Acordo trabalhista de R$ 350 mil é pago em Bitcoin

Funcionário recebeu valor em Bitcoin do exterior e converteu em reais.

Siga no
Real Bitcoin (Moeda digital, criptomoeda, moedas digitais, criptomoedas, moeda virtual)
Real Bitcoin

Bitcoin é uma moeda digital que funciona pela internet, em qualquer lugar do mundo. Em busca de facilitar um acordo trabalhista no Brasil, a moeda foi escolhida como forma de pagamento.

Com funcionamento desde 2009, o Bitcoin se tornou um importante meio de pagamentos global. Sua função para pessoas que necessitam fazer remessa certamente é uma das principais característica. Com a confirmação em minutos de uma transação internacional, que custa menos que bancos, a moeda digital tem se tornado popular.

Vale destacar que existem mais de cinco mil criptomoedas hoje, mas o Bitcoin é a mais segura. Com uma rede descentralizada, não precisa de intermediários centralizados para conduzir suas operações. As informações são do Tribunal Regional do Trabalho da 18.ª Região (TRT18 – Goiás).

Bitcoin foi a moeda utilizada para pagamento de um acordo trabalhista de R$ 350 mil em Goiás

Com a popularidade do Bitcoin nos últimos anos, várias pessoas conheceram a moeda observando apenas seu preço. Como o preço do Bitcoin valorizou muito, a tecnologia foi associada a um mercado de ações.

Contudo, criado para operar um meio de pagamentos, o Bitcoin é o primeiro dinheiro digital. Ao funcionar pela internet, permite que pessoas enviem qualquer quantia pela rede. Caso uma pessoa queira liquidar essa moeda, a liquidez hoje é praticamente instantânea, na maior parte dos países.

E esse foi o caso de um acordo trabalhista que envolveu o Bitcoin como moeda nos últimos dias. De acordo com informações do TRT18, de Goiás, um trabalhador de uma empresa de mineração tinha R$ 350 mil para receber.

O acordo entre as partes, que foi conduzido pela Vara do Trabalho de Uruaçu, utilizou diversos recursos tecnológicos. Isso porque, o representante da empresa reside em Dubai, nos Emirados Árabes. Com reunião telepresencial, ele participou da reunião do acordo pela plataforma Google Meet.

Com a audiência telepresencial, foi fechado o acordo entre a empresa e o funcionário, no valor de R$ 350 mil. Para enviar a quantia de Dubai para o Brasil, ficou acordado entra as partes o uso do Bitcoin.

Servidora do Tribunal foi quem sugeriu uso do Bitcoin no acordo

Um dos pontos que mais chamou atenção no acordo, de fato foi que o Bitcoin ganhou um destaque importante. O Banco Central do Brasil ainda não regulamentou o Bitcoin no Brasil, contudo, essa tecnologia já é reconhecida pela Receita Federal como bens e direitos.

Dessa forma, a servidora da unidade do tribunal que sugeriu para as partes do acordo o uso da moeda digital. Nayara Souza entrou em contato com as partes usando o WhatsApp Business e sugeriu a inclusão da pauta. A audiência, que aconteceu na última terça-feira (25), deixou definido então o uso do Bitcoin como moeda no acordo trabalhista.

O juiz do trabalho que cuidou do caso também elogiou a atuação dos advogados no caso. De acordo com o juiz Carlos Gratão, as partes foram compreensivas para viabilizar o acordo.

“Os advogados atuaram como verdadeiros parceiros na condução do acordo e na elaboração das cláusulas que trataram do pagamento por meio de Bitcoins”, afirmou o juiz

Por fim, a empresa fará a remessa de Bitcoin de Dubai para o Brasil em breve. Ao chegar no país, a quantia será convertida para Real e transferida para o trabalhador. Considerando o preço do Bitcoin hoje, a quantia de R$ 350 mil daria 5,5 BTCs.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin em ratoeira problema

Michael Burry critica alavancagem do mercado de criptomoedas

O lendário trader de Wall Street, Michael Burry, criticou nos últimos dias a alavancagem do mercado de criptomoedas. Em sua fala, o problema é...
MicroStrategy Bitcoin

MicroStrategy aproveita queda e compra mais 13 mil bitcoins

O mercado de Bitcoin começa a semana com uma queda nos preços, isso faz as baleias se movimentarem para comprar tudo que podem, e...
Preço da Dogecoin em queda no mercado

Carro Dogecoin na NASCAR quebra, preço da moeda também

O carro patrocinado pela comunidade Dogecoin na NASCAR quebrou, e o preço da criptomoeda também despencou no último final de semana. Essa coincidência chamou...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias