Criptomoeda do Facebook tem pedido de registro negado no Brasil

Final da história dessa criptomoeda no Brasil após dois anos.

Nome Libra de antigo projeto do Facebook de uma criptomoeda stablecoin
Nome Libra de antigo projeto do Facebook de uma criptomoeda stablecoin

Em 2019, a Libra Association, do qual o Facebook fazia parte, pediu o registro de marca no Brasil, que acabou sendo negado pelo INPI nesta terça-feira (21). Naquele mesmo ano, o Facebook compartilhou seus planos ambiciosos com o mundo de construir sua primeira stablecoin, moeda que teria lastro em várias moedas fiduciárias pelo mundo.

Com o anúncio, o CEO Mark Zuckerberg foi convocado pelo parlamento dos Estados Unidos e Europa para dar esclarecimentos sobre o projeto.

Empresas como a PayPal e Mastercard chegaram a “embarcar no navio Libra”, mas pularam ao primeiro sinal dos reguladores, que colocaram pressão sobre essa criptomoeda que poderia chegar a uma base de bilhões de pessoas. Bancos centrais temeram se tornarem obsoletos, mas políticos correram atrás do projeto e barraram a iniciativa.

No final de 2020, a Libra foi renomeada Diem, assim como a Libra Association se tornou a Diem Association. Composta por famosas empresas, como Uber, Spotify, Coinbase, entre outras mais, essa criptomoeda era esperada para ser lançada em 2021, mas nada aconteceu além de problemas.

Registro de marca é negado no Brasil

Um processo de mais de dois anos que corria no Instituto de Propriedade Intelectual Industrial (INPI), envolvendo a antiga empresa Libra Association chegou ao fim nesta terça.

Segundo o INPI, o pedido de registro de marca da empresa foi negado por reproduzir outra marca similar. Ou seja, caso fosse aprovado o pedido, poderia reproduzir ou imitar uma marca alheia, podendo criar confusão no mercado.

Libra Association tem pedido de marca no Brasil negado pelo INPI
Libra Association tem pedido de marca no Brasil negado pelo INPI /Reprodução

Na teoria, caso a Libra Association ainda existisse, deveria ter que procurar registrar outro nome para sua criptomoeda.

Na prática, o INPI negar esse pedido não muda em nada, visto que a marca Libra já havia sido abandonada pelo Facebook antes, com seu nome agora sendo Diem. No entanto, os problemas continuam.

Um dos líderes do projeto abandonou a Diem, como fica?

No final de novembro de 2021, faltando pouco para acabar o ano e assim apresentar alguma novidade ao projeto Diem, David Marcus pediu para sair da empresa Meta, ex-Facebook, após sete anos de serviço.

Em um anúncio pelo seu Twitter, no dia 30 de novembro, ele disse que saiu para descansar após intenso trabalho com a Novi e, antes disso, o Messenger. Ele era um dos líderes mais importantes da Libra Association, desde sua fundação.

Sua saída pode estar relacionada com o não lançamento da criptomoeda Diem em 2021, visto que essa ficará armazenada na carteira Novi e contava com a supervisão de Marcus.

Cofundador do projeto, Christian Catalini disse nos últimos meses que a Diem será eliminada quando o FED lançar uma versão do Dólar digital, indicando que a moeda não duraria muito. Mesmo assim, esse projeto do Facebook é um que nunca saiu do papel e contratempos são cada vez mais sérios.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias