Inicio Bitcoin União Europeia pode pagar indenização para vítimas de golpes com criptomoedas

União Europeia pode pagar indenização para vítimas de golpes com criptomoedas

Investidores perderam mais de R$ 42 bilhões em criptomoedas após caírem em golpes na internet.

-

Compartilhe
UE pode ressarcir golpes com criptomoedas

Cerca de 30 investidores buscam indenização junto a União Europeia (UE). As vítimas alegam que perderam mais de R$ 42 bilhões em golpes envolvendo criptomoedas. O pedido de ressarcimento tecnicamente está previsto pela organização de países, o que tornaria o pedido completamente legal.

A União Europeia possui diretrizes voltadas para esquemas envolvendo financiamentos. Até mesmo um fundo estaria disponível para cobrir possíveis perdas. Seria através deste fundo que investidores poderiam ser ressarcidos em mais de R$ 42 bilhões.

30 investidores pedem indenização para a UE

Os 30 investidores perderam precisamente R$ 43.271,200,00, em criptomoedas como o bitcoin, segundo a cotação atual. O valor perdido é pedido como indenização para a UE. Uma ação conjunta reuniu os investidores, que sozinhos representam a enorme perda bilionária.

Vários golpes são aplicados envolvendo criptomoedas. No caso dos investidores representados na ação, diversos problemas foram relatados. As criptomoedas foram perdidas em esquemas de pirâmide, exchanges fraudulentas e até em ataques de hackers.

Nem todas as vítimas fazem parte da UE

Os investidores que pedem indenização para a União Europeia fazem parte de diversos países. Inclusive, alguns deles ficam bem longe da UE. Segundo a publicação sobre a ação, os cidadãos fazem parte de países como África do Sul, Estados Unidos, Eslováquia, Reino Unidos, Austrália e Itália.

A denúncia foi apresentada por um advogado que representa todas as vítimas que pedem indenização a UE. Foi contratado para o caso o advogado Jonathan Levy. O advogado foi também o responsável por divulgar o caso junto a imprensa.

O processo contém 13 páginas que mostram que a UE poderia ter responsabilidade indireta no caso. Para Levy, a organização de países deve responder pelo caso, recompensando os investidores que perderam bilhões de reais em negócios.

A justificativa para a responsabilidade da UE foi apresentada na ação. Segundo as vítimas, vários cidadãos dos países-membros são responsáveis pelos nós referentes às transações envolvendo o bitcoin.

“A maioria das vítimas só pode aguardar por uma fundo de compensação. Os criminosos são anônimos e bem escondidos, eles usam proxies de domínio, identidades falsas e roubadas, contas no exterior e camuflam bitcoins para esconder da justiça”.

Dessa forma, esse envolvimento com a validação de dados da criptomoeda seria o suficiente para que a UE fosse responsabilizada.

XDEX:Negocie bitcoin com TAXA ZERO. Aproveite também para negociar outras 6 criptomoedas com as menores taxas do mercado.Abra sua conta, é grátis!
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Innova Mine: A cidadela da mineração e trade de criptomoedas

A Innova Mine é um novo projeto da indústria de criptomoedas que opera um modelo de negócios revolucionário. A empresa está sediada na Austrália...

MyAlice: Ex-sócio denuncia esquema em empresa de criptomoedas, “sumiram mais de 100 bitcoins”

Uma grave denúncia contra a MyAlice foi realizada por um ex-sócio da empresa no Facebook. Através de depoimento, Jean Kássio mostra como os negócios...

MP abre inquérito contra a Dreams Diggers por suposto esquema de pirâmide

O Ministério Público, por meio da 5ª Promotoria da Justiça do Consumidor de Salvador (BA), acaba de abrir inquérito civil para investigar a Dreams...

O valor da escassez dos ativos digitais

O setor de jogos evoluiu muito nas últimas décadas, uma das primeiras e grandes mudanças foi a eliminação da mídia física, reduzindo custos de...

A história das moedas físicas de Bitcoin

Uma das principais características do Bitcoin é que ele é totalmente digital, todavia, com o passar dos anos algumas pessoas começaram a criar moedas...

“Dinheiro não existe”: justiça orienta vítimas a sacarem tudo da Unick Forex

A Unick Forex está sendo investigada pela justiça brasileira. Após uma filial do escritório da empresa ser fechado no interior do Rio Grande do...

Banco Central do Brasil aposta em blockchain para criar sistema interbanco

Mais uma vez o Brasil sai na frente ao inaugurar um sistema interbancário através da tecnologia blockchain. O projeto é mantido pelo Banco Central...

Visa, Uber e Paypal vão apoiar a criptomoeda do Facebook

A criptomoeda do Facebook ganhou importantes aliados, como a Visa, Uber e Paypal. As três empresas anunciaram que apoiam a GlobalCoin. A previsão é...

Halving do Litecoin pode ser o maior evento de 2019

Certamente discutir sobre preços de criptomoedas é algo paradoxal, logo não é o foco discutir essa perspectiva. Isso porque o halving do Litecoin (LTC)...
 

COMENTÁRIOS

Compartilhe