Bitcoin cai 8% neste domingo, mercado de criptomoedas perde US $11 bilhões

Siga no

Após uma recuperação entre 21 a 23 de fevereiro, a valorização do mercado de criptomoedas caiu US $ 11 bilhões neste domingo, de US $ 141 bilhões para US $ 130 bilhões.

Diversos analistas sugeriram que a incapacidade do Bitcoin de romper a resistência de US $ 4.200 levou a maioria dos ativos digitais a recuar.

Na semana passada, o economista Alex Krüger explicou que, embora os gráficos mostrem todos os indicadores de um valor mínimo para o Bitcoin de US $ 3.122, o interesse no mercado é mínimo.

Capitalização criptomoedas 24/02/2019
Capitalização criptomoedas 24/02/2019

O analista disse que até que o ativo rompa o nível de resistência crucial de US $ 4.200,  o Bitcoin continua vulnerável a uma queda para até US $ 3.000.

Desde o início de 2018 o mercado de criptomoedas enfrenta sua maior queda de todos os tempos. Ran Neuner twittou que 16 de janeiro marcou o 390º do mercado em queda.

Outro período de queda das criptomoedas aconteceu entre 2014/15, e teve duração de  420 dias.

Há pessoas que dizem que o mercado de alta está atrasado há muito tempo enquanto outros dizem que o mercado de baixa vai durar mais tempo. Alguns analistas argumentam que as instituições conduzirão a próxima alta e que entrarão assim que a infraestrutura estiver pronta.

A queda do Bitcoin vai continuar?

A verdade é que a infraestrutura ainda não está pronta e as coisas podem demorar mais do que os investidores esperam. O mais esperado, Bakkt, foi adiado várias vezes e pode ser adiado mais uma vez.

Bakkt pretende ser uma plataforma de compra e venda de Bitcoin, que permitirá a pessoas físicas e também a instituições realizarem negociações com a moeda digital.

A Bakkt não é o único projeto que está atrasado. Os investidores pensaram que a Comissão de Valores Mobiliários (SEC) aprovaria um ETF em 2018, o que não aconteceu.

Falando sobre a SEC, a regulação é uma questão importante no momento. As Initial Coin Offerings (ICOs) aproveitaram a regulamentação inexistente na época. Muitos projetos levantaram dinheiro apenas para fugir com o capital, e foram golpes diretos.

O mercado tem muito a provar, e mesmo que o potencial da blockchain seja enorme, e tenhamos visto uma alta do bitcoin na semana passada, ainda é cedo para dizer que estamos em um mercado em alta.

Existem pontos de interrogação em torno de regulamentações, ETFs e infraestrutura, entre outras áreas do setor. Não podemos esquecer que a indústria é muito jovem e 2019 pode se tornar um ano que dá aos investidores e desenvolvedores muita clareza sobre a direção que o Bitcoin e as moedas digitais vão seguir.

O co-fundador do Reddit, Alexis Ohanian, afirmou recentemente que a indústria cresce durante os mercados em baixa:

“Sim, os preços estão em baixa. Os especuladores fugiram e isso é ótimo. As pessoas que permaneceram estão construindo a infraestrutura que será necessária para que o mercado cresça”.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org
Imagem de Dorian Nakamoto, que foi suspeito de ser Satoshi

Desenvolvedor que trabalhou com Satoshi Nakamoto quer que Bitcoin mude algoritmo de consenso

Um desenvolvedor que trabalhou com Satoshi Nakamoto no desenvolvimento do Bitcoin agora defende que a criptomoeda utilize Proof of Stake (POS), um algoritmo de...

HSBC bloqueia pagamentos para Binance no Reino Unido

O HSBC, o sexto maior banco do mundo, afirmou em um comunicado recente que suspendeu e proibiu no Reino Unido todas as transferências de...
Bitcoin e Bandeira da Espanha

Espanha pode autorizar uso de Bitcoin para pagamento de hipotecas

O uso de Bitcoin na Europa pode ganhar um impulso na Espanha, que recebeu um projeto de lei para pagamento de hipotecas com a...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias