As 50 criptomoedas que mais valorizaram em 2020

Bitcoin continua sendo um dos maiores ganhadores no geral do mercado, demonstrando ser menos arriscado que outras opções de criptoativos.

Siga no

Com o Bitcoin ultrapassando, e se mantendo firme, acima dos níveis recordes de preço de 2017, aumentando bastante o positivismo dos investidores, é fácil esquecer das outras criptomoedas que também tiveram um ano excelente. Mas algumas criptomoedas chegaram a valorizar mais de 7000%.

De acordo com dados da Messari analisados pelo Livecoins, as criptomoedas que mais valorizaram em 2020 tem em primeironão apenas a primeira colocada é uma Altcoin relativamente desconhecida, mas o Bitcoin não conseguiu entrar na lista das 50 maiores ganhadoras.

Entre as principais tendências de 2020 vimos o aumento considerável no interesse das criptomoedas ligadas ao setor DeFi, com muitas batendo recordes de preço e valorização. Muitas dessas ficaram entre as criptomoedas que mais valorizaram esse ano.

Há também diferentes projetos “desconhecidos” liderando a lista, dando uma sensação de 2017, principalmente em relação ao recente avanço do Bitcoin.

As 50 criptomoedas que mais valorizaram em 2020, projetos DeFi dominam entre as ganhadoras

Um fato curioso sobre as moedas que mais ganharam valor durante o ano é que a grande maioria com certeza ficou fora do radar para a maioria dos investidores.

Um exemplo claro disso é a presença da criptomoeda ZAP logo no topo da lista. Com uma valorização de 7066% no ano em relação ao dólar, o que faz muitos se perguntarem como uma moeda desconhecida pode ter sido a principal ganhadora de 2020.

TOP 10 criptomoedas mais valorizaram em 2020. Imagem: Messari
TOP 10 criptomoedas mais valorizaram em 2020. Imagem: Messari

Bom, a resposta pode estar no setor DeFi e na monetização de oráculos, comunicadores de dados on/off chain.

2020 foi um ano excelente para o mercado de DeFi, com muitos projetos ligados ao setor tendo uma boa valorização. Enquanto a ZAP pode ter aproveitado dessa onda, vale notar que a moeda possui um volume real de negociação extremamente baixo (US$ 50 mil nas últimas 24h), indicando um mercado fácil de ser manipulado.

movimentação de preço do ZAP desde o começo de sua negociação. Fonte: CoinMarketCap.

Apesar da excelente valorização de 2020, a ZAP ainda não conseguiu recuperar o investimento dos seus compradores iniciais, apresentando um ROI de -80%. Atualmente, cada token ZAP é vendido por $0.122.

A força do DEFI este ano é ressaltada pela segunda colocada, AAVE, projeto desenvolvido por uma empresa localizada em Londres. A segunda colocada entre as principais ganhadoras de 2020 faz parte do mercado de empréstimos descentralizados e apresentou valorização de 4.104%. 

Pouco abaixo das duas primeiras colocadas temos a Band Protocol, também ligada ao DeFi e que utiliza os oráculos para comunicação de dados, assim como a ZAP. A BAND apresentou uma valorização de 2.314% em 2020.

Por ser mais conhecida é mais fácil de entender a alta do projeto. Desde o meio do ano que a Band Protocol aparece em notícias sobre recentes ganhos de preço e recentemente chegou a ser listada na Coinbase, dando mais impulso ao preço. O valor da Band é de US$ 5.68 por token. 

No gráfico fica claro que 2020 foi o melhor ano do Band Protocol até o momento, apresentando um ótimo retorno para investidores de períodos anterior.

Também representando o setor de DeFi temos o Yearn Finance (YFI) na 8ª colocação e valorização de 1975% durante o ano. Como um dos projetos de finanças descentralizadas mais conhecido, o YFI pôde aproveitar muito com a onda DeFi de 2020.

Para demonstrar ainda mais o crescimento do DeFi durante o ano temos também a presença da Chainlink (LINK), na 39ª posição com 551%. Isso demonstra o progresso contínuo do ativo, já que em 2019 ela foi a 2ª que mais valorizou, atrás apenas da BNB. Este ano a BNB apresentou “apenas” 135% de ganhos, ficando na 91ª colocação, bem abaixo da Link.

Top 11-20 criptomoedas mais valorizaram 2020. Imagem: Messari
Top 11-20 criptomoedas mais valorizaram 2020. Imagem: Messari

A Chainlink teve um bom 2020, chegando até a entrar no Top 5 do criptomercado. 

Mais abaixo na lista, mas ainda assim merecedora de menção é a Bancor (BNT), também do setor DeFi, oferecendo um pool de liquidez com base no Ethereum. Ela ficou com a 38ª posição entre as criptomoedas que mais valorizaram em 2020, com valorização acima de 427%.

Apesar de não serem diretamente projetos vindos do DeFi, temos também duas criptomoedas antigas que tiveram alta valorização e entraram no top 50. A primeira é o Waves, na 34ª posição, com uma valorização de 503% e a outra é o Ethereum, com 367% na 42ª posição.

Ambas as altcoins, já bem conhecidas, são a base para muitos dos projetos de DeFi que viram crescimento exponencial em 2020. Isso fez com que os projetos base também ganhassem muito interesse. No caso do Ethereum, a atualização para Ethereum 2.0 também tem sido um catalizador dos investidores.

top 21-50 criptomoedas que mais valorizaram. Imagem: Messari
top 21-50 criptomoedas que mais valorizaram. Imagem: Messari

Além do DeFi, 2020 rendeu uma boa valorização para altcoins novas e antigas

criptomoedas que mais valorizaram 2020
Kin, uma criptomoeda de uma rede social foi uma das principais ganhadoras de 2020.

Entre o top 10 criptomoedas que mais valorizaram em 2020 há a presença da KIN na 6ª colocação e aumento de 2.220% no ano. Essa é uma posição curiosa, primeiro porque a KIN é um projeto que foge um pouco dos outros que mais valorizaram, sendo a moeda nativa de uma Rede Social chamada KIK. 

Apesar de não ter tido um ROI positivo (-27% desde o seu lançamento) até o momento, a KIN se mostrou resiliente, já que recentemente a SEC pegou no pé de seus desenvolvedores por causa de uma “ICO irregular.”

criptomoedas que mais valorizaram 2020
Movimento do preço da Kin durante o atual ano.

Na 9ª posição temos outra presença muito interessante com o Haven Protocol. Apesar de ser um projeto relativamente desconhecido, o Haven parece ter apostado no lançamento de uma moeda com base em privacidade similar a Monero, a aposta parece ter dado certo.

Ainda no top 20, temos também a presença da Zilliqa(ZIL), um projeto relativamente conhecido e que nasceu por volta da bolha das ICOs de 2017/2018, com valorização de 1286%. O NEM (XEM), outra altcoin de longa data que apresentou bons ganhos no ano, com aumento de 700% no seu preço desde o começo de 2020. 

Continuando na lista, temos outras presenças interessantes, como é o caso da SALT, uma moeda também antiga no criptomercado, criada por uma plataforma de empréstimos com colateral em outros criptoativos. Ela aparece na 36ª posição, com ganhos de 456%.

Também é importante destacar a presença da Filecoin (FIL), token nativo de um projeto descentralizado para armazenamento de arquivos na blockchain. Ela ficou com a 50ª posição, tendo valorizado mais de 270% durante o ano. O desempenho merece ainda mais destaque, já que ela foi lançada em 2020, sendo uma moeda extremamente nova.

Mas e o Bitcoin, como ele ficou entre as criptomoedas que mais valorizaram em 2020?

O Bitcoin ficou fora do top 50, mas por muito pouco, sendo a 64ª criptomoeda com mais ganhos, apresentando pouco mais de 227% de valorização. Isso quer dizer que todas as outras 64 moedas na frente são “melhores” que o Bitcoin? Não, na verdade esses são apenas ganhos anuais, o que pode gerar um pouco de confusão nos investidores iniciais.

A valorização do Bitcoin vem desde os primórdios de sua criação, apresentando um Retorno de Investimento acima dos 9.000% para os compradores iniciais. Para efeito de comparação, basta ver o histórico de preço do BTC vs. o da ZAP, a primeira colocada no ranking de valorização em 2020.

Diferença no histórico de preço do BTC vs o ZAP. Fonte dos dados: CoinMarketCap.

Com isso, o Bitcoin continua sendo um dos maiores ganhadores no geral do mercado, demonstrando ser menos arriscado que outras opções de criptoativos.

Outras criptomoedas conhecidas que valorizaram até x%

Apesar de terem ficado de fora das top 50 criptomoedas que mais valorizaram em 2020, existem vários projetos que merecem destaque, seja pela relevância do projeto ou pelo fato de também terem tido um bom ano. Alguns desses conseguiram altas de até 100%.

  • Stellar (XLM) 214%
  • VeChain (VET) – 175$
  • BNB – 135%
  • Dash (DASH) -135%
  • Dogecoin (DOGE) – 100%
  • Decred (DCR) – 96%
  • Verge (XVG) – 72%

Abaixo a tabela completa

10 criptomoedas que mais valorizaram em 2020
Zap · ZAP +7066.66%
Aave · AAVE +4196.32%
Band Protocol · BAND +2323.06%
Unibright · UBT +2307.43%
CyberVein · CVT +2277.98%
Swissborg · CHSB +2139.10%
Kin · KIN +2059.70%
yearn.finance · YFI +2029.74%
Haven Protocol · XHV +1726.33%
Origintrail · TRAC +1613.09%
Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Homem segurando criptomoedas em mão

Secretários de Macaé são acusados de enriquecimento ilícito e investimentos “elevados” em criptomoedas

Alguns secretários municipais de Macaé foram acusados em redes sociais de obter enriquecimento ilícito e negociar criptomoedas, obtendo para si vantagens indevidas. A negociação de...
Homem jogando dinheiro para cima bilionários do Bitcoin

Usuário compra bitcoin por 11 mil dólares durante flash crash da Binance

Durante uma queda repentina nos preços de várias moedas na Binance americana, onde o Bitcoin chegou a ser negociado por 8.200 dólares por menos...

Bitcoin atingiu novo recorde histórico, o que mudou na rede?

OÉ importante manter a conjuntura Macro clara, e para isso, os indicadores cíclicos continuam atualizar a cada dia que passa junto com o preço...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias