Protestos nos EUA já citam Bitcoin para fugir da opressão feita pelo governo

Protestos nos EUA começam a levantar soluções para fugir de opressão!

Siga no
Protestos nos EUA já falam em usar Bitcoin para fugir da opressão feita pelo governo
Protestos nos EUA já falam em usar Bitcoin para fugir da opressão feita pelo governo - Reprodução/Twitter

O mundo foi tomado pelo clima de comoção após a morte de George Floyd, com graves acusações de racismo e abuso policial. Dessa forma, com intensos protestos, o Bitcoin já começa a ser divulgado como meio de fugir da opressão do governo dos EUA.

Desde o dia 25 de maio, passaram a circular imagens em redes sociais da morte de George Floyd. O homem negro teria sido morto após uma atuação infeliz do policial Derek Chauvin, que culminou na morte de Floyd.

Intensos protestos contra o racismo eclodiram em vários países, inclusive no Brasil, com pessoas marchando pelas ruas. Indicado como um protesto silencioso, o Bitcoin foi lembrado em recente evento nos EUA, ao citar o governo como opressor monetário.

“Vocês estão nos oprimindo pelo dinheiro”, disse líder de protestos nos EUA ao citar Bitcoin como opção

O Bitcoin (BTC) é uma moeda digital que funciona pela internet e não possui nenhum governo por trás. Sua emissão é feita pelo trabalho dos mineradores, que são empresas e pessoas comprometidas com a segurança da rede.

Criado em 2009, por Satoshi Nakamoto, o Bitcoin desponta em 2020 como uma das principais soluções alternativas de dinheiro. Isso porque, seu funcionamento independe dos bancos centrais, que pouco (quase nada) podem fazer para interromper suas transações.

Contudo, os bancos centrais seguem imprimindo dinheiro no mercado, práticas vistas com receio pela população pobre. Nos últimos dias, por exemplo, o Banco Central Europeu afirmou que irá imprimir muito dinheiro, ao que a CNBC chamou de impressão infinita.

Cientes dessa opressão feita pelos bancos centrais e governos, que ao imprimir dinheiro beneficiam poucos, os protestos dos EUA citaram o Bitcoin como o remédio para o mal. Um dos líderes em um protesto recente foi pego falando sobre a opressão do governo, e pedindo que a comunidade negra estude Bitcoin para se proteger.

“Quero apresentar uma solução financeira alternativa. As elites desse país e do mundo usam o nosso dinheiro para nos oprimir. Eles estão nos matando com nosso próprio dinheiro. Quero apresentar uma ferramenta, é o Bitcoin, estudem”, disse o homem durante protestos

O homem ainda lembrou que as pessoas devem aprender o que é Bitcoin para evitar que as elites continuem matando os pobres com seu dinheiro sujo. Além disso, lembrou que as pessoas devem comprar pelo menos U$ 5 por semana, mas não se ajoelhar perante o dólar dos EUA.

Bitcoin é uma boa ferramenta de protesto contra governo?

O governo dos países atuam na emissão de divisas, conhecidas também como moedas fiduciárias. Com essas moedas, como o Real, por exemplo, as pessoas confiam que possuem uma boa reserva de valor, um bom meio de troca e unidade contábil.

Contudo, com a corrupção de governantes aliada a baixa transparência do caminho que o dinheiro segue após sua impressão, a inflação faz pressão sobre as camadas mais pobres. Ou seja, a moeda fiduciária, que só funciona com a confiança de uma população, se torna motivo de desconfiança.

Nos protestos dos EUA, o Bitcoin tem sido apontado como um protesto silencioso, visto que ao comprar BTC, uma pessoa “sai do sistema” fiduciário. Tal situação já foi vista na Venezuela, quando a população desacreditou do Bolívar, preferindo as criptomoedas.

Além disso, situações como as vistas no Líbano, em que protestos físicos contra corrupção no banco central são mais comuns, o Bitcoin se mostra mais forte. Ao sair para protestar, as pessoas correm o risco duplo de opressão, ao ter que enfrentar forças policiais e aumentando as chances de serem mortas.

De acordo com o entusiasta do Bitcoin Jimmy Song, os protestos na rua vão acabar quando as pessoas perceberem onde está sua verdadeira força. Ao retirar o poder de financiar o governo (estado), deixando de usar moedas fiduciárias, as pessoas acabam com a opressão monetária. O entusiasta acredita, enfim, que o Bitcoin é um protesto eficiente.

A opressão monetária é sutil, simples, eficaz e difícil de combater. A opressão monetária é a cabeça da praia a partir da qual a opressão de qualquer outro tipo lança sua ofensiva. Retire a base e toda a opressão começa a desmoronar. Bitcoin é a mudança sistêmica

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

“5000 bitcoins grátis”, Zangado tem canal hackeado com golpe de bitcoin

O Zangado, um dos maiores youtubers do Brasil e um dos mais icônicos criadores de conteúdo para o público gamer acabou de ter o...

Líderes de golpe com bitcoin são condenados a 11 anos de prisão

Os líderes de um dos maiores golpes com bicoin da história foram julgados e considerados culpados por fraudar milhares de investidores em 14,8 bilhões...
No futuro você se arrependerá amargamente de ter escrito isso

“Você se arrependerá por escrever isso”, Daniel Fraga em 2013 sobre quem zombava do...

Quem comprou bitcoins antes de 2015 provavelmente está bem contente hoje (caso tenha mantido a moeda). Mas você sabia que tem muita gente que...

Últimas notícias

Líderes de golpe com bitcoin são condenados a 11 anos de prisão

Os líderes de um dos maiores golpes com bicoin da história foram julgados e considerados culpados por fraudar milhares de investidores em 14,8 bilhões...

“Você se arrependerá por escrever isso”, Daniel Fraga em 2013 sobre quem zombava do bitcoin

Quem comprou bitcoins antes de 2015 provavelmente está bem contente hoje (caso tenha mantido a moeda). Mas você sabia que tem muita gente que...

Agora é possível fazer saque de criptomoedas em Banco24Horas

Agora é possível realizar saques de criptomoedas em caixas eletrônicos. A ação é resultado de parceria do Banco Capitual com a TecBan, que agora...