53% dos brasileiros podem usar criptomoedas para pagamento

Mercado Brasileiro de pagamentos digitais apresenta cenário promissor para Bitcoin!

Siga no
Bitcoin e Bandeira do Brasil - Brasileiros e criptomoedas (criptomoeda pública)
Bitcoin e Bandeira do Brasil - Reprodução/Flickr

De acordo com um estudo recente, as criptomoedas como meio de pagamento poderiam ser utilizadas por até 53% dos brasileiros. O estudo foi feito com base no comportamento de consumo online das pessoas, principalmente em meio a pandemia.

Desenvolvido pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, a SBVC, o estudo buscou conhecer o “Panorama dos meios de pagamento no varejo brasileiro“. O levantamento das informações foi feito em parceria com a OfferWise, empresa especializada em pesquisas na América Latina.

Ao todo, foram ouvidos cerca de 600 consumidores de todo o Brasil, sendo que 9% deles realizaram suas primeiras compras durante a pandemia. O consumo online com o isolamento social tem demonstrado crescimento, uma vez que as lojas estão tendo de ser fechadas e as pessoas ainda precisam de produtos.

Potencial gigante, 53% dos brasileiros podem usar as criptomoedas como meio de pagamento, aponta estudo

No último dia 18 de junho, a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo publicou um estudo importante para empreendedores. Isso porque, ao analisar o consumo online em meio a pandemia, pode ajudar na tomada de decisões de quem pretende empreender no setor.

Com as pessoas em casa, com medidas de isolamento social, o consumo em lojas físicas ficou mais complicado. Além disso, os meios de pagamento digital passam por um momento interessante, uma vez que o dinheiro em espécie passa a ser desencorajado.

Com os pagamentos via aplicativos e carteiras digitais sendo apenas 4% da preferência em 2018, em 2020 a situação já é outra. No ano da pandemia do novo coronavírus, 21% das transações já utilizam aplicativos digitais, um salto de 425% em dois anos.

Segundo o levantamento da SBVC, 58% dos negócios tiveram que alterar suas políticas de pagamento durante a pandemia. Hoje, 62% das empresas já oferecem opções de pagamentos digitais para seus clientes, contra 13% em 2018.

O presidente da SBVC, Eduardo Terra, afirmou que o movimento é importante e passa a incluir a população desbancarizada.

O uso mais intenso de meios de pagamento digitais é positivo para a economia do país, pois aumenta a formalização do mercado e torna mais fácil alcançar a população desbancarizada

População brasileira poderia mergulhar nas criptomoedas?

Com o dólar sendo uma moeda forte contra o real, a divisa brasileira tem sofrido uma alta desvalorização em meio a pandemia. Em dado momento, no auge da desvalorização, o Real passou a ser considerada a pior moeda do mundo.

O estudo aponta que os avanços na digitalização dos meios de pagamento foram expressivos nos últimos meses. Eduardo Terra afirmou que “avançamos no Brasil, cinco anos em cinco meses, no quesito: meios de pagamento“.

Os brasileiros têm procurado plataformas de fidelidade e cashback, além dos famosos cupons de desconto. Os meios de pagamento alternativos, como são considerados, tiveram uma enorme aceleração.

Questionados sobre as criptomoedas como meio de pagamento, 53% dos brasileiros afirmaram poder utilizar essas moedas. Os outros 47% se recusam a utilizar a modalidade de pagamento, que tem no Bitcoin (BTC) sua principal referência.

Com a desvalorização do real frente ao dólar, e da valorização do Bitcoin sobre o USD, os brasileiros poderiam ver nas moedas digitais uma forma de ganhar ainda mais em suas compras. Isso porque, o preço do Bitcoin já valoriza 29% sobre o dólar em 2020, que ganha mais 30% sobre o real.

No estudo, que também foi publicado pela E-commerce Brasil, foram ouvidas as principais empresas do país, com faturamento acima de R$ 1 bilhão no ano. Ou seja, o potencial de aceitação de criptomoedas em comércios brasileiros é gigantesco e as empresas deverão considerar nos próximos anos aceitar moedas digitais como meio de pagamento online no Brasil.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Charlie Munger, vice-presidente da Berkshire Hathaway e parceiro de negócios de longa data de Warren Buffett.

Bitcoin não será um meio de troca global, diz Charlie Munger

Charlie Munger, parceiro de longa data do veterano investidor Warren Buffett e crítico do Bitcoin, atacou mais uma vez a criptomoeda. Durante uma entrevista...
Elon Musk. Imagem: Youtube

Rumor: Elon Musk está sob investigação da SEC por causa de tweets sobre Dogecoin

O CEO da Tesla, Elon Musk, pode estar sendo investigado pela comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos (SEC) por causa de sua suposta...
MAduro conclama o povo a apostar na nova economia com o Bolívar digital. Imagem: VTV

Maduro anuncia bolívar digital e autoriza abertura de contas em dólares

Os planos de Nicolás Maduro de digitalizar a economia da Venezuela parecem estar avançando, com o anúncio do que ele apresentou como um “bolívar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Rumor: Elon Musk está sob investigação da SEC por causa de tweets sobre Dogecoin

O CEO da Tesla, Elon Musk, pode estar sendo investigado pela comissão de valores mobiliários dos Estados Unidos (SEC) por causa de sua suposta...

Maduro anuncia bolívar digital e autoriza abertura de contas em dólares

Os planos de Nicolás Maduro de digitalizar a economia da Venezuela parecem estar avançando, com o anúncio do que ele apresentou como um “bolívar...

Empresas compraram Bitcoin na queda, aponta analista do mercado

Ainda que o Bitcoin tenha começado a se recuperar da queda do início da semana, muitos ficaram assustados com o movimento. Enquanto os pequenos...

JPMorgan recomenda que investidores diversifiquem portfólio com Bitcoin

O JPMorgan é um nome muito importante dentro do setor financeiro, contando com milhares de clientes e investidores. A firma conta com diferentes analistas...

Stone Ridge adiciona Bitcoin ao seu fundo de alternativas diversificadas

Em um momento em que o Bitcoin está no centro das atenções, tanto pelo seu preço que está consolidando na faixa de US$ 50...