“Quem não investe em criptomoedas vai se arrepender”, diz Felipe Neto

Em junho deste ano, Neto também anunciou que estava entrando no mercado de NFTs e que lançaria sua própria coleção e mercado de tokens não fungíveis, pedindo até que seus seguidores estudassem sobre a blockchain e as criptomoedas. 

Siga no

Felipe Neto, um dos maiores youtubers do mundo e um dos mais reconhecidos no Brasil surpreendeu muitos nesta quarta-feira, 25, ao usar o seu Twitter para falar sobre o criptomercado.

Mas ele não simplesmente falou positivamente sobre as criptomoedas, o famoso youtuber disse que, na opinião dele, quem não está investindo em criptomoedas vai se arrepender no futuro. 

O YouTuber, que tem mais de 30 milhões de inscritos no Youtube e mais de 13 milhões de seguidores no Twitter, falou na tarde desta quarta-feira que acredita que o criptomercado ainda é uma ótima oportunidade de investimentos, oferecendo oportunidades para o futuro.

Para o famoso Youtuber quem não investir hoje vai se arrepender “assim como muita gente já se arrepende de não ter começado a investir em 2017-2018.” 

Muita gente se arrepende

A referência a 2017 e 2018, quando muita gente se arrependeu de não ter comprado nos anos antes da moeda disparar. Ou então a referência é ainda mais recente, afirmando que quem não comprou em 2018 se arrepende hoje depois da alta de várias criptomoedas após o começo de 2020.

Independente da referência, é uma surpresa para muitos ver alguém tão grande na internet falando de maneira tão positiva sobre investimentos em criptomoedas.

No entanto, quem estava acompanhando as “aventuras” do influenciador nas redes sociais sabe que não é de agora que ele está sinalizando uma posição positiva às criptomoedas e principalmente a ADA, criptomoeda da Cardano, comemorando a alta que a moeda teve nas últimas semanas, com alta acima de 140%.

Em junho deste ano, Neto também anunciou que estava entrando no mercado de NFTs e que lançaria sua própria coleção e mercado de tokens não fungíveis, pedindo até que seus seguidores estudassem sobre a blockchain e as criptomoedas. 

Ou seja, apesar de muitos acharem curioso a indicação direta de Felipe Neto para investimento no criptomercado, não é algo que veio do nada completamente e ele parece estar “se aquecendo” para esse setor cada vez mais.

Com o grande número de seguidores esse é um vetor importante para a exposição ao criptomercado, podendo alcançar um grupo novo de pessoas que podem se tornar investidores em um futuro próximo.

Alguns criticaram os efeitos que a opinião dele poderia ter em seus seguidores, principalmente aqueles que não entendem bem sobre o setor e podem acabar cometendo o erro de investir sem poder e se arrepender no futuro, mas também há aqueles que podem se motivar a tentar aprender mais sobre esse tipo de investimento, fortalecendo a base do setor.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Queda da Dogecoin DOGE despenca desvalorização brasileiro

Brasileiro perde R$ 2,6 milhões com queda da Dogecoin, mas ainda acredita na moeda

O brasileiro que mora nos Estados Unidos, Glauber Contessoto, perdeu R$ 2,6 milhões em Dogecoin com a recente queda da moeda no mercado. O fenômeno...
LNBTC

Usuário avisa empresas sobre falha em serviços de custódia da Lightning Network

Reckless Satoshi, um usuário do Reddit, fez uma postagem relatando que serviços de custódia que trabalham com a Lightning Network tinha um ponto de...
Ethereum. (Imagem: Adobe Stock)

Pânico? R$6,6 bilhões em Ethereum saíram das exchanges na semana passada, R$4,2 bi voltaram...

Na quarta-feira passada, dia 15 de setembro, cerca de 363.240 ETH foram sacados de exchanges centralizadas, ontem, no entanto, 258.050 ether voltaram para endereços...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias