“Tenho bitcoin para dez encarnações”, revela antigo investidor

Com valorização da moeda, homem que comprou criptomoedas desde 2010 acumulou fortuna ao longo dos anos.

Siga no
Pilha de Bitcoin (BTC)
Pilha de Bitcoin (BTC)

Muitos conheceram o Bitcoin antes de a moeda digital valer US $ 1 mil cada unidade, um antigo investidor revelou que tem criptomoedas para dez encarnações de sua família. Quando o Bitcoin de fato foi lançado, nenhum valor era atribuído a moeda pela comunidade. Tudo começou a mudar quando duas pizzas foram vendidas por 10 mil bitcoins, atribuindo um dos primeiros valores de mercado da moeda.

Mesmo assim, cada Bitcoin valia centavos em 2010, passando por uma imensa valorização até 2014. O preço do Bitcoin em 2014 era de apenas US $ 300 por moeda, realidade muito diferente do mercado atual, com cada unidade sendo negociada acima dos US $ 46 mil.

Para muitos que compraram na época, acreditando na tecnologia até agora, o retorno sobre o investimento foi gigantesco. Apesar disso, muitos ainda não planejam vender suas moedas.

Em Portugal, investidor afirma ter Bitcoin para dez encarnações de sua família

Com a Tesla comprando Bitcoin recentemente, o mercado de criptomoedas iniciou a semana em festa. O movimento impulsionou uma nova alta no preço do Bitcoin, que se aproximou de US $ 50 mil cada unidade.

Após o movimento, começaram a surgir relatos de pessoas que investiram quando o Bitcoin ainda era uma tecnologia desconhecida. Em Portugal, dois apoiadores do Bitcoin, que estão no mercado há um bom tempo, compartilharam suas experiências.

Um deles é Fred Antunes, presidente da Associação Portuguesa de Blockchain e Criptomoedas (APBC). Em seu relato, Fred afirmou conhecer o Bitcoin desde 2009 ou 2010, sendo um veterano neste mercado.

Na época, ele chegou a trocar Bitcoin por moedas do jogo Warcraft, sem imaginar que um dia a moeda digital iria se valorizar. Desde 2014, Fred adquiriu equipamentos para minerar Bitcoin, gerando cerca de 10 moedas por dia.

No entanto, ele afirmou que vendeu muitos bitcoins minerados por US $ 100 ou US $ 200 cada. Mesmo assim, com investimentos também em altcoins, ele afirma ter um bom patrimônio hoje.

Em conversa com o SAPO, de Portugal, Fred afirmou levar um estilo de vida modesto, sem muito luxo. Dessa forma, considerando seu patrimônio em Bitcoin atual, Fred afirma que poderia garantir seu estilo de vida por até dez encarnações.

Mesmo assim, ele deixou claro que não é iludido com o preço do Bitcoin, que pode cair. Ele reconheceu que amanhã, nada impede o Bitcoin de passar por uma extrema desvalorização, ou até ser proibido por países.

O investidor de Portugal acredita no longo prazo do Bitcoin e não espera ser reconhecido como um milionário de Bitcoin, que afirma não ter cedido às tentações de luxúria por conta de seu patrimônio adquirido.

Fred, obviamente por questões de segurança, não revelou em sua entrevista o quanto tem de Bitcoin hoje.

Investidora perdeu dinheiro com desvalorização do Bitcoin e em corretora hackeada, mas não desanimou

Outra investidora, de 37 anos, afirmou que conheceu o mercado de criptomoedas em 2014. Na época, ela viu o preço variar de US$ 309 para US $ 901, mas não comprou nenhum Bitcoin.

Acompanhando o mercado desde então, Cátia Azenha efetuou sua primeira compra em 2017. Na época, ela arrematou suas primeiras unidades de Bitcoin por cerca de US $ 8 mil.

Mesmo com a queda em 2018, ela continuou comprando mais, chegando a perder muito dinheiro. Ela afirma que não desanimou, pois, na época, o Bitcoin passou por um momento delicado em seus preços.

Cátia também afirma ter comprado altcoins, e com a nova alta do Bitcoin está feliz por acreditar no mercado. Para ajudar mulheres a investir em criptomoedas, compartilhando suas experiências, Cátia fundou o projeto MundoCripto.Feminino.

Os relatos mostram que o Bitcoin é uma moeda que atravessou muitas oscilações de preços ao longo dos anos. No entanto, para investidores de longo prazo, os retornos foram mais interessantes que muitos outros ativos.

Vale o destaque que, em 2020, o Bitcoin foi o campeão de valorização.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Criptomoeda Ethereum ao lado do Bitcoin

Mineradores de Ethereum estão lucrando mais que os de Bitcoin

Os mineradores de Ethereum estão lucrando mais que os de Bitcoin, de acordo com dados divulgados por um estudo do The Block. A mineração de...
Criptomoeda Bitcoin sobre notas de Dólar dos Estados Unidos

46 milhões de americanos investiram em criptomoedas, aponta pesquisa

O número de pessoas que já compraram criptomoedas nos Estados Unidos tem aumentado nos últimos anos. De acordo com um novo levantamento, 46 milhões...
Globo Hashdesh coinbase

Globo e Coinbase investem em empresa brasileira de criptomoedas

A Rede Globo - sim, a maior emissora do Brasil e a segunda maior do mundo - por meio do seu braço de investimentos Globo...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias