Airdrop da Ripple não terá suporte em corretoras brasileiras

Olhar atento ao movimento que dará almoço grátis a quem tem XRP em algumas corretoras.

Siga no
Ripple XRP símbolo airdrop
Ripple

O airdrop da Ripple que acontece no próximo dia 12 de dezembro não terá suporte de pelo menos quatro corretoras brasileiras que falaram com o Livecoins. Grandes corretoras do mundo, como Coinbase e Binance, por outro lado, darão apoio ao projeto.

Com a criação da rede Flare, o Spark Token (FLR) será criado no próximo dia 12. A comunidade Ripple espera ansiosa pelo lançamento, por dois motivos principais.

Um deles é sobre a inovação que a rede Flare deve trazer ao ecossistema da terceira maior criptomoeda do mercado. O segundo tem relação com o “almoço grátis” que está sendo oferecido para os detentores de tokens XRP.

Com a iminência do lançamento, o preço da Ripple subiu nas últimas semanas. Em relação ao dólar, por exemplo, o XRP valorizou 120% nos últimos 30 dias. O lançamento do Spark Token marca o início do DeFi na rede Ripple.

Airdrop da Ripple não terá suporte em corretoras brasileiras

A criptomoeda Ripple tem uma forte presença no Brasil. Por aqui, até um escritório já foi aberto pela fintech de pagamentos, na cidade de São Paulo. A Ripple é a empresa por trás da criptomoeda XRP, a terceira maior em market cap hoje.

Como uma criptomoeda, o foco da Ripple é fazer o XRP um meio de pagamentos global. A moeda seria então uma concorrente direta do Bitcoin e Ethereum. Além disso, a empresa opera a RippleNet, que é grande parceira de bancos para transações de remessas.

No entanto, o ecossistema da Ripple poderá ter novas funções agregadas em breve. Com o lançamento da Flare, a criptomoeda poderá permitir a criação de novas funcionalidades. Até contratos inteligentes, por exemplo, poderiam usar o XRP com a Flare.

Dessa forma, foram reservados 45 bilhões de Spark Tokens, que serão distribuídos para quem possuí a moeda XRP. Essas moedas deverão estar depositadas em uma carteira oficial da Ripple ou em uma corretora que dará suporte ao airdrop.

A previsão é que o saldo em carteiras e corretoras seja identificado no dia 12 de dezembro, às 00:00 horas (UTC). No Brasil, o evento acontece no próximo sábado por volta das 21 horas. *Errata: O evento deverá acontecer nesta sexta-feira (11) às 21 horas no Brasil, não no sábado como previamente informado.

O Livecoins conversou com quatro corretoras brasileiras que listam o XRP, para confirmar se irão dar suporte ao Spark ou ao Airdrop. Contudo, nenhuma corretora brasileira dará o suporte ao novo token.

A BitcoinTrade foi uma delas, que confirmou que não irá distribuir os tokens da Ripple. Já a NovaDAX, outra que tem a XRP listada, afirmou que não dará suporte ao token. O Mercado Bitcoin, assim como a Coinext, também confirmaram que não darão suporte ao airdrop.

O que fazer então, onde deixar as moedas para receber tokens Spark?

Algumas grandes corretoras anunciaram o suporte ao Spark, como a Coinbase, por exemplo. Poloniex, Kraken, Bitfinex, entre outras, também darão suporte. Ou seja, uma das vias, um pouco mais arriscada vale o destaque, é deixar em uma corretora que irá dar suporte ao airdrop. Acesse aqui a lista das corretoras que darão suporte.

A Binance, grande corretora que aceita depósitos em reais e criptomoedas, dará suporte ao Spark. Ou seja, para os brasileiros interessados em ganhar as moedas, essa poderia ser a opção mais fácil.

Vale o destaque, que antes de sacar ou depositar XRP em alguma corretora antes do airdrop, é importante verificar se a rede estará ativa. Algumas corretoras irão desabilitar os saques, informação que deve ser previamente confirmada junto ao suporte. Além disso, o repasse das moedas não será imediato nas corretoras e poderá diferir em cada plataforma.

O meio mais seguro, por fim, é deixar as moedas em uma carteira oficial da Ripple. Forma correta de armazenar criptomoedas, os detentores de XRP que mantiverem suas moedas nas wallets que darão suporte ao Spark, receberão a recompensa.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Preço do Bitcoin acima de US$ 40 mil

Após seis dias em alta, Bitcoin supera US$ 40 mil

O preço do Bitcoin rompeu os 40 mil dólares em um movimento forte do lado comprador e após seis dias de fechamento diário em...
Hacker segurando Bitcoin

Trader de Bitcoin tem e-mail hackeado e perde R$ 350 mil

Um trader de Bitcoin alega ter sido hackeado após um vazamento de dados e como resultado perdeu tudo que tinha na corretora Binance. Seu...

Análise do Bitcoin: Não estamos em bear market, ainda é um mercado de touros

O preço do Bitcoin sofre impacto por conta do Halving, evento que ocorre em média a cada 4 anos (210 mil blocos), sua inflação...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias