Bitcoin pode chegar a U$ 5 mil dólares em futuro próximo, afirma crítico

Siga no

O Bitcoin não conseguiu manter o seu hold acima dos U$ 4 mil dólares que vinha acontecendo no início da semana, mas já tem um crítico da criptomoeda que afirma que os preços irão a U$ 5 mil dólares em um futuro próximo.

O crítico Jeffrey Gundlach, CEO da DoubleLine Management, comentou que o ativo digital pode se valorizar no curto prazo. Jeffrey é gestor de mais de US $ 200 bilhões em ativos.

Em uma entrevista para a CNBC no último dia 08, Gundlach disse que os investidores que detêm uma alta tolerância ao risco poderiam obter lucros fáceis se estivessem dispostos a negociar Bitcoin. Embora isso pareça promissor vindo de um grande gestor de ativos, é importante reforçar que ele é um crítico declarado da criptomoeda, que já disse aos investidores para “sair do Bitcoin”.

Nas palavras de Jeffrey, “Eu não recomendo nada com bitcoin, realmente… mas se você realmente quiser especular, acho que poderia chegar a US $ 5.000. Fale sobre uns fáceis 25%”. Isso mostra que até alguns críticos estão confiantes no sentimento de alta do mercado.

Mati Greenspan, um analista senior da eToro, explicou em uma atualização de mercado no início desta semana que “Se diminuirmos o zoom, podemos ver que a faixa total em que estamos é de US $ 3.000 a US $ 5.000 por moeda. Então, agora estamos na metade do caminho no meio da faixa mais ampla”.

O mercado anda pessimista no início de 2019, e um dos fatores que tem estado em consenso por vários analistas do mercado é que isso ainda é uma cautela e preocupação com o ano de 2018, que foi muito ruim para vários investidores de criptomoedas.

No início da semana o Bitcoin chegou ao patamar da U$ 4 mil dólares sem mostrar muita força de que subiria muito mais, e ficou oscilando na faixa U$ 4.000 a U$ 4.100 nas exchanges.

No período as altcoins conseguiram alguns ganhos, com destaque para a Tron que viu uma extrema valorização no período.

Porém, o ouro digital teve seu valor cotado abaixo de U$ 4 mil na madrugado do dia 10 de janeiro, após mais de três dias acima da faixa. Apesar da queda nos preços o BTC continua com mais de 52% de dominância no mercado das criptomoedas.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Carteira com duas criptomoedas Dogecoin dentro

Comprar Dogecoin ou um imóvel? Elon Musk opina com risada

O que você prefere comprar, um imóvel ou uma criptomoeda chamada Dogecoin? Um meme criado pela comunidade da moeda digital divertiu Elon Musk, CEO...

Candidato a prefeito de Nova York diz que cidade será “o centro dos bitcoins”

Eric Adams, um dos principais candidatos à prefeitura de Nova York e líder das eleições primárias pelo partido Democrata, demonstrou ser um candidato pró-Bitcoin. Em...
Fachada do Banco do Brasil em Brasília

Banco do Brasil considera Bitcoin como moeda em edital de concurso

O Banco do Brasil considera o Bitcoin como uma moeda, segundo um novo edital para concurso público divulgado nesta quinta (24). Foram abertas 4.480...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias