Saudi Aramco, terceira maior empresa do mundo, quer investir em criptomoedas

O interesse em criptomoedas acontece em um momento único. Ou seja, os pedidos de ETFs de Bitcoin à vista por gigantes como BlackRock e Fidelity nos EUA podem ter influenciado a decisão da Saudi Aramco em olhar para o setor.

A Saudi Aramco, maior empresa petrolífera do mundo, firmou uma parceria com o SBI Group na última quinta-feira (7). No documento, as empresas citam o interesse mútuo no setor de ativos digitais, o que poderia levar a gigante do petróleo a investir em criptomoedas.

Atualmente a Saudi Aramco é considera a 3ª maior empresa do mundo. Com um valor de mercado de US$ 2,1 trilhões (R$ 10,4 trilhões), a petrolífera é maior que a Alphabet (Google) e só fica atrás de Apple e Microsoft.

Saudi Aramco, em destaca, aparece como 3ª maior empresa do mundo por valor de mercado. Bitcoin aparece entre os 10 maiores ativos do mundo, abaixo da Meta (Facebook). Fonte: 8marketcap.
Saudi Aramco, em destaca, aparece como 3ª maior empresa do mundo por valor de mercado. Bitcoin aparece entre os 10 maiores ativos do mundo, abaixo da Meta (Facebook). Fonte: 8marketcap.

Saudi Aramco, uma das maiores empresas do mundo, está querendo investir em criptomoedas

Fundada em 1990, a Saudi Aramco é uma empresa estatal da Arábia Saudita que abriu seu capital em 2019, quando realizou o maior IPO da história. Agora, a terceira maior empresa do mundo está considerando investir em criptomoedas, podendo ser mais uma gigante que terá Bitcoin em seu caixa.

Em parceria com o grupo japonês SBI Group, as duas empresas revelaram interesse em investir no setor de ativos digitais, que pode incluir criptomoedas, e na indústria de semicondutores. Tanto o Japão quanto a Arábia Saudita seriam beneficiadas por essa aliança, o que pode influenciar outras empresas dos dois países.

“Colaboração na área de ativos digitais e co-investimentos alavancando as carteiras de investimentos de ambas as partes relacionadas a ativos digitais.”

“Identificação de startups japonesas na área de ativos digitais que tenham interesse em expandir seus negócios na Arábia Saudita e apoiar sua entrada e crescimento”, continua o texto. “Lançamento de diversos projetos específicos relacionados a investimentos na área de semicondutores, incluindo o estabelecimento de fábricas no Japão e na Arábia Saudita.”

Trecho do documento do SBI Grupo sobre parceria com a Saudi Aramco falando sobre investimentos em ativos digitais. Fonte: Reprodução.
Trecho do documento do SBI Grupo sobre parceria com a Saudi Aramco falando sobre investimentos em ativos digitais. Fonte: Reprodução.

O interesse em criptomoedas acontece em um momento único. Ou seja, os pedidos de ETFs de Bitcoin à vista por gigantes como BlackRock e Fidelity nos EUA podem ter influenciado a decisão da Saudi Aramco em olhar para o setor.

No ano, o Bitcoin apresenta valorização de 150%, o que também pode ter atraído a atenção das gigantes acima. Também aproveitando essa alta, El Salvador liberou uma venda de 1.000 cidadanias salvadorenhas por 1 milhão de dólares, em Bitcoin, e está pronto para arrecadar outro US$ 1 bilhão com os chamados ‘títulos do vulcão’.

Por fim, embora o Bitcoin tenha recuado 5,5% nesta semana, o mercado continua animado, acreditando que o rali de 2023 possa continuar em 2024. No momento desta redação, o BTC está cotado a US$ 41.429.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias