Uber pode começar a aceitar pagamentos em bitcoin

Uber tem mais de 70 milhões de usuários no mundo todo.

Siga no

O CEO do Uber, Dara Khosrowshahi, disse em uma entrevista à CNBC que está pensando em começar a aceitar bitcoin como pagamento em seus aplicativos, Uber e Uber Eats.

“Assim como aceitamos todos os tipos de moeda local, vamos analisar a criptomoeda e / ou bitcoin em termos de moeda para transações. Isso é bom para os negócios, é bom para nossos parceiros e clientes”, disse Khosrowshahi.

Empresas como a Tesla e a Microstrategy diversificaram com o bitcoin para evitar uma possível queda no valor de suas reservas de caixa, enquanto o Twitter está considerando isso.

O CEO do Uber disse que a empresa também discutiu a ideia de comprar bitcoin para o balanço da empresa, mas “rapidamente descartou a ideia”.

“É uma conversa que aconteceu e foi rapidamente descartada”, disse Khosrowshahi. “Vamos manter nosso dinheiro seguro. Não estamos no negócio da especulação.”

O Uber tinha quase US $ 11 bilhões em caixa em 2019 e US $ 440 milhões em investimentos de curto prazo. Essa é uma soma considerável que está se desvalorizando devido à política monetária frouxa do banco central americano (FED), que deve continuar.

Os comentários de Khoswshahi vieram poucos dias depois de a Tesla anunciar que aceitará bitcoin como pagamento por seus carros elétricos e um dia após a Visa anunciar que vai permitir pagamentos com criptomoedas para seus clientes.

No terceiro trimestre de 2020, 78 milhões de pessoas usaram o Uber mensalmente. Isso representa um aumento de 42% em comparação com o segundo trimestre de 2020.

O Uber é um dos aplicativos de compartilhamento de viagens mais populares do mundo. Com sede em San Francisco, a receita líquida global da empresa totalizou 14,1 bilhões de dólares em 2019.

No primeiro semestre de 2020, o Uber gerou 26 bilhões de dólares em receita em todo mundo.

Apesar do faturamento da empresa, para muitos motoristas, depois de anos reduzindo tarifas, aumentando comissões e se recusando a ouvir suas demandas, o Uber é visto menos como um parceiro e mais como uma entidade sombria e ávida de dinheiro que faz o que quer por causa de seu domínio no mercado.

O bitcoin pode ser uma solução para os motoristas, já que pode reduzir taxas de transação que são impostas por grandes processadoras de pagamento parceiras do Uber, como a Visa e Mastercard.

O bitcoin é, portanto, uma solução de pagamento que pode beneficiar tanto o Uber como seus clientes, que poderão pagar mais barato pelas corridas, já que a própria Uber pode custodiar as moedas e não depender de terceiros para realizar a transação.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
TrustNodeshttps://trustnodes.com
News on all things Blockchain, Ethereum, IoT, Fintech and Bitcoin.
Gráfico de preço da Cardano em alta

Cardano líder em número de desenvolvedores? Não caia nessa!

Um estudo de atividades no GitHub, principal repositório do código-fonte das criptomoedas, mostrou a Cardano na liderança nos últimos 12 meses. Os dados foram...

DeFi: três setores de grande potencial

De acordo com dados da Messari, o volume trimestral das Corretoras Descentralizadas (DEXs) no final do segundo trimestre de 2021 foi de R$ 2...
Criptomoeda Tether com sinais vermelhos

Michael Burry faz alerta sobre criptomoeda Tether

O lendário trader Michael Burry compartilhou em seu Twitter que a criptomoeda Tether pode estar no meio da confusão da Evergrande na China. Vale notar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias