Início Apple Apple mira na tecnologia blockchain para combater o trabalho infantil

Apple mira na tecnologia blockchain para combater o trabalho infantil

A gigante da tecnologia submeteu um documento à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), se comprometendo com a defesa dos direitos humanos e combate ao trabalho infantil e degradante.

-

(Foto: Anistia.org)

Paul* tem 14 anos e sofre de bronquite crônica por inalar cobalto em uma mina na República Democrática do Congo. Ele trabalha 12 horas por dia se esgueirando por túneis e transportando sacos extremamente pesados. Mas o que é que um garotinho do outro lado do oceano tem a ver comigo, você pergunta? Tudo. Porque muito provavelmente o smartphone ou notebook que você está utilizando para ler esta matéria foi construído a partir do trabalho degradante de meninos como Paul. A nova aposta da Apple, apontada por fazer “vista grossa” a situações como a descrita acima,  é investir na tecnologia blockchain para promover uma cadeia de suprimentos mais ética e decente para seus atores.

De acordo com o CoinDesk, na última sexta-feira (15) a empresa da maçã submeteu um relatório à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC), no qual destaca seus esforços e compromisso com a defesa “dos direitos humanos em toda a sua rede global de fornecedores”.

No documento, a empresa informa que está trabalhando no desenvolvimento das diretrizes do projeto Responsibles Minerals Initiative (RMI), que tem como objetivo implementar a tecnologia blockchain para rastrear o processo de extração de minérios e proteger os trabalhadores envolvidos nessa atividade.

Escândalo

Vale ressaltar que o recente engajamento da Apple surge após uma reportagem  da Fortune, em agosto do ano passado, e de denúnciasda Anistia Internacional, em 2016, que acusou a empresa de ser conivente com o trabalho infantil e degradante na produção dos minérios, incluindo o cobalto, utilizados em seus aparelhos.

O cobalto é um mineral abundante no Congo e matéria-prima das baterias usados em smartphones, notebooks e tablets. Na época, a investigação da Anistia Internacional expôs a negligência generalizada partindo não apenas da Apple, mas também da Samsung e da Sony, dentre outras multinacionais.

A partir de então, adotar um padrão de auditoria na cadeia de suprimentos tem se tornado mais importante nos últimos tempos, e a tecnologia blockchain vem se fortalecendo com a promessa de que trará melhorias, eficiência e mais transparência para a gestão dessa indústria. Empresas como a IBM e Ford são alguns dos exemplos que se renderam as possibilidades da tecnologia e também anunciaram iniciativas com blockchain na região do Congo.

Soluções blockchain

O documento foca nos esforços e diretrizes adotados pela Apple para combater o trabalho degradante e, dessa forma, não deixa claro se desenvolverá algum tipo de solução relacionada à blockchain ou produtos derivados da tecnologia.

No entanto, com o investimento dos concorrentes, como Samsunge Microsoft, e o documento recente apresentado à SEC, há especulaçõesde que a empresa esteja trabalhando na tecnologia blockchain nos bastidores.

Como destaca o CoinDesk, a adesão efetiva da companhia poderá incentivar a adoção da tecnologia em massa. Citando Jeff John Roberts, da Fortune, destaca que “será necessário um gigante da tecnologia como a Apple para fazer os pagamentos de blockchain funcionarem em escala”.

*Paul é um personagem real retirado da reportagem da Anistia.org. Para o texto completo, acesse aqui.

---------------------------------------------------------- BitcoinTrade: 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos! Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos! www.bitcointrade.com.br
Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Anúncio

Nexo

Empréstimos na hora por transferência bancária usando sua criptomoeda como garantia sem vendê-la. Ganhe juros de até 8% ao ano em suas Stablecoins.

Comece agora
Camila Marinho
Camila Marinho
Camila Marinho é jornalista, com passagem por jornais impressos e outros portais com foco em criptomoedas. Acredita que a tecnologia blockchain é como o fogo dado por Prometeu à humanidade. Cresceu sob o sol da Bahia e hoje vive no frenesi do centro de São Paulo.

Veja também

Empresários querem comprar dívida da Unick Forex

Os clientes da Unick Forex receberam nos últimos dias um comunicado de que alguns empresários estariam dispostos a comprar a dívida da empresa. Uma...

Investiu R$ 52 mil da rescisão trabalhista na Genbit; não recebe e perdeu apartamento

É um negócio “seguro, confiável e disruptivo” que vai “mudar a sua vida”. Foi o que Antônio* ouviu no início deste ano ao investir...

Criptomoedas podem substituir o dinheiro até 2030, diz uma das maiores instituições financeiras do mundo

Até 2030, a demanda por moedas alternativas vai aumentar, e as moedas digitais, como o Bitcoin, vão substituir o dinheiro comum. Essa é a...

Essas são as empresas que mais prejudicaram a imagem do Bitcoin no Brasil

Uma pesquisa realizada em um dos maiores grupos sobre Bitcoin do Facebook revelou quais foram as empresas que mais prejudicaram a imagem do Bitcoin...

“Todo dinheiro da Unick está fora do Brasil”, admite líder

Parece que o dinheiro desaparecido da Unick está realmente fora do Brasil, pelo menos é o que revela a líder da empresa, Lucimari Boff....

Justiça americana prende 3 por pirâmide com criptomoedas que movimentou R$ 3 bi

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos prendeu três homens que estavam associados a um esquema de pirâmide financeira com criptomoedas que arrecadou US...

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Empresários querem comprar dívida da Unick Forex

Os clientes da Unick Forex receberam nos últimos dias um comunicado de que alguns empresários estariam dispostos a comprar a dívida da empresa. Uma...

Investiu R$ 52 mil da rescisão trabalhista na Genbit; não recebe e perdeu apartamento

É um negócio “seguro, confiável e disruptivo” que vai “mudar a sua vida”. Foi o que Antônio* ouviu no início deste ano ao investir...

Criptomoedas podem substituir o dinheiro até 2030, diz uma das maiores instituições financeiras do mundo

Até 2030, a demanda por moedas alternativas vai aumentar, e as moedas digitais, como o Bitcoin, vão substituir o dinheiro comum. Essa é a...