Bitcoin (BTC) chegará em US$ 10 mil segundo especialista do mercado

Siga no

O preço do Bitcoin (BTC) deverá explodir em 2019 segundo um especialista do mercado. Esse será o preço atingido pela criptomoeda ao longo do ano de acordo com Arthur Hayes. Sendo assim, o CEO da BitMEX prevê um crescimento surpreendente para a criptomoeda.

O otimismo toma conta do mercado nos primeiros meses do ano. Após o Bitcoin (BTC) demonstrar uma pequena força, muitos foram encorajados a acreditar em uma reviravolta para a criptomoeda. Contudo, falta ainda muito para o Bitcoin (BTC) demonstrar sinais profundos de recuperação, já que a criptomoeda ainda não conseguiu voltar a sua marca antes da grande queda no final de 2018.

Naquele momento o (BTC) estava sendo cotado acima de US$ 6 mil. Desde então o Bitcoin (BTC) jamais viu algo próximo a esse preço.

Mercado Financeiro mundial sofrerá grandes mudanças em 2019

O preço do Bitcoin (BTC) pode chegar em quase três vezes em relação o valor atual que a criptomoeda está sendo cotada no mercado. Segundo Arthur Hayes, essa será a marca alcançada pelo ativo digital nos próximos meses. O especialista prevê uma ascensão do Bitcoin (BTC) em um mercado amadurecido com grandes chances de impulsionar a criptomoeda à este crescimento.

Em uma edição informativa da exchange que comanda, Hayes explicou que espera por uma grande valorização para o Bitcoin (BTC). Para o executivo o preço da criptomoeda deverá saltar no mercado no quarto trimestre.

“O corte de 2019 será intenso, mas os mercados voltarão a US$ 10.000. Essa é uma barreira psicológica significativa”.

Regime de crédito da China e dos EUA influencia no Bitcoin

Em uma conjuntura econômica mundial, o especialista aponta movimentos estratégicos que devem influenciar na corrida de preço da criptomoedas. Sendo assim, Hayes acredita que o Banco Central da China e dos Estados Unidos devem influenciar nessa valorização do Bitcoin (BTC).

“Pequim sabe que a China precisa de reequilibrar sua economia para longe do investimento em ativos fixos alimentados por crédito”.

O regime de créditos das duas maiores potências mundiais devem sofrer alterações nos próximos meses. Hayes pontua isso como importante para o crescimento do Bitcoin (BTC). Segundo o especialista, toda essa reestruturação reverberá no mercado de criptomoedas, especialmente no Bitcoin (BTC). A criptomoeda deverá ser impulsionada por esse movimento e deverá chegar em cerca de US$ 10 mil segundo previsão de Hayes.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
BItcoin e moeda Yuan da China

Chineses driblam banimento e continuam comprando bitcoin

A luta da China para banir o Bitcoin parece não ter fim, assim como pequenos mineradores estão encontrando brechas para continuar exercendo a atividade...
Bitcoin e bandeira da China

China quer criar imposto sobre Bitcoin e coloca em dúvida banimento

O governo da China planeja criar um imposto para corretoras de Bitcoin que operam no país, colocando em dúvida o banimento de transações de...
Bitcoin em alta. Imagem: ShutterStock

Bitcoin rompe alta histórica e é negociado acima dos 65 mil dólares

Com um mercado otimista em relação a questões regulatórias, o preço do Bitcoin rompeu a sua máxima histórica de 64.895 dólares registrada em abril...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias