Quase R$ 1 milhão em bitcoins roubados em novo golpe de suporte falso

Criminosos criaram perfil falso de suporte de exchange e conseguiram roubar mais de 23 bitcoins de investidor.

Siga no

Um golpe terminou com a prisão de um suspeito de roubar 23,2 bitcoins de um investidor. A fraude aconteceu através do Twitter, onde o criminoso criou um perfil falso em nome da exchange HitBTC. Ao criar um suporte falso pelo Twitter, o criminoso conseguiram roubar as credenciais da vítima e transferiram quase R$ 1 milhão em bitcoins. O homem detido contou ainda com a ajuda de outro acusado que está foragido.

Perfis falsos podem resultar em golpes irreparáveis. Nem todos os casos conseguem ser solucionados, e muitos investidores já perderam milhões de reais dessa forma. Além disso, dificilmente o suporte de uma corretora de criptomoedas pediria informações sigilosas, como a senha do usuário, por exemplo.

Investidor não percebeu que estava caindo em um golpe

Dois criminosos criaram uma conta falsa para um suporte inexistente da HitBTC. A conta foi criada no Twitter e conseguiu fazer um investidor como vítima. Foram roubados quase R$ 1 milhão em bitcoins de uma única conta.

O perfil @HITBTCAssistant foi criado pelos criminosos no Twitter, em busca de oferecer um falso suporte da exchange HitBTC. O nome da corretora de criptomoedas – sediada em Hong Kong – foi usado no golpe envolvendo dois canadenses que acabaram sendo detidos.

O roubo de 23,2 bitcoins aconteceu através do acesso a conta de um morador da cidade de Oregon, nos Estados Unidos. Os criminosos pediram as credenciais do investidor, onde as criptomoedas foram roubadas. Após o acesso a conta da vítima na HitBTC, um dos criminosos transferiu os bitcoins para sua própria conta na exchange Kraken.

Criminosos transferiram bitcoins para contas pessoais

O crime envolvendo o roubo de bitcoins aconteceu em Oregon, nos Estados Unidos. Enquanto isso, o criminoso Karanjit Singh Khatkar, de 23 anos, foi detido no Aeroporto Internacional McCarran. O homem chegava em Las Vegas, em Nevada, quando foi detido por autoridades norte-americanas.

A dupla de criminosos vivia em Surrey, no Canadá. Além de Karankit, Jagroop Singh Khatkar, 24, também participou do crime. O canadense continua foragido das autoridades. O rastreamento dos bitcoins foi possível após a verificação das transações realizadas pela dupla.

Os 22,3 bitcoins foram transferidos, inicialmente, para a conta de Karanjit na corretora de criptomoedas Kraken. Após a primeira transferência, o criminoso enviou 11,6 unidades da criptomoeda para Jagroop Singh Khatkar. A transferência aconteceu entre contas dos criminosos na Kraken.

Karanjit ficará detido nos Estados Unidos até o seu próximo julgamento. A prisão do envolvido no caso do roubo de bitcoins foi decidida em uma audiência na última terça-feira (20) pela justiça norte-americana.

“Em uma audiência em 20 de agosto de 2019 ele foi detido, aguardando julgamento de quatro dias programado para começar em 8 de outubro de 2019”.

Um dos criminosos foi preso nos Estados Unidos

A audácia dos criminosos envolvidos no roubo de bitcoins chama a atenção da comunidade cripto. A vítima foi convencida até a oferecer dados de acesso a exchange Kraken. Embora o suporte falso oferecido pelos criminosos fosse supostamente da HitBTC, isso não impediu os canadenses de obter informações de outra exchange.

Um dos criminosos foi detido pelas autoridades dos EUA. Os dois devem responder por vários crimes, caso o outro seja também detido. A conta criada pelos criminosos no Twitter atuou entre outubro de 2017 até agosto de 2018, procurando vítimas ao oferecer o falso suporte da HitBTC.

Além de fraude eletrônica, os jovens podem responder por lavagem de dinheiro. Em relação a fraude eletrônica, são cinco acusações contra a dupla. Por outro lado, ainda há acusações de roubo de identidade, três no total. Não existem pistas do paradeiro do criminoso que está foragido, segundo a justiça norte-americana.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

DeFi dispara e bate novos recordes

O ecossistema Ethereum de Finanças Descentralizadas (DeFi) ultrapassou em muito seu recorde anterior. A capitalização de mercado de todos os tokens agora é de...

Miami pode ser a primeira cidade a ter reservas em Bitcoin

O prefeito de Miami, Francis Suarez, vem, desde dezembro de 2020, considerando apostar no Bitcoin para fazer parte das reservas da cidade. Segundo Suarez,...
PayPal e Bitcoin criptomoedas blockchain

Ações do PayPal podem valorizar 46% “graças ao Bitcoin”, diz analista

Por causa do Bitcoin, o PayPal pode alcançar uma incrível valorização no preço das suas ações. Um analista da Mizuho Securities elevou sua estimativa...

Cotações por TradingView

Últimas notícias

Miami pode ser a primeira cidade a ter reservas em Bitcoin

O prefeito de Miami, Francis Suarez, vem, desde dezembro de 2020, considerando apostar no Bitcoin para fazer parte das reservas da cidade. Segundo Suarez,...

Ações do PayPal podem valorizar 46% “graças ao Bitcoin”, diz analista

Por causa do Bitcoin, o PayPal pode alcançar uma incrível valorização no preço das suas ações. Um analista da Mizuho Securities elevou sua estimativa...

Irã sofre com apagões, governo culpa mineração de Bitcoin

O governo do Irã tem apontado que os recentes apagões ocorridos no país têm sido causados pelo alto consumo das fazendas de mineração de...

Banco Central da Nova Zelândia é hackeado

Há uma semana, no domingo (10), o Banco Central da Nova Zelândia foi alvo de um ataque hacker que deixou graves consequências. As autoridades...

Binance abre inscrições para voluntários no Brasil

Quem busca empreender com criptomoedas ou mesmo ingressar nas comunidades brasileiras, uma oportunidade de aprendizado surgiu nos últimos dias. A Binance, a maior maior...