BitTorrent aceita Bitcoin, Tron e Binance Coin

Um dos maiores serviços de compartilhamento de arquivos P2P do mundo!

Siga no

O BitTorrent é um dos serviços mais utilizados para compartilhamento de arquivos do mundo, e agora aceita várias criptomoedas como pagamento pelos seus serviços.

Com o BitTorrent, os usuários podem compartilhar qualquer arquivo pela web de forma grátis e peer-to-peer (P2P), e as pessoas se tornam nodes dos arquivos baixados pela ferramenta, possibilitanto uma descentralização de conteúdos como uma camada web.

A criptomoeda Tron (TRX), havia anunciado em Junho de 2018 a compra deste serviço, e começou a desenvolver mais o potencial dessa aplicação junto a um processo de saída da rede Ethereum, da qual pertencia antes como um token. Foi criado inclusive uma iniciativa chamada Projeto Atlas para unir a TRX com a BitTorrent.

O CEO Justin Sun, desde que fez a compra do BitTorrent está focado no desenvolvimento de inovações em sua blockchain nova, e no último dia 25 de novembro fez uma declaração convidando os “desenvolvedores Ethereum a se unir ao desenvolvimento da Tron”.

Fonte: https://twitter.com/justinsuntron/status/1066859372251205632

Já no dia 27 de novembro, a comunidade viu mais um novo serviço ser lançado, que através do gateway CoinPayments.net, o BitTorrent vai aceitar as criptomoedas Bitcoin, Tron e Binance Coin como forma de pagamento para os serviços pagos na aplicação, tais como, produtos Pro e Ads Free para usuários Windows.

As assinaturas dos planos podem ser de um ano, e os serviços PRO incluem anti-vírus e anti-malware, além de conversão de arquivos e outros serviços mais.

De acordo com o anúncio oficial, “a BitTorrent se junta a uma lista crescente de empresas on-line cujos produtos e serviços aceitam a TRX como pagamento”, disse Sun. A TRX já é aceita em outras plataformas, como exemplo o site Pornhub.

Isso traz criptomoedas P2P para a maior rede peer-to-peer do mundo de compartilhamento de arquivos, com estimativas de mais de 100 milhões de usuários do BitTorrent. O µTorrent também faz parte da empresa.

A Tron se apresenta no cenário como uma das opções que podem abalar o Ethereum no desenvolvimento de dApps, e está com inscrições abertas para aporte de até U$ 1 milhão de iniciativas promissoras de startups de diversos setores.

O terceiro concorrente na categoria dApps seria a EOS, que de acordo com levantamento de um usuário do Twitter, teria muito mais ferramentas e volume financeiro dentro de sua rede já em funcionamento, em comparação com a TRX e Ethereum também.

Justin Sun ou Vitalik Buterin conseguirão possuir o “maior computador mundial” descentralizado? Façam suas apostas!

Fonte: Tron Foundation e Blog BitTorrent

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

NFT pode “matar” o Bitcoin? Qual a relação entre ambos?

É provável que muita gente conheça os NFTs, regularmente confundidos com “arte digital”. A ação ganhou força após Stephen Curry, astro da NBA, e...
Plataformas NFT e Ethereum empresas

Empresas listadas na bolsa apostam no mercado de NFT

O crescimento do mercado de NFTs tem quebrado barreiras mais rápido do que outros recursos relacionados a blockchain. Hoje até mesmo grandes empresas, listadas...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

Mineradores brasileiros comentam banimento de Bitcoin pela China

A proibição de Bitcoin pela China nos últimos dias abalou o mercado, com muitas pessoas ficando preocupadas com isso, menos dois mineradores brasileiros que...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias