BIS: “Bitcoin falhou no teste de ser uma moeda”

O problema principal seria o valor volátil do Bitcoin que faz com que ele não possa ser considerado moeda.

Siga no
Benoit Coeure Imagem: BIS
Benoit Coeure Imagem: BIS

O chefe do Centro de Inovação do Banco de Compensações Internacionais (BIS, sigla em inglês), Benoit Coeure afirmou que é impossível dizer que o Bitcoin pode ser uma moeda.

“Bitcoin pode ser um instrumento de investimento e não cabe a mim julgar ou aconselhar sobre isso”, disse em entrevista à Bloomberg. Segundo ele, o Bitcoin não pode ser uma moeda por ter uma alta volatilidade.

“Falhou no teste de ser uma moeda, falhou no teste de ser um instrumento de pagamento – só porque o valor está se movendo muito”.

Ainda durante a entrevista Coeure disse que os bancos centrais globais devem passar segurança financeira aos cidadãos através da inovação tecnológica.

“Os bancos centrais estão focados em instrumentos que proporcione liquidez, segurança e que possa ser usado como uma commodity no sistema global de pagamentos”.

Ele finaliza o assunto afirmando que a criptomoeda tem seu espaço, “mas é diferente, não é um instrumento de pagamento”.

Admitindo que o Bitcoin “tem seu lugar”, ele afirma que existe a necessidade da criação de uma moeda digital do banco central.

CBDC nos bancos centrais mundiais 

No início de 2021, o BIS pressupôs que bancos centrais provavelmente terão suas próprias moedas digitais (CBDCs).

A estimativa é que nos próximos três anos isso já seja uma realidade como opção de pagamento adicional, tendo em vista uma pesquisa da instituição financeira que mostra que 85% dos bancos centrais investigam vantagens e desvantagens das CBDCs.

A informação foi confirmada pelo gerente geral do BIS, Agustín Carstens.

Euro digital? 

A presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde disse nesta quinta-feira (25) em um evento no BIS que as autoridades monetárias devem acompanhar o andamento fugaz das inovações e que a instituição já estuda a possibilidade de um euro digital, mesmo trazendo preocupações em relação ao custo para outras autoridades envolvidas nesse processo.

Fabio Panetta, membro do Conselho Executivo do BCE afirmou em um artigo que é “verdade que o BCE está planejando impor taxas de juros significativamente negativas no euro digital”.

O BCE também não tem interesse em retiradas significativas de depósitos dos bancos, pois não pretende redesenhar o sistema financeiro já existente. “Enquanto houver dinheiro, as pessoas podem continuar a mantê-lo a uma taxa de juros igual a zero”.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Emanuele Martins
Jornalista formada pela Universidade Positivo, pós graduada em Segurança Pública e mestranda em Educação e Novas Tecnologias. Já trabalhou como repórter nos veículos Gazeta do Povo, Tribuna do Paraná e emissora Pai Eterno.
CVM versus Coinbene corretora no Brasil

Corretora de criptomoedas anuncia fim de atividades no Brasil

A corretora global de criptomoedas Coinbene anunciou nesta segunda-feira (18) o fim de suas atividades no Brasil, devido a razões políticas "conhecidas". Está é segunda...
Martelo da Justiça e Bitcoin em destaque

Safra pede bloqueio de criptos em corretoras para cobrar dívida de posto de gasolina

O Banco Safra poderá pedir o bloqueio de criptomoedas em corretoras em um caso que envolve uma rede de postos em São Paulo que...

Primeiro ETF de Bitcoin nos EUA estreia nesta terça-feira

Embora muitos apontassem que o ETF da Valkyrie seria o primeiro a ser aprovado, a ProShares saiu na frente desta largada. Segundo a empresa,...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias