“Se não fosse a FTX seria a Binance”, Kim Dotcom diz estar investigando papel de CEO da Binance na queda da FTX

O CEO da Binance está incomodado com a mídia. Afinal, algumas matérias estão pegando leve com Sam Bankman-Fried, enquanto outras deixam o jovem em segundo plano enquanto focam em CZ.

Famoso pela criação do site Megaupload, Kim Dotcom logo se apaixonou pelo Bitcoin e quase causou uma revolução na indústria. Agora focado na queda da FTX, assim como todos, Dotcom quer descobrir quanto Changpeng Zhao está envolvido neste fiasco, notando que a Binance poderia estar no lugar de sua falida rival.

Citando fontes que trabalham, ou trabalhavam, com Zhao, o empresário comenta que estamos presenciando uma “história sobre poder, arrogância, ganância e sobrevivência”, na qual não há espaço para todos.

Por outro lado, o CEO da Binance parece incomodado em como a mídia está tratando a falência da FTX, notando que algumas manchetes estão colocando a culpa em suas mãos.

Binance vs FTX, uma briga de gigantes

A queda da terceira maior corretora de criptomoedas foi uma surpresa para muitos. Afinal, ninguém desconfiava que ela poderia estar insolvente, principalmente com tantos famosos como acionistas.

De qualquer forma, revelações de Kim Dotcom apontam que essa história pode ser ainda mais complexa, apontando que a Binance poderia ter colapsado nessa briga entre gigantes.

“Desde que comecei a falar sobre o papel de Changpeng zhao no colapso da FTX, recebi mensagens de pessoas que trabalham/trabalharam de perto com CZ e a Binance. Uma delas me revelou: “Era a FTX ou a Binance caindo.” Uma história sobre poder, arrogância, ganância e sobrevivência.”

Seguindo, Dotcom explica que este assunto lhe interessa porque há bilhões envolvidos e algumas pessoas podem até mesmo cometer suicídio após perderem suas economias. “Devido ao impacto mais amplo na comunidade de criptomoedas, é importante que o papel de CZ no fiasco da FTX seja investigado”, continuou.

Sendo assim, o famoso criador do site Megaupload reuniu uma equipe de profissionais para investigar o caso, prometendo divulgar os resultados para o público assim que obtiver informações suficientes.

“Decidi criar uma equipe de profissionais para juntar as peças do quebra-cabeça e, em seguida, lançar um relatório público para a comunidade cripto”, finaliza Kim Dotcom, fundador do Megaupload. “Se você tiver conhecimento privilegiado ou evidência que considere relevante, entre em contato: superyacht@gmail.com. Fique ligado.”

Dotcom não é o único que interessado nesta história. A queda da FTX foi tão grande que até mesmo Mark Karpelès, fundador da falida corretora Mt. Gox, está investigando o caso enquanto procura redenção.

CEO da Binance reclama de como a mídia está tratando a falência da FTX

Enquanto muitos acreditam que Changpeng Zhao tenha tido influência na queda da FTX, a Binance chegou a enviar um documento para o parlamento britânico na última terça-feira (15), mostrando a linha do tempo dos eventos, citando um artigo da CoinDesk como o início de tudo.

Indo além, o CEO da Binance também está incomodado com a mídia. Afinal, algumas matérias estão pegando leve com Sam Bankman-Fried, enquanto outras deixam o jovem em segundo plano enquanto focam em CZ.

“ — Veja como a grande mídia começou a culpar CZ pelo colapso do FTX. Isso é o que acontece quando você doa US$ 50 milhões para políticos”, comentou um investidor no Twitter.

“ — O jogo de mídia da FTX é forte, mesmo após o colapso”, respondeu Changpeng Zhao.

Por fim, resta esperar o que as descobertas de Kim Dotcom mostrarão sobre a Binance. Outro que pode “abrir a boca” é o próprio fundador da FTX, afinal o ex-bilionário já deixou a entender que ele tem mais a dizer sobre sua rival.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias