Bitcoin atinge preço mais alto das últimas 6 semanas, chegando a US$ 24.000 em rali após anúncio do Fed

Outro ponto que reforçou a força dos touros foi a disparada de 5% em uma hora após o anúncio do banco central americano nesta quarta-feira (27). Ou seja, investidores estão confiantes que o aumento da taxa de juros não exerça tanta pressão no mercado.

Bitcoin em montanha russa, simbolizando variação de preço.
Bitcoin em montanha russa, simbolizando variação de preço.

Com uma retomada ainda tímida, o Bitcoin atingiu seu preço mais alto dos últimos 45 dias, nesta sexta-feira (29), enquanto o mercado recupera sua confiança após colapsos e falências de gigantes nos últimos meses.

De qualquer forma, seu valor de US$ 24.445 já representa uma alta de 39% em relação ao fundo registrado no mês passado. Entretanto, a briga entre touros e ursos ainda não está acabada, sendo difícil afirmar que existe uma reversão.

Seu próximo passo é testar o preço dos 30 mil dólares, região que apresentará uma forte resistência por ter servido como suporte por diversas vezes nos últimos dois anos antes de ser rompida.

Bitcoin pode ter registrado seu fundo

Para registrar uma tendência de alta, um ativo precisa registrar altas mais altas e baixas mais altas em seus gráficos. Sendo exatamente isso o que o Bitcoin está mostrando nas últimas seis semanas, muitos acreditam que as quedas acabaram.

Entretanto, nota-se que a recuperação ainda é tímida e lenta. Afinal, ainda existe o sentimento de que mais empresas da indústria podem falir. Do outro lado, o preço do BTC está muito atrativo para pensar em venda, equilibrando o mercado.

Segundo Changpeng Zhao, CEO da Binance, é possível que o fundo deste ciclo já esteja no passado. Em entrevista à CNBC, publicada nesta quinta-feira (28), o bilionário afirmou que US$ 20.000 é um grande suporte psicológico.

“Fundamentalmente o mercado é composto por uma psicologia de massa, então o antigo preço mais alto [US$ 20.000, de 2017] é provavelmente a nova mínima.”

Outro ponto que reforçou a força dos touros foi a disparada de 5% em uma hora após o anúncio do banco central americano nesta quarta-feira (27). Ou seja, investidores estão confiantes que o aumento da taxa de juros não exerça tanta pressão no mercado.

O próximo passo para o Bitcoin

Após registrar ganhos de 39% em relação ao seu fundo anual, o Bitcoin agora possui um grande desafio para manter sua tendência de alta, voltar para a região dos 30 mil dólares.

Embora tenha caminho livre até lá, é esperado que esta região apresente uma forte resistência. Afinal, este preço serviu como suporte por diversas vezes nos últimos dois anos, transformando-se em uma barreira de ursos após ser perdido no mês passado.

Por fim, nada está decidido para os últimos cinco meses de 2022 e os mais otimistas esperam que ainda exista a chance de um rally de fim de ano, como aconteceu em 2017 e 2020.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias