Shell quer utilizar tecnologia das criptomoedas em sua agenda de sustentabilidade

Grande empresa de energia de olho em oportunidades para melhorar programa de ESG.

Fundo do céu azul do posto de gasolina de Shell
Fundo do céu azul do posto de gasolina de Shell

Uma das maiores empresas de energia do mundo, a Shell está de olho na tecnologia das criptomoedas para melhorar sua agenda de sustentabilidade. A busca para cumprir metas ESG leva muitas empresas a buscarem novas tecnologias para inovação.

Nos últimos anos, a blockchain foi muito utilizada para garantir rastreios em cadeias produtivas, visto que é considerada a tecnologia da confiança.

Além disso, dados registrados em blockchain são fáceis de serem conferidos e auditados, dando transparência a processos. É importante destacar que um dado salvo em uma cadeia de blocos nunca mais pode ser alterado, garantindo a segurança da informação em um nível sem precedentes.

Essa tecnologia foi idealizada há décadas, mas funcionou na prática apenas com a invenção do Bitcoin, em 2009.

Shell está de olho no potencial da tecnologia das criptomoedas para cumprir metas de sustentabilidade

De acordo com a Forbes ESG, a Shell é mais uma a olhar para a tecnologia das criptomoedas, com foco em conhecer melhor soluções Web3 e criadas com blockchain.

Essa busca por inovações pela companhia multinacional anglo-holandesa, fundada em 1907, tem relação com sua busca por buscar novas fontes renováveis de energia, se afastando do uso de combustíveis fósseis.

A intenção então é zerar as emissões de carbono até 2050, com a Shell buscando sair do uso de petróleo e gás, para fontes de energia verde e sustentável.

Entre as ideias sendo exploradas estão a tokenização de energia, criação de DAOs, DeFi, NFTs, entre outros. Assim, a companhia com sede no Reino Unido espera criar modelos de negócios que favoreçam a transição energética de forma sustentável.

Além de explorar soluções com Web3 e blockchain, a Shell também quer utilizar mais Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial (IA).

Projetos pilotos já em andamento

Enquanto muitos pensam que a Shell ainda está apenas observando a tecnologia das criptomoedas para melhorar sua sustentabilidade, uma executiva da empresa passou os últimos cinco anos explorando soluções nesse ecossistema.

Dessa forma, já há projetos pilotos e em fase de produção sendo conduzidos pela gigante, que poderão ser vistos em breve as suas aplicações.

Uma das soluções é rastrear a produção de energia sustentável com blockchain desde que ela é criada, até o seu consumo, dando um amplo conhecimento sobre o tema, além do registro inviolável. Para isso, são criados certificados a cada meia hora dessa atividade, deixando o controle do negócio altamente granular.

Outra solução em estudo envolve a descarbonização da sua produção. No Brasil, por exemplo, o iFood já realiza essa processo em todas as suas entregas e muitas empresas tem mostrado interesse.

A Petrobras também tem mostrado interesse em utilizar a tecnologia blockchain, indicando que essa tem cada vez mais despertado a atenção de grandes empresas pelo mundo, principalmente aquelas que querem melhorar suas atividades.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias