União Europeia fecha o cerco contra bots MEV no Ethereum

No ano passado, um validador de Ethereum atacou um desses bots e acabou gerando um prejuízo de R$ 126 milhões a ele. O caso foi interpretado como 'ladrão que rouba ladrão', sem grande comoção pela comunidade, mas recentemente os EUA prenderam os dois irmãos por trás desse roubo.

O MiCA (Markets in Crypto Assets), pacote de regulação sobre o mercado de criptomoedas da União Europeia, acaba de ganhar um novo conteúdo a ser aprovado. O texto tem foco nos bots MEV, que atuam principalmente na rede Ethereum.

Em tradução literal, a sigla MEV é a sigla “Valor Máximo Extraível”, sendo um recurso usado para ordernar transações em um bloco para conseguir o maior lucro possível com ele.

Sendo assim, às vezes esses bots acabam trapaceando investidores ao executar compras em corretoras descentralizadas, por exemplo, na frente de uma baleia que enviou uma grande ordem que pode mexer com o preço.

Reguladores da União Europeia dizem que bots MEV são um abuso ilegal de mercado

No ano passado, um validador de Ethereum atacou um desses bots e acabou gerando um prejuízo de R$ 126 milhões a ele. O caso foi interpretado como ‘ladrão que rouba ladrão’, sem grande comoção pela comunidade, mas recentemente os EUA prenderam os dois irmãos por trás desse roubo.

De qualquer forma, a União Europeia está sendo a primeira a olhar para esses bots MEV como manipuladores do mercado. Caso o projeto de lei seja incluído no MiCA, isso pode ter consequências graves para esses operadores.

“MEV é tratado como um exemplo claro de abuso de mercado ilegal pelos padrões preliminares da UE que especificam as regras do MiCA”, escreveu Patrick Hansen, executivo da Circle, destacando que o novo texto tem 6 páginas.

“Na página 10, a CVM da União Europeia observa que “o bem conhecido Maximum Extractable Value (MEV), pelo qual um minerador/validador pode se aproveitar de sua capacidade de reordenar arbitrariamente transações para realizar uma transação específica antes de outra e, portanto, obter lucro”, sugere claramente a existência de abuso de mercado.”

Dado a complexidade do assunto, fica nítido que a União Europeia está na frente de outros em questões regulatórias sobre criptomoedas. Portanto, é possível que países fora da UE copiem esse modelo no futuro.

O texto que aborda os MEV bots ainda não foi implementado no MiCA e, até o dia 25 de junho, estará recebendo comentários do público. De qualquer forma, visto que a prática não é bem-vista por investidores, é bem provável que isso seja aplicado sem nenhuma resistência.

Por outro lado, outras regulações propostas pela União Europeia não estão sendo tão bem aceitas por investidores. Sendo assim, é importante que o mercado mantenha a conversa com reguladores para manter um equilibrio.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Últimas notícias