3 empresas de criptomoedas entram na mira da CPI das Pirâmides

Líderes de várias pirâmides financeiras do Brasil estão sendo convocados a participar da CPI. Pedidos ainda precisam de aprovação da comissão.

O Deputado Federal Luciano Vieira (PL/RJ) despachou na última quarta-feira (21) vários pedidos para convocar suspeitos de golpes com criptomoedas no Brasil. Assim, a CPI das Pirâmides de Criptomoedas deve analisar os pedidos para convocar os líderes da GAS, MSK Invest e Indeal na próxima reunião.

Na última sessão da CPI, os suspeitos líderes da Braiscompany já tiveram os pedidos para serem convocados aceitos. Ao que tudo indica, a Comissão de Inquérito Parlamentar não deverá se restringir a convocar possíveis golpes recentes, mas também outros de anos anteriores.

Apesar das novas convocações, a Atlas Quantum e seu líder Rodrigo Marques ainda não receberam requerimentos na Câmara dos Deputados. Muitos investidores da empresa aguardam ansiosos para entender como a empresa reagirá à convocação, visto que após sumir com bilhões de reais nunca recebeu investigações.

Do Rio de Janeiro, CPI das Pirâmides de Criptomoedas quer ouvir principais líderes da GAS, além do Faraó dos Bitcoins e sua esposa venezuelana

Um novo requerimento pede a convocação do Faraó dos bitcoins na CPI das Pirâmides Financeiras de Criptomoedas na qualidade de investigado. Além disso, sua esposa venezuelana, atualmente foragida, Mirelis Zerpa, também está citada no pedido.

“Requer que convoque os Sócios da empresa GAS CONSULTORIA & TECNOLOGIA, os Senhores(as) GLAIDISON ACACIO DOS SANTOS E MIRELIS YOSELINE DIAZ ZERPA para prestar depoimentos perante a essa comissão parlamentar de Inquérito na qualidade de INVESTIGADOS.”

Assim como os deputados querem ouvir o faraó dos bitcoins, seu sócio Vicente Gadelha Rocha Neto também recebeu um pedido de depoimento na qualidade de investigado.

O casal Tunay Pereira Lima e Márcia Lima dos Anjos, que também ajudavam na GAS e chegaram a ser presos pela PF na Operação Kryptos, também podem ser convidados a depor na CPI.

Com sede em São Paulo, MSK Invest também pode ter que prestar esclarecimentos

Com sede na cidade de São Paulo, a MSK Invest criou um possível esquema de pirâmide financeira com promessas de lucros rápidas e fáceis. Em 2022, a Polícia Civil cumpriu mandados contra MSK Invest e seus líderes, após a empresa descumprir um acordo com o Procon-SP.

Agora, os principais líderes do possível golpe também podem ser convidados a depor como investigados na Câmara dos Deputados.

“Requer que convoque na forma de investigados os (Sócios da MSK Invest.) os senhores GLAIDSON TADEU ROSA e CARLOS EDUARDO DE LUCAS para prestar depoimentos perante a essa comissão parlamentar de Inquérito.”

O deputado que protocolou o pedido entende que a empresa precisa dar explicações sobre sua atuação, apontada como mais uma que arrecadou 1 bilhão de reais de vários clientes.

Alvo da Operação Egypto da PF no Rio Grande do Sul, líderes da Indeal podem ter que dar explicações

Em 2019, o Brasil acompanhou uma das maiores operações policiais no Rio Grande do Sul, envolvendo uma pirâmide de criptomoedas na região do Vale dos Sinos. Chamada Operação Egypto, deflagrada pela Polícia Federal, a ação mirou o negócio da Indeal.

Na ocasião, além de encerrar o golpe financeiro, a PF prendeu os principais líderes do negócio e acabou com as falsas promessas de lucros rápidos. Vários bitcoins da empresa que estavam em corretoras, além de carros e outros bens foram capturados e leiloados.

Agora, após alguns anos desde o fim da empresa, que caiu meses antes da Unick Forex, os líderes poderão ter de dar explicações públicas na CPI das Pirâmides Financeiras.

“Requer que convoque os Sócios da empresa INDEAL CONSULTORIA EM INVESTIMENTOS, senhores MARCO ANTONIO FAGUNDES, ANGELO VENTURA DA SILVA, REGIS LIPPERT FERNANDES, FRANCISCO DANIEL LIMA DE FREITAS E TASSIA FERNANDA DA PAZ para prestar depoimentos, como INVESTIGADOS, perante a essa Comissão Parlamentar de Inquérito.”

Vale lembrar que na próxima reunião da CPI, marcada para o dia 27 de junho de 2023, às 14 horas, na Câmara dos Deputados, os membros deverão votar se aprovam as convocações dos suspeitos.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias