Todos bancos centrais vão converter seus ativos em Bitcoin, diz Anthony Pompliano

A futura participação dos Bancos Centrais não parece algo tão impossível, considerando o quanto o setor evoluiu em apenas dois anos.

Siga no
Moeda Bitcoin cercado por bandeira de países adoção
Moeda Bitcoin cercado por bandeira de países

Com o Bitcoin ganhando força, tanto em preço quanto em fama, muito se fala em FOMO (Medo de Ficar de Fora, em tradução livre) entre os investidores varejistas e institucionais. Para Anthony Pompliano, um veterano analista da moeda digital, o FOMO pode ir muito além e atingir até mesmo os Bancos Centrais.

Pompliano, popularmente conhecido como ‘Pomp’ na comunidade de criptomoedas, falou recentemente no Twitter sobre a possibilidade de que no futuro os bancos centrais vão converter seus ativos em Bitcoin.

O que motivou a sua opinião foi uma recente notícia de que um parlamentar assinou uma petição para permitir que o Banco Central da França pudesse comprar e armazenar Bitcoin como reserva de valor. Para Pomp, o parlamentar já está pensando bem à frente de seus colegas e mostra um movimento que pode ganhar força no futuro.

“Todo Banco Central vai eventualmente converter seus ativos para o Bitcoin. Esse parlamentar francês está muito à frente de seu tempo. Ele será ridicularizado e zombado, mas ele é patriota ao máximo. Uma vez que os Bancos Centrais entrarem no mercado, os portões serão abertos e o FOMO dominará.”

A adoção ampla do Bitcoin é algo que vem sendo falado desde 2017, após a primeira grande valorização do ativo digital. No entanto, desde 2019 que esse fator realmente ganhou força, com uma base institucional sólida recentemente, principalmente com a MicroStrategy liderando o caminho para um setor institucional com mais participação do criptomercado. 

A futura participação dos Bancos Centrais não parece algo tão impossível, considerando o quanto o setor evoluiu em apenas dois anos.

A petição para o banco central da França comprar Bitcoin

No quesito de uma futura adoção por parte dos Banco Centrais, alguns legisladores e parlamentares parecem estar começando a ver essa possibilidade, com o caso já citado do parlamentar francês Jean-Michel Mis e a petição que ele assinou.

A ideia da petição é fazer com que o Banco Central do país europeu comece a apostar no Bitcoin como uma solução para evitar o enfraquecimento econômico do país em um futuro próximo. Ele anunciou a assinatura da petição através do Twitter.

A aposta de Jean-Michel segue o mesmo caminho da MicroStrategy: O Bitcoin se mostrou uma ótima reserva de valor (por enquanto) e uma forma de Bancos Centrais conseguirem manter a força das suas reservas no futuro.

Quase como ter uma reserva de ouro, mas com as vantagens e praticidade do ativo digital, claro, na teoria.

Vale mencionar que, graças à MicroStrategy o governo da Noruega “comprou Bitcoin”, dando início a possível adoção.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

“Bitcoin não me atrai”, diz André Esteves do BTG Pactual em áudio vazado

Um áudio vazado de uma conversa de André Esteves, banqueiro do BTG Pactual, deixou claro a opinião dele sobre o Bitcoin como um investimento. O...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

China pode estar planejando cancelar proibição do Bitcoin

A China tem sido um dos países que mais aparece nos holofotes do setor financeiro, seja ele o tradicional ou então o criptomercado. Com...

Alemanha vai leiloar R$ 75,2 milhões em Bitcoin

O leilão de criptomoedas realizados por diferentes governos tem sido algo cada vez mais comum, e desta vez um estado da Alemanha vai leiloar...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias