Bitcoin deve cair até US$ 30.000, diz Arthur Hayes

Antes de mais nada, é importante notar que Hayes previa uma queda do Bitcoin quando os ETFs fossem lançados nos Estados Unidos, o que acabou acontecendo. Em sua mais recente análise, o bilionário aponta que o Bitcoin está emitindo sinais de alerta, antecipando mudanças na política econômica.

Arthur Hayes, bilionário das criptomoedas e co-fundador da BitMEX, compartilhou suas visões sobre as atuais políticas econômicas dos Estados Unidos e seu impacto no Bitcoin. A análise de Hayes, baseada em sua experiência no mercado e na observação das tendências macroeconômicas, foca em um cenário de desafios iminentes para o Bitcoin em meio a mudanças econômicas.

Em seu longo artigo, Hayes destaca a relação dinâmica e, de certa forma, confusa entre as ações e declarações da Secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, e do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell. Segundo ele, essa dinâmica tem influência direta no mercado financeiro, especialmente no comportamento do Bitcoin.

Em novembro de 2023, Yellen anunciou uma mudança na política de empréstimos do Tesouro dos EUA, favorecendo os Títulos do Tesouro (T-bills), com vencimento em menos de um ano. Essa estratégia, como explicado por Hayes em seu ensaio “Bad Gurl”, resultou em uma injeção de liquidez no mercado financeiro, estimada em quase 1 trilhão de dólares até a sua conclusão.

Por outro lado, Powell sinalizou em dezembro de 2023 a possibilidade de cortes nas taxas de juros em 2024, um desvio dramático de sua postura anterior de manter políticas rígidas para controlar a inflação. Hayes interpreta essas ações e declarações como fatores cruciais que têm impactado os mercados, incluindo o Bitcoin.

Bitcoin pode cair até US$ 30,000

Antes de mais nada, é importante notar que Hayes previa uma queda do Bitcoin quando os ETFs fossem lançados nos Estados Unidos, o que acabou acontecendo. Em sua mais recente análise, o bilionário aponta que o Bitcoin está emitindo sinais de alerta, antecipando mudanças na política econômica.

Após o lançamento dos ETFs de Bitcoin nos EUA, a criptomoeda viu uma queda de um pico de US$ 49.000 para valores abaixo de US$ 40.000. Hayes vê isso como uma resposta antecipada do Bitcoin às políticas do Fed e do Tesouro americano.

Um ponto central na argumentação de Hayes é a previsão de que o Programa de Financiamento de Termo Bancário (BTFP) não será renovado, o que, segundo ele, não será positivo, já que o Fed ainda não reduziu as taxas de juros a um nível que estimule a economia.

Ele argumenta que até que as taxas sejam reduzidas, os bancos menores não poderão sobreviver sem o apoio governamental oferecido pelo BTFP.

Hayes estende sua análise ao cenário geopolítico, destacando a influência de um novo conflito no Oriente Médio e a política externa dos EUA sob a administração Biden. Ele associa esses fatores à volatilidade econômica e ao potencial aumento da inflação, que podem afetar o preço do Bitcoin.

No que diz respeito à política interna dos EUA, Hayes comenta sobre a disparidade econômica entre os cidadãos americanos e como isso pode influenciar as próximas eleições presidenciais.

Ele sugere que, enquanto uma parcela da população se beneficia das políticas econômicas atuais, uma grande maioria está lutando com dívidas e o custo de vida elevado.

Finalmente, Hayes prevê que o Bitcoin pode cair até 30 mil dólares antes das decisões de política monetária em março.

“Acho que o Bitcoin encontrará um fundo entre US$ 30.000 e US$ 35.000”, disse Hayes em seu artigo.

Ele argumenta que essa estabilização será precedida por uma crise financeira menor, desencadeada pela não renovação do BTFP e a necessidade subsequente de ação direta do Fed.

“Acredito que o Bitcoin cairá antes da decisão de renovação do BTFP em 12 de março. Eu não esperava que isso acontecesse tão cedo, mas acho que o Bitcoin vai cair. À medida que o SPX e o NDX se desfazem devido a uma mini crise financeira em março, o Bitcoin subirá à medida que liderará a eventual conversão de cortes de taxas e conversas sobre impressão de dinheiro em nome do Fed.”

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Vinicius Golveia
Vinicius Golveia
Formado em sistema da informação pela PUC-RJ e Pós-graduado em Jornalismo Digital. Conhece o Bitcoin desde 2014, atuando como desenvolvedor de blockchain em diversas empresas. Atualmente escreve para o Livecoins sobre assuntos de criptomoedas. Gosta de cultura POP / Geek. Se não estiver escrevendo notícias relevantes, provavelmente está assistindo alguma série.

Últimas notícias