Binance anuncia fim do BEP2 e pede que usuários convertam suas criptomoedas

Embora o desligamento da BEP2 esteja marcado apenas para junho, a Binance já recomenda que investidores façam a conversão de seus ativos, que pode ser realizada na própria corretora.

Em nota publicada nesta quinta-feira (8), a Binance afirmou que estará dando suporte ao encerramento da BNB Beacon Chain, mais conhecida como BEP2. Como recomendação, pediu para seus usuários converterem suas criptomoedas hospedadas no BEP2 para outras redes.

Segundo roteiro publicado pelos desenvolvedores da BNB, o primeiro estágio do encerramento do BEP2 terá início em abril. Já a última etapa está marcada para junho de 2024. Por hora eles estão na fase de preparação, incluindo comunicações com corretoras e usuários.

“Exchanges centralizadas, especialmente a Binance, e carteiras como Trust Wallet, estão sendo aconselhadas a interromper as transferências de ativos para a Beacon Chain”, disseram os desenvolvedores sobre a fase atual, também destacando que “esforços estão sendo feitos para vincular todos os ativos BEP2 e BEP8 à BNB Smart Chain (BSC)”.

Roteiro de descontinuação do BEP2 da Binance Coin (BNB). Fonte: Reprodução.
Roteiro de descontinuação do BEP2 da Binance Coin (BNB). Fonte: Reprodução.

Binance recomenda conversão de criptomoedas ligadas ao BEP2 da BNB

Sendo a corretora que mais realiza depósitos e saques ligados à rede BNB, a Binance emitiu um comunicado nesta quinta-feira (8) pedindo agilidade na conversão dos ativos. Saques dos chamados B-Tokens (Binance-pegged tokens) já estão suspensos.

Explicando em termos mais simples, a Binance está se referindo a criptomoedas “embrulhadas” na rede BEP2, incluindo Bitcoin, Ethereum e stablecoins. A lista das 41 criptomoedas ligadas à BEP2 podem ser vistas em uma página especial da Binance. Criptomoedas ligadas à BEP20 não sofrem alterações.

“Com efeito imediato, as retiradas de B-tokens na rede mencionada estão suspensas.”

“As retiradas de todos os outros tokens na rede mencionada serão suportadas até 21/02/2024 às 23:59 (UTC)”, informou a Binance. “Após 21/02/2024 às 23h59 (UTC), os usuários não poderão mais sacar tokens por meio da rede mencionada. Os usuários podem retirar os tokens através de outras redes suportadas, quando aplicável.”

Exemplo de criptomoedas embrulhadas na BEP2. Fonte: Binance/Reprodução.
Exemplo de criptomoedas embrulhadas na BEP2. Fonte: Binance/Reprodução.

Embora o desligamento da BEP2 esteja marcado apenas para junho, a Binance já recomenda que investidores façam a conversão de seus ativos, que pode ser realizada na própria corretora.

“Antes do encerramento da rede BEP2, os usuários são incentivados a depositar tokens BEP2 (B-tokens) em suas contas na Binance. Esses tokens serão creditados e os usuários poderão retirá-los por meio de sua chain nativa ou de outras chains suportadas pela Binance.”

Dado isso, a corretora informa que os depósitos de tokens ligados à BEP2 continuam abertos por tempo indeterminado. De qualquer forma, é sempre bom agilizar o processo, fazendo a conversão com toda calma necessária para evitar quaisquer erros gerados pela pressa.

BNB continua funcionando normalmente

Apesar do desligamento do BEP2, a Binance Coin (BNB) continua funcionando normalmente. No momento desta redação, a BNB está sendo negociada por US$ 319 e é a 4ª maior criptomoeda do mercado.

Em nota, os desenvolvedores destacaram que isso “representa uma evolução estratégica em direção a um ecossistema blockchain mais simplificado, seguro e eficiente”.

A mudança deve afetar poucos usuários, afinal a maioria já utiliza à BEP20 para realizar transações devido a sua maior eficiência e menor custo. Mesmo assim, dados revelam que existem 11.342 BTC ligados à BEP2, quantia equivalente a R$ 2,5 bilhões, além de outras moedas.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias