Sortudo ganha R$ 1 mil em Bitcoin resolvendo desafio de quebra-cabeça

Palavras davam acesso a chave privada de carteira contendo 0,069 (BTC).

-

Siga no
Anúncio

Ganhar criptomoedas de graça é o desejo da maioria dos investidores. Principalmente aqueles que possuem pouco ou nada em aplicações atualmente, R$ 1 mil em Bitcoin (BTC) pode ser um bom prêmio. Esse é o valor oferecido por uma empresa brasileira que negocia criptomoedas, a BitPreço. Em um quebra-cabeça misterioso publicado pela empresa, quem acertasse o desafio poderia levar para casa 0.0069 (BTC).

Desafios envolvendo criptomoedas de graça não são tão incomuns. Embora a maioria apresente um grau de dificuldade bastante elevado, várias campanhas já foram realizadas em que criptomoedas foram distribuídas. No caso da BitPreço, por exemplo, esse já é o segundo desafio criado pela empresa em 2019.

Quebra-cabeça esconde enigma envolvendo doze palavras

Para aqueles que desejaram disputar o prêmio da oferecido pela empresa, doze palavras devem ser descobertas. As palavras estavam no quebra-cabeça publicado pela plataforma com as regras do jogo. Além disso, a BitPreço informou que dicas valiosas seriam publicadas através das redes sociais da empresa.

Anúncio

Através dessas dicas os usuários também poderiam encontrar as palavras do jogo. Por outro lado, a 12ª palavra não está no quebra-cabeça, segundo a BitPreço. A organização alega que essa última palavra foi enviada para aqueles que se cadastraram na plataforma. Contudo, para os antigos usuários, a palavra deveria também ser enviada através de um e-mail, segundo informações publicadas sobre o jogo.

Sequência de palavras deve liberar chave privada para acesso ao Bitcoin (BTC)

Após descobrirem as doze palavras, o sortudo poderia testar a combinação exata para acessar o endereço do Bitcoin. Para isso, a combinação deveria ser testada em um site que liberou a chave privada. Todavia, o endereço público em que o Bitcoin (BTC) está armazenado também já foi publicado pela BitPreço. Segundo o perfil da plataforma no Facebook, um sortudo descobriu a sequência há algumas horas atrás.

E tivemos um vencedor! iremos postar nos comentários como chegava na solução. Em breve teremos mais um puzzle, não deixe de seguir nossas redes sociais!

Publicado por BitPreco em Quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Esse não é o primeiro desafio da plataforma que já havia lançado outro jogo em janeiro de 2019. Segundo a BitPreço, a empresa pretende criar um desafio a cada mês. Em seu primeiro desafio, o site apresentou também um quebra-cabeça, que demorou cerca de doze horas para ser resolvido. Nesse desafio em questão, a organização ofereceu 0,035 (BTC) ao vencedor, algo próximo a R$ 500.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Finanças Descentralizadas (DeFi) caem 40%, será o fim?

Nos últimos dias assistimos um massacre das moedas de finanças descentralizadas (DeFi), com quedas entre 30% e 58%. Talvez você não tenha acompanhado a...
Bitcoin em corretoras de criptomoedas

Trader veterano que viu queda no Brasil gosta do Bitcoin

Com o preço do Bitcoin operando abaixo de U$ 12 mil em setembro, a contrapartida foi o aumento da volatilidade no início do mês....
Itau demissão criptomoedas

Itaú demite por justa causa funcionário que negociava Bitcoin no horário de expediente

O Itaú Unibanco demitiu por justa um analista de sistemas que, de acordo com a empresa, negociava Bitcoin e outras criptomoedas durante o horário...

Últimas notícias

Pioneira, gestora carioca lança primeiro ETF de criptomoedas do mundo

A gestora Hashdex, sediada no Rio de Janeiro (RJ), informou nesta semana que recebeu aprovação para lançar o primeiro ETF (sigla para fundo negociado...

Trader veterano que viu queda no Brasil gosta do Bitcoin

Com o preço do Bitcoin operando abaixo de U$ 12 mil em setembro, a contrapartida foi o aumento da volatilidade no início do mês....

Itaú demite por justa causa funcionário que negociava Bitcoin no horário de expediente

O Itaú Unibanco demitiu por justa um analista de sistemas que, de acordo com a empresa, negociava Bitcoin e outras criptomoedas durante o horário...