Qual criptomoeda teve maior valorização em 2019?

Não é a que você está pensando. É outra.

Siga no
Chainlink
Você conhece a logo acima?

O ano de 2019 ainda não terminou, mas você já pode estar curioso sobre qual criptomoeda mais valorizou em 2019. Este ano tivemos uma tonelada de ofertas inicias de moedas (ICOs), e a maioria delas foi um grande fracasso. Algumas foram bem sucedidas, mas poucas estão com um retorno de investimento alto.

Uma das criptomoedas que mais valorizou em 2019 foi a Binance Coin (BNB). O projeto é diferente de criptomoedas como Litecoin ou o próprio Bitcoin, que têm o objetivo de ser uma moeda.

A Binance Coin é um token de utilidade. Isso significa que os usuários só vão usá-lo no ecossistema da Binance (a maior corretora de Bitcoin do mundo). O CEO da Binance é Changpeng Zhao. Ele e sua equipe conseguiram fazer da BNB um sucesso. O bom sobre a moeda da Binance é que ela vem com liquidez natural. É uma das criptomoedas mais fortes hoje em dia e tem um volume crescente.

O fundador do projeto emitiu 200.000.000 de BNB por meio de uma ICO de sucesso em 2017. Naquela época, uma Binance Coin custava US $ 0,10. Quem usa a BNB na corretora tem desconto nas taxas de negociação.

No primeiro ano, os detentores da BNB receberam descontos de 50%, depois descontos de 25% no segundo ano, terceiro ano em 12,5%, 6,75% no quarto e assim por diante. A Binance também faz uso de 20% dos lucros a cada trimestre para recomprar as moedas BNB.

É inegável que Binance Coin é uma das criptomoedas de mais rápido crescimento do mundo em 2019. Mas, a moeda que mais valorizou até agora em 2019 não foi a BNB.

Qual criptomoeda mais valorizou?

De acordo com dados do site Messari, a criptomoeda que mais valorizou em 2019 até o momento foi a ChainLink (LINK) (+657%), falamos dela em novembro de 2018, veja aqui onde comprar ChainLink.

O projeto da ChainLink é ser um “oráculo descentralizado, permitindo que qualquer usuário crie um node que forneça dados externos (off-chain). Os operadores de um node são remunerados pelo fornecimento de dados externos com a token LINK.”

A segunda colocada foi a Project Pai (PAI) (+564%) uma criptomoeda desconhecida. Em terceiro, a Binance Coin (+469%), seguida pela Tierion (TNT) (+359%) (Também desconhecida e Ravencoin (RNV) (+322%) bastante popular.

Veja abaixo a lista das 20 criptomoedas que mais valorizaram em 2019.

Criptomoedas que mais valorizaram em 2019. Imagem Mezari
Criptomoedas que mais valorizaram em 2019. Imagem Mezari

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org
Hacker e Bitcoin

Hacker rouba R$ 64 milhões em bitcoin da DeFi pNetwork

Enquanto o setor DeFi luta para continuar crescendo e provando seu valor, ele continua enfrentando diferentes problemas em suas plataformas. Desta vez um ataque...
Punhos de grupo de manifestantes erguidos no ar

Clientes da empresa do “Faraó dos bitcoins” protestam contra autoridades

Os clientes da GAS Consultoria intensificaram os protestos contra as autoridades brasileiras nesta segunda-feira (20), desta vez em frente ao TRF2 no Rio de...
Fundador Mercado Livre

Fundador do Mercado Livre investe em corretora de criptomoedas

O fundador e CEO do Mercado Livre, Marcos Galperin, participou de uma rodada Série B de investimentos na fintech Ripio, que captou cerca de...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias