Recado da Antpool para a Ethereum: Fork Monero

A Antpool, uma empresa que controla atualmente a maior parte da mineração da rede Bitcoin, faz parte da empresa Bitmain, que recentemente anunciou que criou uma Asics para mineração de Ethereum, agora manda um recado a comunidade Monero.

A Monero utiliza para validação de seus blocos o algoritmo CryptoNight, que era no início minerado por CPU, passou a ser utilizado GPU e agora possui Asics realizando esse trabalho para a rede, o que aumenta a dificuldade de se obter recompensa pela mineração de blocos, visto que a capacidade de processamento de uma Asics é superior a de GPU ou mesmo CPU.

A Ethereum utiliza também a prova de trabalho para validar os blocos na sua rede, com o algoritmo Ethash, que até então supunha-se ser resistente ao trabalho das Asics, até o anúncio da Bitmain que estaria trabalhando na produção das mesmas recentemente, e após isso, confirmado pela empresa esta semana com a produção da Antminer E3.

A comunidade Ethereum, após essa inédita produção da Bitmain que afeta a concorrência pela recompensa dos blocos da rede diretamente, resolveu pensar em fork e até então isso é uma possibilidade de acontecer, conforme havíamos trago em outra notícia, também proposto por um membro da comunidade Ethereum EIP 958.

Porém na data 04-04-2018 a Bitmain, através da Antpool, anunciou que fará um fork na rede Monero da data 06-04-2018, de forma que “essa é uma decisão em respeito aos mineradores da rede e a atual demanda”.

Obviamente, com os planos de fork da rede Ethereum no auge do debate, o fork da rede Monero realizada pela Bitmain pode soar como uma tempestade a ser acalmada junto aos planos de Vitalik Buterin e sua equipe de desenvolvedores, além é claro da comunidade da Monero.

Muitas pessoas que acompanham o mercado de criptomoedas foram ao debate em redes sociais pelo mundo, de forma que muitos analisaram a posição da empresa como uma afronta a possibilidade de hard fork da rede Ethereum.

Há ainda boatos que já rolavam nas mesmas redes de que essa possibilidade de fork do Ethereum já era esperada pela Bitmain e provavelmente estava nos planos da empresa, antes mesmo do anúncio da nova Asics produzida, o que neste caso demonstraria que o fork anunciado na rede Monero pela Antpool, pode ser um indicativo claro dos planos da Bitmain para manter sua Asics no mercado e se necessário criar novas redes da qual detenha o poder de mineração de suas máquinas.

No mundo das criptomoedas é notável que nenhuma comunidade, seja de qualquer moeda que trabalha com a mineração de prova de trabalho, quer que a mineração fique centralizada, visto que isso acarretaria em um cenário de provável ataque 51%, que na rede Ethereum atual possui chances mínimas de acontecer.

Cabe acompanhar os desdobramentos dos acontecimentos de duas redes diferentes afetadas pelas máquinas de uma empresa, sendo que a mesma mostra ao mercado que não está para brincadeira e pode afetar o funcionamento e projetos das criptomoedas, seja positivamente ou negativamente, afinal não sabemos o que pode acontecer com essas novidades.

Fonte: Twitter Antpool