Receita Federal dos EUA vai confiscar criptomoedas de quem deve impostos

IRS não está apenas "de conversa". Além de falar da possibilidade de confiscar as criptomoedas, a agência também está correndo atrás de diferentes maneiras de monitorar as transações feitas no criptomercado.

Siga no

A Internal Revenue Services (IRS) – que funciona como a principal agência fiscal dos EUA – tal como a Receita Federal aqui no Brasil, anunciou recentemente que caso algum contribuinte não esteja em dia com o pagamento de impostos, ele pode ter as suas criptomoedas confiscadas pela autoridade.

De acordo com informações da Bloomberg Law, que acompanhou uma conferência virtual realizada pela American Bar Association, com participação de oficiais da IRS, a agência está explorando novas maneiras de conseguir punir contribuintes para que eles paguem o que estão devendo ao governo.

De acordo com Robert Wearing, Diretor Geral Adjunto do Conselho de Procedimentos e Administração da IRS, o governo dos EUA está considerando ativos digitais como propriedade. 

Sendo assim, esses ativos podem ser confiscados para pagar débitos dos contribuintes.

“A conclusão é: A IRS vai confiscar essa propriedade e vai tentar seguir os procedimentos padrões da agência para vender esses ativos e liquidar a dívida do contribuinte.”

De acordo com o artigo, a autoridade confiscar criptomoedas vem de posições adotadas pela agência desde 2014, quando começou a considerar criptomoedas como propriedade a partir do fato que contribuindo realizam ganhos ou perdas a partir da venda desses ativos, encaixando-os na definição de propriedade (e por isso devem ser declaradas).

IRS está aumentando os esforços para conseguir monitorar criptomoedas

Vale ressaltar que a IRS não está apenas “de conversa”. Além de falar da possibilidade de confiscar as criptomoedas, a agência também está correndo atrás de diferentes maneiras de monitorar as transações feitas no criptomercado para conseguir, caso necessário, apreender as criptomoedas de contribuintes devedores.

Há pouco tempo a agência começou a buscar a ajuda de hackers para conseguir rastrear criptomoedas. Eles estão até mesmo desenvolvendo soluções utilizando inteligência artificial e dados disponíveis publicamente para saber quem investe em criptomoedas. 

Além disso, a Receita Federal dos EUA também contará com a ajuda das corretoras de criptomoedas. Um Juiz da Carolina do Norte determinou que a Kraken enviasse à IRS detalhes sobre clientes que que transferiram mais de US$ 20 mil em criptomoedas entre 2016 e 2020.

De acordo com os documentos da corte a ideia é justamente usar esses dados para tentar “pegar” qualquer pessoa que tenha sonegado impostos durante esse período com base em seus ganhos realizados no criptomercado.

Além disso, a Kraken será inspecionada para garantir que está de acordo com as regras de KYC exigidas pelas autoridades.

Isso, claro, provavelmente será uma exigência para outras corretoras do país e até mesmo para o mercado P2P (como acontece aqui no Brasil).

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Deputado Alexandre Frota

Alexandre Frota quer Bitcoin regulamentado em seis meses

Um projeto de lei para agilizar a regulamentação do Bitcoin foi protocolado no Congresso Nacional pelo deputado Alexandre Frota (PSDB-SP). Em seu pedido, o...
Lupa em El Salvador

“El Salvador é um caso forte para adoção em massa do Bitcoin” diz Forbes

Com a adoção do Bitcoin como moeda de curso legal por El Salvador, as discussões sobre a moeda digital estão sendo ampliadas e, em...
Dogecoin. Imagem:ShutterStock

CVM da Tailândia bane Dogecoin e NFTs

Aparentemente a Comissão de Valores Mobiliários da Tailândia não é grande fã de artes digitais. O órgão regulador baniu os NFTs e todas as...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias