Banco britânico vai lançar negociação de Bitcoin e Ethereum

O interesse do banco britânico pode estar ligado ao sucesso dos ETFs de Bitcoin nos EUA. Isso porque eles mostraram que havia uma grande demanda oculta pelo mercado tradicional.

O Standard Chartered, famoso banco britânico, estaria se preparando para lançar uma mesa de negociação de Bitcoin e Ethereum a seus clientes. As informações são da Bloomberg, que citou que esse pode ser o primeiro banco global a entrar no mercado de negociação de criptomoedas.

Segundo as informações, obtidas de duas fontes anônimas, as operações serão comandadas pela unidade que já controle a parte de câmbio do banco. Já a sede das operações seria em Londres, na Inglaterra.

Em ocasiões passadas, o Standard Chartered sempre se mostrou otimista em relação às criptomoedas. No início desse mês, por exemplo, o banco citou que o BTC pode chegar a US$ 150.000 até o final de 2024.

Standard Chartered oferecerá Bitcoin e Ethereum a seus clientes

O interesse do banco britânico pode estar ligado ao sucesso dos ETFs de Bitcoin nos EUA. Isso porque eles mostraram que havia uma grande demanda oculta pelo mercado tradicional.

“O Standard Chartered está montando uma mesa de operações para Bitcoin e Ether, segundo fontes, tornando-se um dos primeiros bancos globais a entrar no mercado de negociação à vista de criptomoedas”, escreveu a Bloomberg no Twitter.

Embora alguns bancos já trabalhem com derivativos de criptomoedas, um dos principais motivos que está espantando essas instituições é a regulação. Como exemplo, o Banco de Compensações Internacionais (BIS) publicou diretrizes para que bancos pudessem atuar no setor, sendo bem restritivo.

Em resposta à Bloomberg sobre os rumores, o Standard Chartered não confirmou as informações, mas novamente emitiu um texto muito otimista sobre o mercado.

“Temos trabalhado em estreita colaboração com nossos reguladores para apoiar a demanda de nossos clientes institucionais para negociar Bitcoin e Ethereum”, disse o banco britânico, afirmando que estão analisando “desde o acesso e custódia até a tokenização e interoperabilidade”.

Esse otimismo nem sempre esteve presente entre os analistas do Standard Chartered. Em 2022, por exemplo, eles citaram que o BTC poderia cair 70% e chegar até US$ 5.000.

Os comentários aconteceram logo após a falência da FTX e muito antes da aparição da BlackRock e outras gestoras no mercado. Ou seja, os tempos eram outros e eles estavam jogando com as cartas que estavam na mesa.

Por fim, muitos já mudaram de opinião sobre o Bitcoin e agora estão querendo uma parte desse bolo. Sendo assim, o Standard Chartered pode ser o primeiro de muitos ‘bancões’ a entrar de cabeça nas criptomoedas.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias