Braziliex anuncia remoção de 8 criptomoedas

Efeito Ethereum Classic

-

Siga no
Anúncio

A Braziliex, corretora de criptomoedas Brasileira que possui atualmente o maior portifólio de moedas alternativas (altcoins) anunciou a remoção da Ethereum Classic e outras 7 moedas.

A empresa explicou que a ação “parte do princípio de que tem o dever de proteger os clientes, e vai remover moedas que estão propensas a ataque 51%*.

As criptomoedas que serão removidas da corretora são:

Anúncio

Crown (CRW)

Onix (ONIX)

Bitcoin Gold (BTG)

Ethereum Classic (ETC)

Internet of People (IoP)

LitecoinCash (LCC)

Prosper (PRSP)

Crafty (CFTY)

Recentemente a shitcoin conhecida como Ethereum Classic (mais uma daquelas moedas alternativas criadas sem propósito, razão ou valor) sofreu um ataque de 51%, fazendo com que a Coinbase, maior corretora de criptomoedas do Estados Unidos, removesse a moeda de sua plataforma. As perdas estimadas com o ataque somam 500 mil dólares.

Infelizmente, investidores que escolheram essa moeda como investimento ficam no prejuízo, pois, o valor do ativo tende a cair em queda livre quando esse tipo de ataque acontece.

A Braziliex, em uma ação acertada, vai remover essa “altcoin” com a intenção de proteger os usuários, a empresa pede que os usuários da plataforma removam seus fundos das moedas que serão removidas até o dia 15/02/2019. Caso o saque não seja feito até o prazo final, os saldos das respectivas moedas citadas serão automaticamente convertidos para Bitcoin, obedecendo a cotação do dia.

A Braziliex é uma das únicas brasileiras a ser indexada pelo Coinmarketcap, no momento da redação deste a artigo, a empresa somava movimentação de mais de 600 mil reais nas últimas 24 horas.

Outras mudanças na Braziliex

A empresa informou também que irá remover algumas moedas do mercado de negociações pelo par Real. Isso significa que não mais serão compradas e vendidas com Reais, somente com Bitcoin.

O principal motivo desta medida é a cotação dos criptoativos, que não ultrapassam dos R$ 0,50 por moeda. Vale adicionar uma exceção, a exemplo da Decred (DCR) e Binance Coin (BNB), que sustentam uma cotação mais alta, porém, assim como as demais moedas de cotação inferior, têm baixos volumes de negociações, que não justificam os custos de manutenção para que sejam negociadas na plataforma.

A lista de moedas que sofrerão esta mudança são:

Anti-Bureaucracy Coin (ABC)
Binance Coin (BNB)
Gimmer (GMR)
Golem (GNT)
OmiseGo (OMG)
SingularDTV (SNGLS)
Decred (DCR)
MartexCoin (MXT)
Niobio Cash (NBR)
SmartCash (SMART)

Moedas com cotação maior que R$ 0,50 podem ser negociadas normalmente pelos pares Real (BRL) e Bitcoin (BTC):

Bitcoin, Bitcoin Cash, Ethereum, Litecoin, Tether, Ripple, Zcash, Dash e Monero. As negociações dessas moedas permanecem como antes, sendo realizadas por Real e Bitcoin.

A empresa também informou que terá um novo limite para criação de ordens que será de R$ 5,00 (ou equivalente em BTC).

Clique aqui para ver a lista completa de alterações.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, aprendiz e entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: [email protected]
Bitcoin em corretoras de criptomoedas

Trader veterano que viu queda no Brasil gosta do Bitcoin

Com o preço do Bitcoin operando abaixo de U$ 12 mil em setembro, a contrapartida foi o aumento da volatilidade no início do mês....
Itau demissão criptomoedas

Itaú demite por justa causa funcionário que negociava Bitcoin no horário de expediente

O Itaú Unibanco demitiu por justa um analista de sistemas que, de acordo com a empresa, negociava Bitcoin e outras criptomoedas durante o horário...
Bitcoin e gráfico em queda de preços

Bitcoin cai 5% e pode não romper marca de 2017

O Bitcoin se aproxima do fechamento do mês de setembro e cai pelo menos 5% nesta segunda. Com a queda no preço do Bitcoin,...

Últimas notícias

Itaú demite por justa causa funcionário que negociava Bitcoin no horário de expediente

O Itaú Unibanco demitiu por justa um analista de sistemas que, de acordo com a empresa, negociava Bitcoin e outras criptomoedas durante o horário...

Bitcoin cai 5% e pode não romper marca de 2017

O Bitcoin se aproxima do fechamento do mês de setembro e cai pelo menos 5% nesta segunda. Com a queda no preço do Bitcoin,...

Documentos vazados revelam que bancos lavaram R$ 10 trilhões em dinheiro ligado a crimes

Mais de 2.100 documentos secretos da FinCEN, Rede de Combate a Crimes Financeiros dos EUA, foram vazados e os detalhes desses arquivos trazem informações...