550 mil hotéis estão prontos para aceitar o XRP como pagamento

Siga no

A Ripple (XRP) conquistou uma importante rede hoteleira que conta com mais de 550 mil estabelecimentos. Dessa forma, os usuários da criptomoeda  poderão reservar um hotel entre os milhares oferecidos pela Travala, pagando em XRP por suas reservas.

Com a comodidade, a Ripple ganha mais uma importante parceira em sua missão de popularizar a utilização da criptomoeda em pagamentos por produtos e serviços.

Reservar hotéis e pagar em criptomoedas pode ser uma grande comodidade para aqueles que utilizam frequentemente seus fundos em ativos digitais. No caso da Ripple (XRP), por exemplo, a altcoin aposta em popularizar seu uso através de importantes parcerias em vários setores. Sendo assim, cada vez mais o uso do XRP será comum, já que a Ripple anuncia frequentemente novas parcerias.

XRP poderá ser utilizada em mais de 82 mil destinos turísticos

Com mais de 550 mil hotéis em sua plataforma a Travala poderá impulsionar a utilização do XRP. Como consequência, a criptomoeda poderá ver seu volume aumentar, e quem sabe, o preço se valorizar.

Com a adoção da Ripple (XRP), a Travala permitirá que viajantes por mais de 210 países utilizem a criptomoeda como forma de pagamento. Além disso, a empresa está presente em mais de 82 mil destinos turísticos ao redor do mundo, conforme revelou a Travala no anúncio sobre a integração da Ripple (XRP) em sua plataforma.

A Ripple aposta em soluções voltadas para diversos serviços financeiros. Aliada a tecnologia blockchain, a empresa trabalha na integração de plataformas de pagamentos, transações entre países distintos e até possui bancos tradicionais como clientes. Esse domínio massivo permitirá que a Ripple (XRP) seja uma das altcoins mais utilizada em todo o mundo futuramente.

Bancos apostam na tecnologia Ripple para pagamentos e transações

Além da Travala, outras empresas já se renderam a tecnologia Ripple. Até mesmo o Santander já utiliza a Ripple em transações transfronteiriças através do xCurrent. Recentemente o Citibank anunciou que não deverá apostar em uma criptomoeda própria, o que abre espaço para o banco pensar em utilizar tecnologias já existentes.

Segundo recente comunicado da instituição, a adoção de tecnologias que já predominam no mercado deverá ser a solução encontrada pelo Citibank para não ficar de fora da “revolução blockchain”. Sendo assim, isso poderá abrir caminho para a utilização da XRP e as tecnologias relacionadas a Ripple.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Guggenheim

Gigante de Wall Street pede aprovação da SEC para investir até R$ 2.6 bi...

A gigante americana de serviços financeiros Guggenheim Partners entrou com um pedido na Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC) para investir até $ 500...

Guru de “A grande aposta” compara bitcoin com Tesla: “bolha”

Michael Burry - o famoso investidor interpretado por Christian Bale no filme "A grande aposta" - comparou a Tesla com o bitcoin, chamando ambos...

Produtora do Big Brother, Master Chef e The Voice é atacada por ransomware e...

Uma gigante da televisão está enfrentando um cenário assustador. O grupo francês Banijay informou na quinta-feira (26) que sofreu um ataque cibernético que afetou...

Últimas notícias

Guru de “A grande aposta” compara bitcoin com Tesla: “bolha”

Michael Burry - o famoso investidor interpretado por Christian Bale no filme "A grande aposta" - comparou a Tesla com o bitcoin, chamando ambos...

Produtora do Big Brother, Master Chef e The Voice é atacada por ransomware e tem dados vazados

Uma gigante da televisão está enfrentando um cenário assustador. O grupo francês Banijay informou na quinta-feira (26) que sofreu um ataque cibernético que afetou...

Hackers invadem site do governo da Argentina e ameaçam vazar 50GB de dados

Vários países da América Latina seguem perseguidos por ataques cibernéticos, principalmente com os chamados ransomwares. O novo caso de ataque seria uma invasão ao...