aumentou. Apenas em 2020, pelo menos...

Receita Federal agora aceita pagamento de impostos com PIX

A Receita Federal vai começar a aceitar pagamento de impostos através do PIX. A ação vai permitir que um código PIX passe a ser...