BitTorrent aceita Bitcoin, Tron e Binance Coin

Um dos maiores serviços de compartilhamento de arquivos P2P do mundo!

Siga no

O BitTorrent é um dos serviços mais utilizados para compartilhamento de arquivos do mundo, e agora aceita várias criptomoedas como pagamento pelos seus serviços.

Com o BitTorrent, os usuários podem compartilhar qualquer arquivo pela web de forma grátis e peer-to-peer (P2P), e as pessoas se tornam nodes dos arquivos baixados pela ferramenta, possibilitanto uma descentralização de conteúdos como uma camada web.

A criptomoeda Tron (TRX), havia anunciado em Junho de 2018 a compra deste serviço, e começou a desenvolver mais o potencial dessa aplicação junto a um processo de saída da rede Ethereum, da qual pertencia antes como um token. Foi criado inclusive uma iniciativa chamada Projeto Atlas para unir a TRX com a BitTorrent.

O CEO Justin Sun, desde que fez a compra do BitTorrent está focado no desenvolvimento de inovações em sua blockchain nova, e no último dia 25 de novembro fez uma declaração convidando os “desenvolvedores Ethereum a se unir ao desenvolvimento da Tron”.

Fonte: https://twitter.com/justinsuntron/status/1066859372251205632

Já no dia 27 de novembro, a comunidade viu mais um novo serviço ser lançado, que através do gateway CoinPayments.net, o BitTorrent vai aceitar as criptomoedas Bitcoin, Tron e Binance Coin como forma de pagamento para os serviços pagos na aplicação, tais como, produtos Pro e Ads Free para usuários Windows.

As assinaturas dos planos podem ser de um ano, e os serviços PRO incluem anti-vírus e anti-malware, além de conversão de arquivos e outros serviços mais.

De acordo com o anúncio oficial, “a BitTorrent se junta a uma lista crescente de empresas on-line cujos produtos e serviços aceitam a TRX como pagamento”, disse Sun. A TRX já é aceita em outras plataformas, como exemplo o site Pornhub.

Isso traz criptomoedas P2P para a maior rede peer-to-peer do mundo de compartilhamento de arquivos, com estimativas de mais de 100 milhões de usuários do BitTorrent. O µTorrent também faz parte da empresa.

A Tron se apresenta no cenário como uma das opções que podem abalar o Ethereum no desenvolvimento de dApps, e está com inscrições abertas para aporte de até U$ 1 milhão de iniciativas promissoras de startups de diversos setores.

O terceiro concorrente na categoria dApps seria a EOS, que de acordo com levantamento de um usuário do Twitter, teria muito mais ferramentas e volume financeiro dentro de sua rede já em funcionamento, em comparação com a TRX e Ethereum também.

Justin Sun ou Vitalik Buterin conseguirão possuir o “maior computador mundial” descentralizado? Façam suas apostas!

Fonte: Tron Foundation e Blog BitTorrent

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Polícia faz operação contra fraude de criptomoedas

Polícia Civil prende pai que expôs filha no FaceCast

Um morador de uma cidade do interior de Minas Gerais teria utilizado o aplicativo FaceCast para cometer um crime contra sua própria filha. Denunciado...

Bilionário em Bitcoin vai concorrer ao governo da Califórnia

Um dos primeiros investidores em Bitcoin e CEO da empresa de capital de risco Social Capital, Chamath Palihapitiya, está concorrendo à governador da Califórnia....

Coluna do TradingView: Sentimento do mercado continua altista

Mesmo com Ethereum rompendo novos topos, as outras moedas não tem acompanhado o movimento e tem caído junto com o Bitcoin. Confira o olhar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Bilionário em Bitcoin vai concorrer ao governo da Califórnia

Um dos primeiros investidores em Bitcoin e CEO da empresa de capital de risco Social Capital, Chamath Palihapitiya, está concorrendo à governador da Califórnia....

Coluna do TradingView: Sentimento do mercado continua altista

Mesmo com Ethereum rompendo novos topos, as outras moedas não tem acompanhado o movimento e tem caído junto com o Bitcoin. Confira o olhar...

Artigo da revista Time: “não demonizem o Bitcoin”

Conforme as criptomoedas vão ficando cada vez mais famosas, os críticos passam a apontar qualidades como defeitos. Assim, tem aumentado a propagação de uma...

Como as escolhas de Biden vão impactar as criptomoedas

O indicado para assumir a presidência da SEC, o órgão regulamentador e de controle dos mercados financeiros dos Estados Unidos, foi aprovado ontem pelo...

Gamestop (GME) sobe 145% em 2 horas, por quê?

Uma empresa com prejuízo acumulado de US$ 1,6 bilhão nos últimos 3 anos. Para piorar, atua principalmente em lojas físicas de videogames, um mercado...