3 maiores corretoras de criptomoedas do Brasil – Julho 2018

Siga no
Brasil Bitcoin
Imagem: Pixabay
O mercado de criptomoedas brasileiro viu o número de corretoras sair de 6, no ínicio de 2017 para mais de 30 em 2018. O crescimento aconteceu no mundo todo, a universidade de Cambridge estima que existem aproximadamente 30 milhões de pessoas investindo em criptomoedas e o número pode chegar em 200 milhões até 2024. Em Julho o Bitcoin teve 6% de valorização, chegou a ser negociado por US$8.300 com notícias de regulamentação e criação de ETF. No Brasil a moeda chegou a ser negociada por R$30.000 nas principais corretoras. Mais de R$250 Milhões de reais foram negociados no mês de julho pelas corretoras brasileiras, um total de mais de 9000 Bitcoins. Deste total, 5 corretoras se destacaram e foram preferidas pelo publico nacional. (Dados de Julho de 2018) São elas:
  • Mercado Bitcoin
  • BitcoinTrade
  • BitCambio
  • Bitcoin to you
  • Braziliex
5-Maiores-Exchanges-Brasil-2018
5-Maiores-Exchanges-Brasil-2018
Veja um resumo sobre as 3 príncipais corretoras do mês de Julho:

1. Mercado Bitcoin

A maior corretora de compra e venda de criptomoedas do Brasil, Mercado Bitcoin, tem mais de um milhão de clientes no país. No final do ano passado a empresa chegou a travar cadastros de novos usuários devido a grande popularidade que o Bitcoin teve, causando instabilidade em diversas plataformas. A empresa espera ter 2,5 milhões de clientes ainda em 2018 após anunciar plano de investimento para crescer 10 vezes no ano. O Mercado Bitcoin é o primeiro resultado do Google quando se pesquisa pelo termo “Bitcoin”. Em Julho a empresa movimentou 3.280 BTC, o equivalente a 91 milhões de reais na cotação de hoje.

2. BitcoinTrade

A Bitcointrade surgiu em meados de 2017 e conquistou o mercado brasileiro, chegando a ficar na liderança por diversas vezes. Além de Bitcoin, a empresa permite negociação das principais altcoins do mercado, como, Ethereum, Litecoin e BCash. A plataforma permite que seus clientes comprem criptomoedas com cartão de crédito, um grande diferencial em relação a outras corretoras, a BitcoinTrade possuí certicado PCI DSS, (Payment Card Industry Data Security Standard), “um certificado internacional de segurança de dados da indústria de cartões de pagamentos, atribuído às empresas que estão em conformidade com suas regras para manuseio de dados sensíveis de cartão de crédito, tais como: número, validade, nome do portador e CVV do mesmo.” A corretora é a única brasileira que permite seus clientes negociarem criptomoedas com aplicativo mobile. 2.381 BTC foram negociados pela empresa no mês de Julho, R$66 Milhões.

3. BitCambio

A casa de Câmbio Bitcambio, recentemente firmou parceria com a Blinktrade, uma plataforma global para corretoras de criptomoedas. A empresa assumiu a terceira posição em Julho, movimentando R$40 milhões, 1.400 BTC. Além da parceria com a Blinktrade, a Bitcambio também pretende lançar em breve uma plataforma profissional para traders.
   
Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br

Comércio de Bitcoin na China aumenta, apesar de ser banido

Em 2017, a China fechou corretoras locais de criptomoedas, sufocando um mercado especulativo que era responsável por grande parte do comércio global de criptomoedas....
Divulgação/Goldman Sachs

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...
Bitcoin em fevereiro de 2021

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Província da China vai banir mineração de Bitcoin por causa do impacto ambiental

A emissão de gases de carbono é uma grande preocupação atualmente, sendo classificado como o principal causador do efeito estufa e um dos motivos...

Desenvolvedores voltam a atualizar Dogecoin

No meio da alta recorde das criptomoedas no ano passado, a Dogecoin (DOGE) se destacou como uma ovelha negra. Ela valorizou 2100% no intervalo...

Citibank: Bitcoin pode se tornar uma moeda de comércio global

O Bitcoin está em um "ponto de inflexão" e pode se tornar a moeda preferida para o comércio internacional, disseram analistas do gigante bancário...