Setor de DeFi trabalhará com KYC em breve, prevê Coinbase

Previsão alarmante para um setor em alta.

Siga no
Trading
Trading

Em seu relatório de previsões para 2022, a maior exchange dos EUA, a Coinbase, aponta que o setor de finanças descentralizadas (DeFi) enfrentará regulações e então trabalhará com KYC, um procedimento de verificação de identidade.

Ainda sobre DeFi, a Coinbase também prevê a participação de instituições neste setor, desempenhando um papel ainda maior. Por fim, a exchange também mostra-se preocupada com o crescimento dos hacks em DeFi, apontando o uso de seguros como forma de proteção.

Além disso, o relatório fala sobre Ethereum (ETH), NFTs, metaverso, web 3, escalabilidade e o retorno das Organizações Autônomas Descentralizadas (DAOs) que foram esquecidas após 2016.

DeFi com KYC

O intuito das exchanges descentralizadas que trabalham em DeFi é justamente permitir que qualquer pessoa use seus serviços sem burocracia. Todavia, não é isso que a Coinbase pensa.

Seu relatório aponta que, devido a regulações, este setor precisará trabalhar com KYC — verificação de identidade — caso queira continuar crescendo.

Além disso, também cita que esta menor privacidade fará com que instituições tenham um papel maior neste setor. Isso se deve ao grande retorno oferecido por algumas pools de liquidez, todavia empresas ainda não estão à vontade para participar, visto que não conhecem a contraparte.

Finalizando suas previsões sobre o setor de DeFi, a Coinbase também mostra-se preocupada com a segurança dos fundos dos usuários de tais serviços. Como alternativa, o relatório prevê o uso de seguros contra hacks, desta forma os projetos poderão ressarcir os lesados caso um roubo aconteça.

Outras previsões da Coinbase

Além de estar de olho no setor de DeFi, a Coinbase também aponta que, embora o Ethereum consiga melhorar sua escalabilidade, a segunda maior criptomoeda do mundo continuará tendo concorrência na área de contratos inteligentes.

Sobre NFTs, a previsão esta otimista, tanto em relação as pequenas comunidades de certas coleções quanto na entrada de marcas que explorarão o metaverso, seja por venda de produtos digitais ou por puro marketing.

Assim como vemos propagandas da Coca-Cola em todos os lugares no mundo real, é bem possível que o mesmo aconteça no metaverso. Ou seja, empresas como esta querem entrar na mente do consumidor.

Por fim, a Coinbase cita que “é hora da DAO 2.0”. Embora o conceito de Organizações Autônomas Descentralizadas (DAOs) seja antigo, após o hack da The Dao em 2016, o termo acabou assustando investidores.

Apesar disso, é possível ver uma nova onda em 2022. Como exemplo temos a BlockbusterDAO que planeja comprar uma locadora falida e transformá-la em um serviço de streaming.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.
Robert Kiyosaki

Robert Kiyosaki diz que crash do Bitcoin é uma “excelente notícia” – “Hora de...

Não é segredo para ninguém que o mercado de criptomoedas está em um período bem complicado, com uma correção que começou na virada do...
XP Investimentos e gráficos ao fundo

XP Investimentos lança fundo focado em metaverso

A XP Investimentos e a corretora Rico anunciaram nesta segunda-feira (24) um fundo focado no metaverso, que estará disponível para seus clientes. A XP...

Nova ameaça ao Ethereum? Fantom ultrapassa Solana, BSC e Avalanche

Com o setor DeFi ainda sendo um ponto importante para o mercado de criptomoedas e diferentes ecossistemas, uma rede está se destacando em relação...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias