“Bitcoin cai 80% e é aplaudido, isso é síndrome de Estocolmo”, diz Tiago Reis

O tuíte foi comentado por diversos usuários, com o médico da UFMG, Bruno Oliveira, comparando a situação com "esquizofrenia".

Para Tiago Reis, fundador e CEO da Suno Research, o Bitcoin é o “único investimento que as pessoas perdem 80% e ainda aplaudem”. Segundo o economista formado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), isso se compara com a “síndrome de Estocolmo” – fenômeno psicológico em que a vítima desenvolve um relacionamento de lealdade e solidariedade com seu agressor.

Tiago Reis é um dos maiores críticos do Bitcoin no Brasil, já tendo falado diversas vezes que não investe na moeda digital e recomendando que seus seguidores não invistam na criptomoeda.

Reis afirmou também que “a maioria dos que promovem a moeda digital pararam de investir na mesma. “Só promovem. Pararam de gastar dinheiro e passaram a gastar saliva.” – disse, acrescentando que o fluxo para o Bitcoin caiu significativamente.

O tuíte foi comentado por diversos usuários, com o médico da UFMG, Bruno Oliveira, comparando a situação com “esquizofrenia”.

“Tiago, você acertou no fato mas errou na conclusão. O comportamento dos cripto fãs faz parte do que a medicina chama de Dissociação Cognitiva Coletiva. Não importa a realidade, mas sim as interpretações que reforcem as crenças dessas pessoas. Se aproxima da esquizofrenia.”

A esquizofrenia, vale notar, é um transtorno mental grave em que as pessoas interpretam a realidade de forma anormal. Ela pode resultar em alguma combinação de alucinações, delírios e pensamentos e comportamentos extremamente desordenados que prejudicam o funcionamento diário e podem ser incapacitantes.

Bitcoin em queda

Em 2022, o Bitcoin caiu 73%, saindo da casa de 69 mil dólares e sendo negociado agora na faixa de US$ 15,700. Apesar disso, seus investidores não dão a mínima, já que acreditam que a moeda digital continua forte em seus fundamentos e voltará a subir.

Apesar de o ativo ter caído quase 80% no último ano, como apontam os críticos, o Bitcoin valorizou mais de 240% desde o crash em 2020, como notou o usuário Diego Kolling em resposta a Tiago Reis.

“O engraçado é que ele valorizou 240% desde o crash de março de 2020 e foi, portanto, a melhor classe de ativo no período. Nos últimos: 3 anos: 180% 5 anos: 200% 7 anos: 68x Porque você não posta os retornos da @sunoresearch e observamos quem deve ser aplaudido?”

Psicopatas

Usar adjetivos para se referir a investidores de Bitcoin não é nenhuma novidade, no início do ano, um estudo feito pelo The Conversation comparou os fãs da moeda digital com “psicopatas impulsivos”.

Segundo o estudo, pessoas com esta condição são mais resistentes ao estresse e à ansiedade, fazendo com que os mesmos arrisquem mais.

Indo além, o estudo também apontou outros três laços de personalidade destes investidores, narcisismo, maquiavelismo e sadismo, os quais são traduzidos em pensamentos positivos, crenças conspiratórias e medo de perder oportunidades.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Últimas notícias

Últimas notícias