BTG Pactual lançará corretora de criptomoedas em até dois meses

Banco deve ser o primeiro do Brasil a ter corretora de criptomoedas.

Corretora de criptomoedas do BTG Pactual
Corretora de criptomoedas do BTG Pactual, Mynt / Divulgação

O Banco BTG Pactual (B3: BPAC11) divulgou seus resultados na última segunda-feira (9), e confirmou a criação de sua corretora de criptomoedas, que deverá ser lançada em até dois meses. A confirmação foi feita pelo CEO Roberto Sallouti, em fala com investidores.

Desde 2021 o banco afirma que irá lançar uma plataforma para atender a este mercado. Chamada Mynt, ela deverá chegar com opções de compra de bitcoin e ethereum, as duas maiores moedas do mercado.

Em um país em que bancos não costumam gostar de corretoras de criptomoedas, a chegada do BTG no setor é impactante e deve mudar o cenário.

BTG Pactual confirma o lançamento de sua corretora de criptomoedas

Como toda empresa de capital aberto, o BTG Pactual divulgou na última segunda os resultados de seu primeiro trimestre. Segundo comunicado, o banco registrou R$ 2.061,7 milhões de lucro líquido ajustado no período.

Além disso, o banco registrou um aumento de 13,1% em ativos totais na comparação de 31 de março de 2022 com 31 de dezembro de 2021. Assim, a soma dos ativos dá ao BTG R$ 391,3 bilhões.

E para o segundo trimestre, um novo produto do banco deve finalmente ser lançado, que é a Mynt. Essa corretora foi anunciada pelo BTG Pactual em setembro de 2021, quando disse que essa seria a primeira plataforma de uma instituição financeira brasileira.

“O BTG Pactual, maior banco de investimentos da América Latina, será a primeira instituição financeira no Brasil a oferecer acesso direto ao mercado cripto. Os clientes do banco poderão investir de forma simples, direta e segura, nas criptomoedas bitcoin e ether. A solução estará disponível de maneira gradual aos clientes do BTG Pactual digital e do BTG+, por meio da plataforma Mynt.”

Na divulgação de resultados do 1.º trimestre de 2022, o CEO do banco disse que até julho ela deverá chegar. Essa informação foi divulgada pelo Estadão, que disse que Roberto espera criar uma plataforma completa para seus clientes e investidores.

Dessa forma, novas ferramentas para facilitar investimentos deverão ser criadas pela instituição.

Bancos chegando no Bitcoin

Vários bancos têm mostrado interesse em lidar com o bitcoin e demais criptomoedas, que movimentaram bilhões de dólares diariamente. Além disso, outro fator que chama atenção neste mercado é que recentemente ele alcançou valor de US$ 1 trilhão, indicando um cenário promissor para negócios e um alto interesse.

É importante destacar que vários bancos possuem o interesse, embora algumas jurisdições não estejam se mostrando promissoras para isso. Esse é o caso da Argentina, por exemplo, que viu o Banco Central proibir bancos de ofertar a venda de criptomoedas direta para seus clientes.

Mesmo assim, no Brasil a situação segue normal e o primeiro movimento no setor deve ser visto em breve.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias