Traficantes são presos com mais de R$ 17 milhões em criptomoedas

Siga no

Uma enorme operação do FBI apreendeu mais de R$ 17 milhões em criptomoedas. O impressionante valor foi arrecadado através de vendas de drogas e armas através da dark web. Após o deflagramento da operação mais de 60 pessoas foram presas por participarem da quadrilha.

Criptomoedas ainda são utilizadas por criminosos que aplicam golpes na internet. Além disso, ativos digitais são utilizados como forma de pagamento para traficantes de armas e drogas. Porém, a maioria dessas transações podem ser rastreadas, dificultando o trabalho dos criminosos que escolheram as criptomoedas como forma de pagamento.

61 pessoas foram presas na Operação SaboTor

A operação aconteceu na última terça-feira (26). As prisões aconteceram após uma intensa investigação da Junta de Execução Criminal de Opioides e Darknet (J-CODE em sua sigla em inglês). Desse modo, a investigação recebeu o nome de Operação SaboTor, em busca de desmantelar um grande negócio envolvendo a venda de armas e drogas através da dark web.

Ao todo foram presas 61 pessoas durante a Operação SaboTor. As autoridades também encerraram 50 contas que eram utilizadas pelos criminosos para operarem na dark web. Era através desses endereços que os traficantes ofereciam drogas e armas, recebendo por seus produtos através de criptomoedas. Com a operação, foram presos US$ 4,5 milhões ou ainda, cerca de R$ 17,5 milhões na cotação do câmbio atual.

Operação aconteceu durante dois meses (Reprodução FBI)
Operação aconteceu durante dois meses (Reprodução FBI.org)

Criminosos tinham até ouro estocado em barras

As apreensões foram um resultado do esforço de autoridades de vários países envolvidos na investigação. Sendo assim, outros países estiveram envolvidos além dos Estados Unidos na Operação SaboTor.

Além disso, após a execução de 65 mandados de busca e apreensão as autoridades puderam encontrar uma enorme quantidade de drogas. Com os envolvidos nas prisões as autoridades encontraram mais de 50 armas de fogo e cerca de 300 quilos de drogas. Contudo, o mais impressionante foi a enorme quantidade em criptomoedas em poder dos criminosos.

Ao todo as autoridades encontraram mais de US$ 7 milhões em poder dos traficantes. Cerca de US$ 2 milhões, ou ainda quase R$ 10 milhões, foram confiscados em dinheiro vivo. Os criminosos tinham ainda em seu poder mais de US$ 40 mil em barras de ouro. Em criptomoedas, os criminosos possuíam US$ 4,5 milhões, que foram apreendidos pelas autoridades na Operação SaboTor que aconteceu por quase dois meses. Contudo, não foi revelado FBI quais eram as criptomoedas em posse dos criminosos.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Bitcoin Brasil

Criptomercado está crescendo no Brasil, mas falta regulação

O mercado de criptomoedas está crescendo no Brasil e, em sua grande parte, impulsionado por traders que veem novas oportunidades de surfar nas ondas...
Conheça MAx e Bitcoin, os dois bodes de Mark Zuckeberg

Mark Zuckerberg diz que tem um bode chamado Bitcoin e posta foto no Facebook

Mark Zuckerberg é um nome muito importante no setor de tecnologia, sendo o fundador e atual CEO do Facebook, a maior rede social do...

Dominância do Bitcoin cai para 43% e acende alerta no mercado

Uma série de criptomoedas alternativas (altcoins) estão chamando atenção de investidores devido a seus ganhos expressivos ao longo dos últimos meses, podemos destacar aqui...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias