BlackRock prepara US$ 2 bilhões para investir em ETF de Bitcoin, diz especialista da VanEck

O setor de criptomoedas, em um estado de antecipação, aguarda os desdobramentos com grande interesse, especialmente em relação ao preenchimento dos formulários 19b-4, vistos por muitos como um passo crucial para a aprovação oficial dos ETFs.

Em recente discussão no Twitter Spaces, Matthew Sigel, chefe de pesquisa de ativos digitais da VanEck, revelou informações importantes sobre os planos de investimento da gigante financeira BlackRock em relação ao Bitcoin.

Segundo ele, a BlackRock reservou US$ 2 bilhões para investir no ETF de Bitcoin já na primeira semana de lançamento.

Durante o debate, que contou com a presença de personalidades do mercado financeiro como Eric Balchunas, Eleanor Terrett e James Seyffart, Sigel expressou espanto com a magnitude do valor mencionado.

Embora ele estivesse prevendo um interesse significativo, estimando cerca de US$ 2,5 bilhões no primeiro trimestre, a alegação de que a BlackRock sozinha poderia investir US$ 2 bilhões superou suas expectativas.

US$ 2 bilhões em Bitcoin

Sigel destacou que “o nível de interesse é extremamente alto”, uma observação ecoada por Balchunas, que especulou sobre possíveis alocações significativas já nos primeiros dias.

A Ark Invest, outra gigante gestora de ativos, também entrou na conversa, tendo vendido US$ 130 milhões em GBTC, com planos potenciais de redirecionar os fundos para seu próprio ETF à vista de Bitcoin.

O setor de criptomoedas, em um estado de antecipação, aguarda os desdobramentos com grande interesse, especialmente em relação ao preenchimento dos formulários 19b-4, vistos por muitos como um passo crucial para a aprovação oficial dos ETFs.

A expectativa é que a confirmação oficial venha na segunda-feira (8), mas o preenchimento desses formulários já sinalizaria uma aprovação iminente.

Considerando que a BlackRock administra mais de US$ 14 trilhões em ativos, o investimento de US$ 2 bilhões representa cerca de 0,15% de seus ativos sob gestão.

Se confirmado, o investimento poderá gerar uma onda de grandes compras de Bitcoin na semana que vem, marcando um momento significativo na adoção institucional da moeda digital.

Apesar de todos os sinais apontarem para a aprovação dos ETFs já na semana que vem, nem tudo são flores, com as gestoras enfrentando obstáculos. A Better Markets, apoiada pela senadora Elizabeth Warren, uma das maiores críticas do Bitcoin nos Estados Unidos, enviou uma carta à SEC pedindo a rejeição dos ETFs.

A medida gerou controvérsia, com opiniões divergentes sobre se se trata de uma medida de precaução necessária ou de um travamento à inovação.

💰 $100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Vinicius Golveia
Vinicius Golveia
Formado em sistema da informação pela PUC-RJ e Pós-graduado em Jornalismo Digital. Conhece o Bitcoin desde 2014, atuando como desenvolvedor de blockchain em diversas empresas. Atualmente escreve para o Livecoins sobre assuntos de criptomoedas. Gosta de cultura POP / Geek. Se não estiver escrevendo notícias relevantes, provavelmente está assistindo alguma série.

Últimas notícias